Poder

Juiz imprudente causa acidente na Jerônimo de Albuquerque

Uma ação completamente imprudente no trânsito quase deixa vítimas na noite desta quinta-feira (16) em São Luís, próximo aos apartamentos localizados no bairro do Ipem Angelim.

O acidente envolvendo um ônibus e quatro carros ocorreu por volta das 20h30min desta quinta-feira, quando ao invadir o sinal vermelho na Avenida Jerônimo de Albuquerque, o veículo Hyundai/Santa Fe sem placas, conduzido pelo juiz Valfrei de Araújo Oliveira, que para evitar um choque com um veículo Volkswagen/Gol NF de placas NMR-4896 conduzido por José Erasmo de Sousa Lira, acabou desviando pegando o sentido contraria da via, colidindo com outros  2 veículos, um Volkswagen/Gol Geração 4 de placas NMV-0259 de cor prata, conduzido por Mackson Silva Penha, e um ônibus de viagem da empresa Prime Plus de placas ATN-7961, de São Luís que estavam parados no sinal vermelho.

Já o Gol geração 4 que seguia em direção a Cohab com quatro tripulantes, ficou totalmente destruído decorrente da colisão.

Felizmente, não houve feridos apenas danos materiais em ambos os carros. Abaixo as imagens do acidente:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Juiz imprudente causa acidente na Jerônimo de Albuquerque”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Rossana

    Neto, parabéns por este registro. Só fui entender por que os maiores sites de noticias desta Cidade não divulgaram esse acidente, depois que li aqui o causador originário!! Êitah Estado, êitah São Luis.

  2. Carmen Lúcia

    Concordo com vc Rossana, infelizmente não é somente em nosso estado, é no nosso país inteiro. Vivemos na mais pura impunidade. Parabéns Neto!

  3. Marco Aurélio

    Galera!!! Isso foi só mais um acidente de trânsito, nada mais como qualuqer outro, se o car é Juiz ou não, isso não altera em nada as responsabilidades, ele vai responder aos procedimentos normais, qualquer pessoa que foi o culpado alí, não seria preso nem nada… As leis é que são fracas…

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários