Poder

Comando de Lobão no Ministério é fraco e deixa a desejar

Uma reunião extraordinária acontecerá nesta segunda-feira, às 15h, para analisar questões relacionadas ao apagão que afetou o Nordeste do país. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, após tomar conhecimento do apagão que atingiu seis Estados do Nordeste no final de semana, e levou o ministério a uma “perturbação” no sistema elétrico da região, anda desesperado tentando evitar novos incidentes.

Lobão que se encontra em Nova York e participa de um encontro do Grupo de Alto Nível sobre Energia Sustentável Para Todos, ordenou que a reunião fosse dirigida pelo secretário executivo do ministério, Márcio Zimmermann.

O caos no Ministério comandado por Lobão ultrapassou a casa de 5 milhões de nordestinos que fora afetados em 20 a 30 minutos.

Para quem não lembra, no ano passado, ocorreu um problema bem parecido que atingiu 13,5 milhões de brasileiros em sete estados, do qual pessoas ficaram mais de 3h aguardando chegar energia em suas residências. Um verdadeiro absurdo!

Ocorre, porém, o problema iniciou na tarde de sábado e atingiu sequencialmente alguns Estados: Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Sergipe.

Companhia Energética do Maranhão (Cemar) que mantém uma subestação na cidade de Imperatriz, teve um equipamento danificado após uma explosão no local. Com isso, técnicos acreditam que o incidente pode ter provocado a queda de energia elétrica em toda a região.

Para técnicos renomados no quesito, o ministro Edison Lobão, não mostra capacidade e vem deixando muito a desejar quando o assunto é “apagão”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários