Poder

Prefeito de Barra do Corda persegue grupo de professores e não paga 14º salário

Prefeito e Barra do Corda

Prefeito e Barra do Corda

No dia, 16, de dezembro de 2011, a Secretaria de Educação em Barra do Corda convocou todos os professores da rede pública municipal para uma reunião ás 15h na Câmara Municipal de Vereadores para falar do rateio. Na verdade, não houve conversa, o que realmente ocorreu foi que o prefeito acompanhado do filho deputado Rigo Teles anunciaram que dia, 20, de dezembro seria pago a segunda parcela do décimo terceiro e o décimo quarto salário para todos os professores efetivos e contratados. O que não aconteceu!

Manoel Mariano de Sousa, o “Nenzim” deixou de beneficiar os demais profissionais da educação (merendeiras, vigias, ASG’s e agentes administrativos) que também tem direito aos recursos do fundo e logo após a “reunião”, começaram os boatos de que os professores que entraram na justiça para receber o rateio referente ao ajuste do Fundeb/2010, chegando a mais de R$ 2 milhões que o município recebeu em 29/04/2011.

A confirmação foi quando vários professores dirigiram-se aos caixas bancários e encontraram em suas contas somente o restante do décimo terceiro salários. O que aconteceu em Barra do Corda, foi que a administração não se manteve impessoal e nem respeitou o princípio da isonomia, isto é, todos são iguais, não pode haver distinção, segundo a CF de 1988 art. 5º.

Os professores prejudicados a maioria do grupo de oposição de Barra do Corda se reuniram com o mesmo advogado que processou a prefeitura no caso do ajuste do fundo, e também impetrou outra ação contestando o ato deplorável de Nenzim.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Prefeito de Barra do Corda persegue grupo de professores e não paga 14º salário”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Pedro

    Vocês não entendem, esse dinheiro será gasto no carnaval, pra mostrar para os turistas que ele é mesmo o melhor prefeito do Brasil.

    Parabéns prefeito!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários