Poder

Acusado pela morte de advogada é preso

Suposto assassino da advogada

Suposto assassino da advogada

Na madrugada desta quarta-feira (01), policiais da Superintendência de Polícia Civil da Capital juntamente a Superintendência de Polícia Civil do Interior, realizaram a prisão de Tiago de Sousa, que é acusado pela morte da advogada Geysa Rocha Pires, no dia 20 de novembro do ano passado. A prisão de Tiago ocorreu após informações serem repassadas ao Disque Denúncia [3223 5800 – capital e 0300 313 5800 – interior]. No intuito de receber a demanda necessária para a elucidação do caso, a central chegou a divulgar cartazes com fotos de Tiago de Sousa e sua namorada Vanessa Matos, que acabou se apresentando para a polícia em Dezembro do ano passado.

Pela central Disque Denúncia foram totalizadas cerca de 13 denúncias, e na manhã de ontem uma denúncia imediata com a localização de Tiago, resultou na prisão. Ele foi surpreendido no município de Buriticupu, em um Posto de Gasolina. Segundo informações policiais, ele estava em um veiculo S10 locado e se dirigia para casa de familiares em Açailandia, no povoado de Curicas.

Tiago de Sousa que estava acerca de três meses na Zona Rural de Vitorino Freire, estaria mantendo uma relação com uma jovem que está grávida de um mês. Ainda segundo informações, o acusado havia se envolvido em uma tentativa de homicídio no município de Buriticupu. Um vaqueiro da localidade foi alvejado com cerca de dois tiros após uma discussão com Tiago.

Ele que já foi preso por porte ilegal de arma de fogo e participação em um assalto na região metropolitana, será encaminhado para a sede da Delegacia de Roubos e Furtos, onde vai ser ouvido pelo delegado Paulo Hertel.

Entenda o caso – A advogada Gêyza Rocha Pires, de 34 anos, foi encontrada morta na manhã do dia 20 de Novembro de 2011, com perfurações de faca na região do pescoço, em um lixão situado na Praia de Panaquatira, município de São José de Ribamar. A vítima estava sem os documentos e sem o carro, um Corsa Hatch preto (NHL-2808).

O casal foi identificado por meio de imagens de câmeras instaladas na rua da casa da vítima. Tiago de Sousa, 26 anos, e Vanessa Matos, 20 anos, teriam utilizado um dos cartões de crédito da vítima um dia após o crime em um salão de beleza, em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Acusado pela morte de advogada é preso”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Rogéria

    Nós familiares de uma das vítimas, enfim respiramos aliviados pela prisão desse assassino, agrademos ao empenho da polícia que não mediu esforços para capturá-lo. A justiça de Deus temos certeza de que terá e a dos homens esperamos que seja feita…pq “Tia Debra”, que foi arrancada do nosso meio tão bruscamente, nunca mais iremos ver, nem ouvir sua voz, sentir seu abraço, ouvir suas doces palavras… mas os assassinos e cúmplices irão viver pra pagar dia após dia todos os crimes, todo sofrimento, cada lágrima derramada. E por fim aqueles que, mesmo com todas as evidências, não acreditavam que eles haviam cometidos tais atrocidades…dizemos apenas para que leiam a confissão do assassino Thiago de Sousa.

  2. DEBORAH COSTA

    E TRISTE VE Q ACONTECE,HJ ESSA BANDIDA Q AJUDOU ESSE ASSASSINO ESTA SOLTA,VIVENDO BEM COMO S NADAD TICVESSE ACONTECIDO,A VADIA ESTA NA CIDADE DE LIMA CAMPOS MARANHAO…

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários