Poder

Prefeito acusa Antônio Pereira e Tatá Milhomem de compra de votos

Deputados Antônio Pereira e  Tatá Milhomem

Deputados Antônio Pereira e Tatá Milhomem

O prefeito da cidade de Buriticupu Antônio Marcos de Oliveira, o “Primo” (PDT), desta vez passou dos limites ao ser entrevistado em uma rádio local e fazer diversas acusações contra dois parlamentares de forte representação do Governo Roseana.

Na entrevista, o prefeito afirmou que o deputado estadual Antônio Pereira (DEM) que controla a Oscip “Bem Viver”, comprou um apoio político no município de Buriticupu que lhe rendeu cerca de 2 mil votos ao valor de R$ 10 mil reais mensais.

E pior. O gestor reforçou á acusação em nova afirmação dizendo que ligou para o parlamentar, e ao falar com ele sobre uma possível ajuda ao município. Na ocasião, Antônio Pereira disse que os votos obtidos na região foram todos comprados.

“Eu liguei pra ele e ele disse. Não rapaz os meus votos foram todos comprados”, diz o deputado Antônio Pereira.
Depois de acusa-lo na compra de votos, Antônio Marcos de Oliveira direcionou contra o deputado Tatá Milhomem que também teria participado do mesmo jogo ilegal na compra de votos.

Um prato cheio para a procuradora eleitoral Carolina da Hora.

Confira abaixo o áudio de fortes acusações feitas contra Tatá Milhomem e Antônio Pereira:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Prefeito acusa Antônio Pereira e Tatá Milhomem de compra de votos”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. João

    UM ARROGANTE COMO TATA MILHOMEM GANHAR ELEIÇÃO SO SE FOR ASSIM.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários