Poder

Partidos ameaçam levar João Castelo na Justiça contra licitação de R$ 3 bilhões

Prefeito João Castelo

Prefeito João Castelo

Os líderes dos partidos que hoje fazem oposição ao prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), se reuniram na tarde da última sexta-feira, 16, na sede do PP na Lagoa da Jansen, para definir as medidas que serão tomadas contra a licitação de R$ 3 bilhões para limpeza pública da capital.

Na ocasião, estiveram presentes a deputada estadual Eliziane Gama (PPS), o presidente do Diretório Estadual do PCdoB Marcio Jerry, o ex-deputado federal Roberto Rocha (PSB), o deputado federal Edivaldo Holanda Júnior, o presidente do PPS Paulo Matos, além dos vereadores de São Luís, Rose Sales (PCdoB) e Professor Geraldo.

Vários dirigentes partidários que participaram da reunião concordaram em acionar na justiça o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), pela intenção do gestor em assinar um contrato que irá aumentar muito mais o custo da coleta de lixo e serviços de limpeza urbana de São Luís.

A licitação prevê gastos de R$ 3 bilhões em 20 anos, com um custo anual de R$ 155 milhões, sem considerar os reajustes previstos em contrato e a disposição final do lixo em aterro privado, instalado fora de São Luís.

No ano passado, foram contratadas duas empresas em caráter emergencial, Limpel e Vita. Os contratos emergenciais de valores exorbitantes foram firmados sem licitação, no qual o Ministério Público chegou a apurar vários indícios de superfaturamento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários