Poder

Mesmo Castelo doente, professores fazem manifestação em frente à prefeitura

O Estado do Maranhão

Foi adiada para a segunda-feira, dia 2 de abril, a reunião de professores da rede municipal de ensino em greve com o prefeito João Castelo e o secretário municipal de Educação, Othon Bastos. A audiência, que estava marcada para a tarde de ontem (29), não ocorreu porque o prefeito se sentiu mal e foi internado na noite de quarta-feira, dia 28.

Mesmo com o contratempo, os docentes fizeram novo ato público como forma de demonstrar sua insatisfação com o descaso com a educação pública, que alegam tratar-se de reflexo da má administração do prefeito João Castelo.

A manifestação, chamada de 5ª Marcha em Defesa da Educação Pública Municipal de Qualidade, teve início às 15h, com concentração em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, na Praça Deodoro, de onde os grevistas partiram em direção ao acampamento montado em frente ao Palácio La Ravardière, sede da prefeitura, na Praça Pedro II.

Durante a caminhada, os manifestantes fizeram apitaço e gritaram palavras de ordem. Por causa da passeata, o trânsito, principalmente na Rua do Sol, por onde os grevistas marcharam, ficou congestionado. Os professores ratificaram que só deixarão o acampamento quando todas as reivindicações da categoria forem atendidas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários