Poder

Justiça nega pedido para suspender propaganda do VLT

O Juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Luís, José Américo Abreu Costa, julgou improcedente a representação formulada pelo candidato a vereador pelo PC do B, Geraldo Castro, que pleiteava a suspensão da propaganda institucional do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) em fase de implantação pela prefeitura na capital. A justiça entendeu que não houve propaganda institucional vedada e determinou o arquivamento da ação.

A defesa da coligação “Pra Fazer Muito Mais”, que tem Castelo e Neto Evangelista como candidatos a prefeito e vice, respectivamente, alegou a possibilidade de divulgação de obras oficiais pelo prefeito no programa eleitoral, enquanto no exercício do cargo público. Comprovou ainda a inexistência de identificação no VLT, mediante adesivos, da pessoa do candidato João Castelo, mas apenas o Brasão de São Luís, símbolo oficial do município.

Também argumentou que o VLT não se acha em exposição, como alegava o autor da representação, mas instalado no lugar apropriado à utilização dos testes de funcionamento. Assim como não houve carreata na chegada do veículo, mas apenas manifestações populares espontâneas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Justiça nega pedido para suspender propaganda do VLT”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Gilvan

    O PREFEITO FAZ A PROPAGANDA DE UMA OBRA EM PLENA CAMPANHA ELEITORAL E NAO É CRIME???

    MAS TODOS ESTAO VENDO ESSE ABSURDO E SE NA JUSTIÇA DOS HOMENS CAOSTELO FICOU IMPUNE, NAS URNAS, E PELO POVO, ELE RECEBERÁ SUA SENTENÇA FINAL: O ESQUECIMENTO E A REJEIÇÃO DE QUEM NÃO AGUENTA MAIS 4 ANOS DE NEGLIGENCIA POLITICA!

    FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORA CAOSTELO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. exbrnxgoy

    FjBRhE fjgfcpvgpxoc, [url=http://mkrkbwmhjkdh.com/]mkrkbwmhjkdh[/url], [link=http://erhqkjahrazh.com/]erhqkjahrazh[/link], http://cpohrbxiaggt.com/

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários