Poder

JP dá "barrigada" ao dizer que Carlos Filho e Marcos Play foram notificados pela Polícia Federal

O Jornal Pequeno informou que os deputados Carlos Filho (PV) e Marcos Caldas, o Marcos Play foram notificados pela Polícia Federal do (PI) para dá depoimentos no inquérito que investiga a morte de Fernanda Lages, em Teresina.

De acordo com o Portal Az, se baseando em informações que seriam exclusivas do JP, os parlamentesres teriam direito de marcar hora e data dos depoimentos.

A notificação da Polícia Federal teria sidorecebida na noite de onte, 29, por Marcos Play e Carlos Filho. Uma grande mentira!

E mais: o Portal AZ de Teresina pagou o maior “mico” ao acreditar em uma afirmação sem comprovação, no qual chegaram a jogar uma parcela da investigação no advogado maranhense Ronaldo Ribeiro.

Leia abaixo a barrigada do JP e reproduzida e do Portal AZ:

Deputado Marcos Caldas

Deputado Marcos Caldas

Os deputados maranhenses Marcos Caldas, o Marcos Play e Carlos Filho foram notificados pela Polícia Federal para prestarem depoimentos no inquérito que investiga a morte da estudante de Direito Fernanda Lages, ocorrida em agosto do ano passado, em frente à obra do MPF, em Teresina.

Marcos Play já foi citado em diversas ocasiões por envolvimento direto com Nayra Veloso, a Nayrinha, que cumpriu prisão temporária, semana passada, por suposto envolvimento com o crime da estudante Fernanda Lages.

O deputado, ao telefone com o Portal AZ chegou a negar qualquer participação sua com ‘raparigagem’ em Teresina, segundo sua própria expressão, e desafiou quem mostrasse também suas ligações com Nayrinha. Há depoimentos de amigas de Nayrinha de que ela sempre andava numa camioneta Hillux de propriedade de Marcos Caldas, com direito a motorista, indo recebe-lo no aeroporto de Teresina.

Carlos Filho

Carlos Filho

O deputado estadual Carlos Filho (foto au lado) é ex-genro da governadora Roseana Sarney.

Advogado de Nayrinha teme sair da condição de defensor para acusado

Por Eric Costa

O advogado Ronaldo Ribeiro, que defende a estudante Nayra Veloso no caso Fernanda Lages e, também, advoga para o deputado Marcos Caldas, disse ao Portal AZ por telefone na manhã desta sexta-feira (30) e falou sobre a informação de que a Polícia Federal teria notificado parlamentares do Maranhão para prestar depoimento no inquérito que apura a morte de Fernanda.

Ronaldo Ribeiro disse que não está se sentindo bem em ver o nome dele sendo falado na mídia quando o assunto é Fernanda Lages. O advogado disse que só entrou na defesa de Nayra porque a família dela pediu.

O senhor foi intimado pela PF?

“Isto é mentira, eu não fui intimado! Eu nunca falei com ninguém da Polícia Federal sobre este caso. Quero deixar bem claro que eu confio no trabalho deles e que acredito que logo eles vão chegar aos envolvidos”, disse ele.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários