Poder

O contraventor Pedro Teles…

Pedro Teles conspirou contra a pré-candidatura de Alderodo, a prefeito de Barra do Corda.

Pedro Teles será agraciado com a Secretaria de Finanças.

Pedro Teles será agraciado com a Secretaria de Finanças.

Contraventor: aquele que infringe as leis ou os regulamentos; é assim que Pedro Alberto Teles de Sousa é classificado com sua compostura que ultrapassa além do limite razoável.

A definição de contraventor, referida a Pedro Teles, filho do prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), se fez após ser preso em fevereiro do ano passado, considerado como o mentor do esquema de desvio de recursos de programas federais naquele município (reveja).

Na época, ele comandava a valiosa Secretaria de Finanças, onde obteve respeito e poder político em fazer o futuro sucessor de Nenzim, em Barra do Corda.

O poder adquirido por Teles in loco, hoje prejudica vários setores alinhados ao prefeito que buscam consenso na escolha do pré-candidato do grupo.

Desde o inicio do ano, o ex-secretário de Finanças mostrou está disposto no dia a dia lutando, travando duelos e conspirando contra os próprios aliados, a exemplo do cabo Hadroldo Cunha do Nascimento, mais conhecido como “Alderodo”, que retirou a sua condição de pré-candidato a prefeito de Barra do Corda após pressões sofridas (reveja).

As várias tentativas de Pedro Teles ao indicar o sucessor do próprio pai, começou pelo cunhado Aurean Barbalho, a sogra Helena Barbalho e depois com o ex-secretário de Finanças, Oliveira Florentino, que pediu afastamento do cargo visando ser o escolhido . Nos últimos dias, o contraventor sentiu-se entusiasmado com o ex-secretário do juiz da Segunda Vara, Antônio Filho, mais conhecido como Antônio do Cartório. Sem sucesso!

Por final, uma jogada desastrosa em lançar a pré-candidatura do vereador Carlito Santos, a prefeito de Barra do Corda, em troca de apoio político onde poderá ressuscitar a fênix das cinzas e retorna-la as Finança$ do município.

Com esse acordo, Teles inicialmente alugou uma casa ao lado da sua e pasmem: disponibilizou seu próprio motorista e uma caminhonete Hilux de sua propriedade para campanha política do seu indicado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários