Poder

Em Trizidela do Vale, candidato a prefeito é condenado por sequestrar e torturar adolescente

Blog do Louremar

Charles Frederick.

Charles Frederick.

O temperamento agressivo de uma pessoa e a idéia de que vive num mundo sem lei pode trazer terríveis conseqüências quando a Justiça é aplicada de forma legal.

É o que se verifica na cidade de Trizidela do Vale, onde Charles Frederick Maia Fernandes, o Fred Maia, foi condenado a 4 anos e 8 meses de prisão. Ele é o candidato do PMDB à prefeitura da cidade e agora deverá cumprir a pena no presídio de Pedreiras, cidade vizinha à Trizidela do Vale.

A condenação imposta pela juíza Ana Gabriela Costa Everton, da 2ª Vara da Comarca de Pedreiras, é uma resposta a uma denúncia oferecida pelo Ministério Público ainda em 2007 quando se deu o fato. Precisamente no dia 2 de maio de 2007, Fred Maia teve seu celular furtado. Imputou o crime ao menor de iniciais L.B.A , conhecido por “Buruzinho”. Na ânsia de ter o seu aparelho de volta, Fred Maia e o seu motorista, Charles Alexandre Mendes foram até a casa do menor e o colocaram dentro do carro sob o pretexto de levá-lo para a delegacia. Nunca chegaram lá.

Quem chegou primeiro, segundo consta do processo, foi a mãe do garoto contando que seu filho havia sido jogado dentro do carro “como um porco”. A partir daí, o processo relata uma história de desespero por parte da mãe do adolescente e de crueldade por parte de Fred Maia e do seu motorista Charles, submetendo a vítima a intenso sofrimento físico e mental.

Em um trecho a vítima relata: “amarram pelos braços com fio de corda de nylon e o penduraram na escápula; que bateram na costa do depoente com arma; que era o Fred que batia na costa do depoente com uma pistola e também com um facão; que também o Fred colocou o cano da arma na boca do depoente e até o feriu; que depois colocou uma sacola no rosto do depoente…”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários