Poder

Em Raposa, Prefeitura e Câmara atrasam votação do Plano de Cargos e Salários

A Associação Representativa dos Servidores Municipais Ativos e Inativos do Serviço Público de São Luis, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar e Bacabeira (ASISMU)  pede urgência à prefeitura e a Câmara Municipal da Raposa na questão  do plano de Cargos e Salários dos servidores municipais que resultou de um acordo decorrido de negociações que foram iniciadas ainda em 2010, quando houve a greve dos servidores municipais da Raposa, comandada pela entidade. Neste período, foram iniciadas as conversas com a prefeitura da Raposa e também com a Câmara Municipal no sentindo de serem atendidas as reivindicações dos servidores sendo instalada inclusive uma Mesa de Negociação.

Porém até agora, o projeto de Lei que cria o Plano de Cargos e Salários dos Servidores da Raposa  não foi encaminhado pela prefeitura para a Câmara de Vereadores. A expectativa é de que ele fosse votado antes do encerramento da gestão do prefeito Paraíba, que se encerra no dia 31 de dezembro, porém a espera continua e os servidores municipais da Raposa querem que tanto o prefeito quanto os vereadores da cidade tomem um posição e encaminhem logo a solução deste problema.  A entidade vai encaminhar ofícios ao prefeito Paraíba e a Câmara Municipal, cobrando o cumprimento deste acordo

Nelita Campos, presidente em exercício da ASISMU lembra que foram firmados compromissos durante a greve dos servidores da Raposa em 2010 e o principal deles foi o Plano de Cargos e Salários. “ O que conquistamos nesse processo é fruto da mobilização de todos os servidores da Raposa, articulados pela ASISMU e agora queremos que o prefeito e a Câmara Municipal da Raposa cumpram  os compromissos assumidos”, ressalta.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários