Poder

Rita Lee alega que agiu por emoção, diz delegado sobre show em SE

Do G1

O delegado Leoginis Correa, da Delegacia Plantonista de Aracaju, afirmou neste domingo (29) que, em seu depoimento, a cantora Rita Lee alegou ter agido por emoção em seu show de despedida na Barra dos Coqueiros. A cantora foi detida porque teria xingado policiais que faziam a segurança no local de “cachorros” e “filhos da puta”, segundo testemunhas.

“O delegado de plantão no evento, Carlos Frederico Murici, expediu um mandado de intimação, que solicitava que a cantora comparecesse à Corregedoria de Polícia Militar para dar explicações sobre o ocorrido, o que não foi acatado por ela. Diante da negativa, ela foi comunicada que deveria se dirigir à Delegacia Plantonista de Aracaju”, explicou o delegado Leoginis.

Leoginis afirma que, em seu depoimento, a cantora disse que toda a ação foi gerada pelo calor das emoções e por ter achado truculenta e desnecessária a ação dos policias com seus fãs. Rita Lee, ainda de acordo com o delegado, citou como suas testemunhas a ex-senadora e vereadora de Maceió, Heloísa Helena (PSOL-AL), e a deputada estadual do Rio de Janeiro Janira Rocha (PSOL-RJ), que não compareceram à delegacia, mas que estariam presentes no show

Pouco após show, cantora seguiu para delegacia por críticas feitas a policiais (Foto: Reprodução/TV Sergipe)

Pouco após show, cantora seguiu para delegacia por críticas feitas a policiais (Foto: Reprodução/TV Sergipe)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários