Poder

Presidente do TJ lamenta morte do jornalista Décio Sá

Presença de Décio Sá era constante no tribunal.

Presidente Guerreiro Júnior

Presidente Guerreiro Júnior

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, disse lamentar profundamente a morte do jornalista Décio Sá – a quem definiu como um bom amigo e profissional exemplar –, e pediu o empenho máximo do sistema de segurança do Estado para encontrar rápido os mandantes e executores do crime.

“Esse é um tipo de delito que pensei abolido no Maranhão. É óbvio que as notas e comentários do jornalista desagradam a muitos, mas daí recorrer a um assassinato para calar uma voz discordante é algo que eu, como magistrado, e também a sociedade, não entendemos e não concordamos”, enfatiza o presidente.

As ações da gestão de Guerreiro Júnior na presidência do TJMA, e assuntos do Judiciário maranhense e nacional, eram destaque semanal no Blog do Décio. Para o jornalista, o desembargador era fonte diária quando tinha dúvidas sobre matéria jurídica.

A presença constante no tribunal, Décio Sá esteve pela última vez no prédio do TJMA na tarde de sexta-feira (20) para acompanhar o anúncio da exoneração de assessores do Judiciário denunciados por suposta extorsão a um empresário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários