Poder

Soliney Silva é acusado de agressão no Sindicato dos Servidores de Coelho Neto

Sindicalista é agredido

Sindicalista é agredido

A ação protagonizada pelo atual prefeito de Coelho Neto-MA no  localizado há 385 km de São Luis, início da noite do último sábado (24) na sede do Sindicato dos Servidores Municipais ato absurdo chocou a população do município. Tudo começou quando algumas pessoas que fazem parte da atual administração, entre elas a secretária de saúde, senhora Rosângela Curado, resolveram organizar e liderar uma “manifestação” de pessoas contratadas sem concurso público que se deslocou pela Avenida Santana com o propósito de ir à frente do sindicato onde haveria uma Assembleia Geral daquele sindicato em comemoração aos seus 23 anos de luta em defesa dos servidores municipais coelho-netenses. O motivo dessa “manifestação” seria  pelo fato de o sindicato pressionar o governo municipal a dá posse aos aprovados no último Concurso Público Municipal que já foi prorrogado uma vez e que perde a validade no mês de maio.

De acordo com o Blog do João de Sousa, O grupo de “manifestantes” a principio foi contido pela polícia militar evitando assim a invasão do sindicato, mas logo depois quando os sócios do sindicato se preparavam para iniciar a Assembleia foram surpreendidos pelo próprio prefeito da cidade que furou o cerco da polícia que estava cerca de 200 metros levando consigo todos os manifestantes e com chutes ele mesmo derrubou o portão do sindicato invadindo e agredindo algumas pessoas. Uma senhora contratada pelo sindicato para filmar o evento foi a primeira vítima do prefeito enfurecido que a agarrou pelo pescoço, a derrubou no chão, e com extrema violência tomou-lhe a filmadora. Uma brutalidade inenarrável.

Havia crianças no local e no desespero mães se trancaram com seus filhos nos banheiros da instituição. Câmeras fotográficas e alguns aparelhos celulares foram tomados com violência a mando do próprio prefeito que transtornado se preocupava em eliminar todos os registros de sua ação grotesca contra pais e mães de família. Pessoas simples e ordeiras. O dirigente sindical Lima Júnior foi uma das vítimas do grupo liderado pelo prefeito e ficou bastante machucado. A imagem fala por si.

O evento do sindicato foi comunicado com antecedência às autoridades policiais do município e o documento enviado tanto à polícia Civil quanto à polícia Militar já alertava a respeito dessa manifestação liderada por pessoas da atual administração e que isso poderia representar risco de violência e tentativa de invasão, mas infelizmente isso não foi o suficiente para evitar esse triste ocorrido.

O fato foi imediatamente comunicado ao vice-governador do Maranhão e cerca de 50 minutos depois chegou à cidade uma viatura do GOE e mais viaturas da Polícia Militar da Cidade de Caxias e Duque Bacelar. Os advogados do Sindicato Dr. Walkmar Neto e Dr. Tiago foram acionados de imediato pela Direção da instituição. Dr. Walkmar Neto mora na cidade de Caixas-MA, mas chegou junto com as viaturas policiais.

Sob orientação jurídica e com a garantia de sua integridade física as pessoas agredidas foram à Delegacia de Polícia registrar B.O e ao “Hospital Municipal” fazer exame de corpo de delito. A ida ao hospital foi acompanhada por uma viatura do GOE de Caxias-MA, visto que havia rumores de que o prefeito lá estaria aguardando a chegada dos sindicalistas.

O que se viu na noite de ontem (24) na cidade de Coelho Neto foi uma verdadeira afronta ao estado de direito. Prefeito invadir sindicato é algo jamais visto na história do Maranhão. Mas em Coelho Neto atualmente parece que tudo pode. Estranhamente, parece que tudo pode. Até quando seremos obrigados a suportar essa ditadura?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Soliney Silva é acusado de agressão no Sindicato dos Servidores de Coelho Neto”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Após agredir sindicalista, Soliney Silva é denunciado no Ministério Público : Neto Ferreira – Conteúdo inteligente

    […] prefeito de Coelho Neto ser acusado de agredir sindicalista (reveja), Representantes da sociedade civil do município de Coelho Neto (a 360km de São Luís) visitaram […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários