Poder

Policial acusado de assassinato está á solta em Paço do Lumiar

Blog do Moreira Neto

PM Sandro Morett Furtado em audiência no Fórum de Paço do Lumiar

PM Sandro Morett Furtado em audiência no Fórum de Paço do Lumiar

O jovem estudante Tárcio Kaique Pereira Pires , de apenas 18 anos de idade foi morto em plena praça do Viva Maiobão, no dia 09/12/2010, pelo Soldado da Polícia Militar Sandro Morett Furtado de Oliveira, com três tiros disparados contra o jovem que se divertia com seus amigos. O fato, é que somente um ano depois do assassinato, foi descoberto a verdadeira identidade do assassino, que já responde na Justiça comum pelo crime, através do Processo 1912010. A Srª Vânia Fernandes (mãe de Kaíque, como era chamado), nos explicou como tudo começou:

“Meu filho saiu de casa para se divertir com seus amigos na Praça do Viva Maiobão, pois, naquela época era muito frequentado pelos jovens, quando veio esse PM e passou com seu veículo por cima do pé e ainda o retrovisor do carro chegou a bater no ombro do meu filho que estava com um litro de plástico de energético VULCANO. Meu filho não gostou e foi tirar satisfação, perguntado se ele era dono da rua para se comportar daquela maneira, foi quando esse policial que estava a paisana entrou novamente no veículo e pegou sua arma e disparou três tiros contra o meu filho, sendo que os dois disparos falharam e apenas o último disparo atingiu meu filho que já estava um pouco longe (estava correndo). O tiro pegou na região do tórax, meu filho, passou doze dias na UTI do Hospital Socorrão II e não resistiu”.

Vânia Fernandes (mãe do jovem de Kaique, assassinado por PM

Vânia Fernandes (mãe do jovem de Kaique, assassinado por PM

O caso espantoso é que ninguém queria falar o nome do PM Sandro Morett, a família do jovem percorreu os quatro cantos do município de Paço do Lumiar no afã de encontrar pistas que levasse ao assassino, haja vista, a própria polícia não ter pistas e nem paradeiro do PM. Todo o trabalho intensificado por parte da família que ainda se encontra muito abalada e desmotivada com a lentidão nas investigações, fizeram com que arregaçassem as mangas e fossem atrás do assassino, que ninguém conhecia e nem sabiam que se tratava de um policial militar, nem mesmo a família que só pôde visualizar o assassino no dia da primeira audiência ocorrida no fórum de Paço do Lumiar no dia 27/02/2012.

Após a descoberta, a família do jovem estudante Kaíque (como era chamado),  ficou mais chocada ainda, por se tratar de um “homem da Lei”, aonde seu próprio juramento, ao ingressar na corporação militar o leva a prometer dedicar-se inteiramente ao serviço policial-militar. Um absurdo!

O pior de tudo isso, foi o referido Policial Militar Sandro Morett, comparecer à Delegacia do Maiobão, com um veículo roubado de placas JHC-0403, fato descoberto pela própria família ao pesquisar os dados do veículo no sistema do Detran. O referido veículo, segundo a jovem Talita (irmã da vítima), é de propriedade da professora Eliane Bernardete Tonello, residente no estado de Brasília-DF, e teve seu veículo roubado no pátio da faculdade.

Ivaldo Magno (Pai do jovem estudante Kaíque)

Ivaldo Magno (Pai do jovem estudante Kaíque)

O assassino PM Sandro Morett, disse ao delegado Dr. Arlindo Assunção, que não sabia da procedência do veículo e que havia apenas comprado de outro policial. Será que estamos cercados de bandidos revestidos de policiais? Aonde fica nossa segurança? É lamentável que uma situação de tamanha gravidade que envolve um policial militar em morte e possível receptação de de veículo roubado, continue trabalhando normalmente como policial militar.

Os líderes estudantis de Paço do Lumiar, representando a União Nacional dos estudantes – UNE e a União Municipal dos estudantes de Paço do Lumiar – UMESP já se organizam para promover um grande protesto em favor da vida e contra atos de impunidade. Uma grande passeata pelas ruas do Maiobão será travada para que seja feita Justiça.

Ao terminarmos nossa pequena matéria perguntamos à Srª Vânia Fernandes, o que ela gostaria de receber neste dia 08 de Março, que representa o Dia Internacional da Mulher:

“O que efetivamente eu gostaria de receber neste dia é impossível, pois, gostaria de ter meu filho de volta mas, é impossível. Portanto, quero apenas que seja feito justiça, (em prantos), só justiça, que ele pague pelo crime que cometeu, só isso!”. Disse,  Vânia Fernandes

Publicaremos no decorrer desta semana um vídeo exclusivo, que relata a mãe do jovem Kaíque explicando detalhadamente a história que culminou no assassinato do seu filho.

A próxima audiência está marcada para o dia 03 de Abril do corrente ano, iremos acompanhar de perto para manter todos informados do desenrolar desta história comovente envolvendo um assassino policial.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários