Poder

Prefeitura do Rio desliga o som do show de Latino

Cantor paga mico em show

Cantor paga mico em show

O que era para ser uma festa perfeita, terminou em barraco na zona sul do Rio no último dia de 2011. De acordo com o colunista Leo Dias, do jornal O Dia, no fim do show de Latino, no palco principal da Praia  de Copacabana, a Prefeitura do Rio resolveu mandar desligar o som.

Isso aconteceu porque o o DJ francês David Guetta, que iria tocar logo depois, não gostou de ver Latino se apresentando como DJ e ameaçou não subir mais ao palco montado na areia da praia. O colunista afirma que o clima ficou muito tenso nos bastidores e Latino saiu do palco sem se despedir do público. Quem estava nos bastidores, garante que por muito pouco Latino e Antônio Pedro Figueira de Mello, presidente da Riotur, não se agrediram. A discussão entre eles foi intensa e na frente de muita gente.

Pelo Twitter, Latino tentou amenizar a situação:

“Foi porque o tempo permitido já tinha esgotado. Quando me toquei já era tarde”.

Mas pela lista de músicas fornecida pela organização, ele saiu do palco faltando cantar três canções. David Guetta entendeu que Latino não estava atuando apenas como cantor, como havia sido anunciado.

Procurada, assessoria de imprensa do Réveillon de Copacabana, enviou uma nota oficial para a coluna.

“A organização do evento lamenta que foi necessário interromper o show do cantor Latino antes do fim da gravação do DVD na sua apresentação no Réveillon de Copacabana. Porém, o cantor não cumpriu o tempo combinado para o seu show”

Fonte: O Fuxico


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários