Poder

Arnaldo Melo culpa colegas por 18 salários de deputados

Blog do Décio

Arnaldo Melo

Arnaldo Melo

Deputado de seis mandatos, há 24 anos, portanto, o presidente da Assembleia, o “balaio” Arnaldo Melo (PMDB), culpou os colegas pelo pagamento de 18 salários aos deputados do Maranhão.

“Eu cheguei e encontrei esta resolução já instalada. Encontrei uma resolução anterior na Casa que a mesa ainda não deliberou e que provavelmente, em breve, vai deliberar sobre a continuação ou não desta medida”, explicou o presidente decano ao Fantástico referindo-se aos ex-presidentes.

Antes deles comandaram a Casa Marcelo Tavares (PSB), João Evangelista (já falecido), Tatá Milhomem (PSD) e Manoel Ribeiro (PTB). No entanto o benefício se acentuou na gestão Evangelista. Marcelo assumiu e manteve a regalia

Presidente interino da Casa, Neto Evangelista (PSDB), filho do ex-presidente, aparece sorrindo na reportagemj dando a seguinte declaração ao ser questionado se no final do mês fica, como todo trabalhador, sem dinheiro para pagar suas despesas. “Tem mês que chega a faltar. Tem mês que chega a faltar, com certeza”, disse.

Já do deputado Doutor Pádua (PSD) diz que não se mantém “só” com os 18 salários de mais de R$ 20 mil por ano. manter? “Não. Acho que não seria possível.” “Muitas vezes nós tiramos do nosso próprio salário pra servir à população”, completa a colega Graça Paz (PDT).

A reportagem do Fantástico pecou por não relembrar a declaração de Tatá Milhomem ao Jornal da Globo mês passado. “O deputado não deixa de ser uma instituição de caridade”, disse no que tem certa razão.

Pior fez o líder do governo, César Pire (DEM)s, que aparece fugindo das câmeras do Fantástico.”Não quero me posicionar sobre isso, não”, disse. Reveja a reportagem.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários