Poder

Escolhida lista tríplice para o cargo de procurador-geral de Justiça

A comissão eleitoral presidida pela Procuradora de Justiça Ana Lídia de Melo e Silva Morais e composta também pelos Procuradores de Justiça José Henrique Marques Moreira e Cezar Queiroz Ribeiro acaba de anunciar o resultado da eleição para o escolha do novo procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual.

Foram eleitos para compor a lista tríplice encaminhada à governadora Roseana Sarney os candidatos Eduardo Jorge Hiluy Nicolau com 161 votos, Francisco das Chagas Barros de Sousa e Regina Lúcia de Almeida Rocha empatados com 154 votos. O desempate aconteceu pelo critério antiguidade, e a procuradora Regina Rocha ocupa a segunda posição entre os mais votados.

A governadora tem um prazo de até 15 dias para escolher, entre os três indicados, o próximo procurador-geral de Justiça do Estado do Maranhão. Caso a governadora não faça sua indicação nesse prazo, será automaticamente conduzido ao cargo o candidato mais votado.

A eleição para formação de lista tríplice a partir da qual será escolhido o novo procurador-geral de Justiça ocorreu durante esta segunda-feira, 15, em São Luís, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, e nas sedes das promotorias de Justiça de Imperatriz e Timon, das 8h às 17h.

Concorreram ao cargo para o período de 2012 a 2014 três procuradores e três promotores de Justiça que obtiveram o seguinte desempenho nas urnas: os procuradores de Justiça Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, obteve 161 votos, Francisco das Chagas Barros de Sousa e Regina Lúcia de Almeida Rocha empataram com 154 votos; Já o desempenho nas urnas dos promotores de Justiça foi o seguinte: Pedro Lino Silva Curvelo 140 votos, Gilberto Câmara França Júnior obteve 89 votos e José Cláudio Almada Lima Cabral Marques 79 votos.
Estavam aptos a votar todos os membros do Ministério Público (promotores e procuradores de Justiça) em atividade. De acordo com o artigo 5º da Resolução que trata da eleição, aprovada pelo Colégio de Procuradores de Justiça do Maranhão, cada eleitor pôde votar em até três candidatos dentre os inscritos. Alista tríplice foi composta com os nomes dos mais votados.

Para a atual procuradora-geral de justiça Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro o momento é de alegria. “Estou feliz de poder entregar ao próximo procurador-geral de Justiça um Ministério Público saneado e estruturado em espaço físico, com um maior número de promotores de Justiça e servidores e um orçamento com quase o dobro de recursos do que encontrei há quatro anos, portanto com uma maior autonomia para trabalhar e desenvolver suas ações administrativas”.

A Procuradora Fátima Travassos disse ainda já disparou o processo para realização de um novo concurso público para 28 novos promotores de justiça e também para servidores e isso segundo ela, vai aumentar a presença do Ministério Público nas comarcas tornando-o ainda mais próximo do cidadão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários