Poder

Deputado Marcos Play nega ligações com prostituição no Piauí

Marcos Play nega envolvimento com raparigagem

Marcos Play nega envolvimento com raparigagem

Irado! O deputado estadual Marcos Caldas (PRB) negou, na noite desta segunda-feira (16), durante sessão da Assembleia Legislativa do Maranhão, que seu nome estaria na lista dos investigados pela Polícia Federal, por manter ligações com prostitutas do Piauí.

Play, como é mais conhecido, foi alvo de graves denúncias nos últimos dias depois que portais do Piauí afirmaram que o parlamentar aparece em escutas telefônicas com amigas da jovem Fernanda Lages, que morreu em agosto de 2011, jogada de uma altura de 26 metros de um prédio de Teresina. Uma delas é Nayara Veloso, que promovia festas “prevê” e encontros de figurões da política e empresários com belas universitárias. 

De acordo com a certidão emitida pela Superintendência Regional da PF do Piaui, que diz. “Não encontrei registro de mandado de intimação em nome de Marcos Antônio de Carvalho Caldas, tampouco a existência de oficio instando tal pessoa para que faça uso de prerrogativa legal para prestar depoimento no interesse”, diz o documento distribuído pelo deputado aos jornalistas no termino da sessão.

Em discurso na tribuna, Marcos Play atribuiu as acusações proferidas contra ele como perseguições política, no qual se originou depois que assumiu o Governo do Estado.   

O deputado assumiu a cadeira nº 1 do Palácio dos Leões no final da manhã da última quinta-feira (5), mesmo sem prestígio no governo (reveja), Caldas foi diversas vezes desprestigiado no Palácio e desagradou membros do grupo Sarney por  não apresenta perfil para atuar no comando do Executivo Estadual. Veja abaixo a certidão emitida pela Superintendência:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários