Poder

Castelo responderá às ofensas de Ricardo Murad em Facebook

Mensagem ofensiva publicada em facebook deve ser reparada.

O candidato a prefeito João Castelo (São Luís) ganhou o direito de veicular resposta às ofensas publicadas no facebook pelo secretário estadual Ricardo Murad (Saúde).

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão entendeu, seguindo o voto do juiz Luiz de França Belchior (relator da matéria), que a Justiça Eleitoral é sim competente para analisar a demanda, pois as mensagens postadas na rede social representaram propaganda eleitoral negativa ao candidato.

Os membros ainda afastaram a multa de 5 mil reais imposta pelo juízo da 2ª zona a Murad porque o direito de resposta em tela refere-se a publicações efetuadas na internet. Nesses casos, ainda que comprovado o caráter ofensivo ou injurioso das mensagens questionadas, a Lei 9.504 não prevê hipótese de aplicação de multa ao infrator.

Apenas a violação à vedação do anonimato ou a publicação ofensiva durante o programa eleitoral gratuito podem gerar multa. O julgamento aconteceu na sessão ordinária desta segunda-feira, 10.

ENTENDA

Na sentença de 1º grau, o juiz impôs multa a Murad e indeferiu o pedido de direito de resposta a Castelo por considerar que faltou o texto a ser publicado. No recurso ao TRE, Castelo argumentava que a exigência do texto só existe para os casos de ofensas formuladas na imprensa escrita, não se aplicando a norma para as publicações efetuadas na internet.

Já Murad alegou que a Justiça Eleitoral era incompetente para analisar o caso devido às mensagens questionadas não representarem propaganda eleitoral e sim, somente, críticas à Prefeitura de São Luís, refutando atos e falas de João Castelo na condição de prefeito da cidade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Castelo responderá às ofensas de Ricardo Murad em Facebook”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. otavio freitas

    Véi, na boa… esse Ricardo Murad é muito sem noção. Fiquei satisfeito que Castelo terá direito de resposta. Dizer que a pessoa tem que ser interditada é ridículo. Foi totalmente pessoal e nada a ver com “somente críticas à Prefeitura”.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários