Poder

Polícia elucida homicídio do Cabo do Corpo de Bombeiros

Acusado

Acusado

Um trabalho de investigação realizado em conjunto pela Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e do Grupo Tático Aéreo (GTA), com o apoio do Serviço de Inteligência do Corpo de Bombeiros (CBMMA), culminou na prisão e apreensão de três envolvidos no assassinato do Cabo do Corpo de Bombeiros, Gilson Carlos Evangelista. O crime ocorreu na tarde do último domingo, (25), após uma discussão no trânsito.

Dentre os acusados encontram-se dois adolescentes, um de 16 e outro de 17 anos, além de Anderson Bruno Gomes Rocha, de 21 anos. Com eles, foram apreendidos a arma do crime, um revólver calibre 38 e o veículo envolvido na ocorrência no trânsito, um Corsa Classic, de cor preta, de placa NXG-5361. Os envolvidos foram localizados no bairro do João de Deus após levantamentos e denúncias anônimas recebidas pela polícia.

De acordo com o depoimento das testemunhas, a autoria do crime e a posse da arma foram apontadas ao adolescente de 17 anos. O outro menor de idade é irmão do suposto autor. Eles teriam estado no momento da discussão de trânsito com a vítima.

Ainda com base nos depoimentos, Anderson Bruno ficou responsável pela arma utilizada no crime. O revólver foi apreendido em sua residência no bairro João de Deus.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários