Poder

Fábio Câmara, o cidadão que dribla o sufoco com ousadia

Ao contrário do que muitos pensam Fábio Rogério Barbosa Câmara, de 38 anos, é uma figura carismática que cumprimenta a todos, independente de classe ou de religião e atende a quem o procura com extrema educação.

Ex-entregador de revista, ex-lavador de carro e ex-faxineiro quando ingressou no PMDB, partido do qual faz parte há 16 anos, ele trabalhou na sede um longo período na parte de serviço gerais, onde fez grandes amizades, Fábio Câmara é um cidadão que driblou e ainda dribla, o sufoco com ousadia.

Fábio durante visita a moradora da Zona Rural

Fábio durante visita a moradora da Zona Rural

Suplente de vereador na capital, onde obteve expressa votação e pré-candidato novamente em São Luís, Negão Câmara, como gosta de ser chamado pelos amigos, nasceu no povoado do município de Cajari, interior do Maranhão.

A sua infância e adolescência com os 4 irmãos deixam-lhe saudades, apesar das dificuldades financeira dos pais, José Ribamar Câmara e Firmina Barbosa Câmara, ainda vivos.

A mãe que era costureira, para ajudar no orçamento doméstico, batalhava no dia a dia para o sustento dos filhos.

Garoto nos tempos das peladas no final da tarde que batia com os colegas dos bairros Lira, Belira, Macauba e Madre Deus, hoje Fábio Câmara é considerado uma grande liderança na região do centro da capital.

É conhecido como uma criança pobre que veio do interior e luta por beneficio em prol da população, ajudando diariamente nas comunidades carentes de São Luís pessoas doentes e que passam dificuldade para se alimentar.

Recentemente, Fábio Câmara passou por um grande sufoco quando se deslocava de Timon para São Luís abordo de um avião Hing Air, acompanhado de um secretário de estado, um deputado e demais. A aeronave estava apresentando problema no trem de pouso, que quase resultou em tragédia, mas graças a “unha santa” de Câmara, que conseguiu alcançar a pequena peça, salvou a vida de todos.

São esses e outros obstáculos ultrapassados ao longo de sua vida, que o tornou um homem simples e derradeiro iluminado por “Deus”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários