Poder

Membros do grupo Lobão são fortes no governo Roseana Sarney

Blog do Luis Cardoso

Os defensores do nome do ministro de Minas e Energia para a disputa interna no grupo da governadora Roseana Sarney para a eleição de 2014 não são fracos.

O principal articulador é o cunhado de Roseana, o secretário de Saúde, Ricardo Murad, que, além de aliado de Lobão, trabalha para enfraquecer nomes fortes como o do chefe da Casa Civil, Luis Fernando.

Foi da cabeça dele a idéia espalhada por amigos seus de que o ex-prefeito de Ribamar estaria sofrendo um lento processo de desgaste e que iria pedir demissão do cargo. Murad não assimilia até hoje o fato de deixar escapar a presidência da Assembleia Legislativa. E responsabiliza Deus, o mundo e Raimundo pelo fracasso de seu projeto pessoal.

Murad sonha um dia ser governador. E só enxerga essa possibilidade se conseguir do grupo a aceitação de Lobão como candidato único à sucessão da cunhada.

O secretário sabe que sua única chance reside na eleição de Lobão em 2014. E aguardar que possa ser ele o sucessor de Lobão em 2018 ou 2022. Murad, agindo assim, imita o senador José Sarney, que faz política com os olhos voltados para o futuro do grupo.

Lobão tem méritos e apoio da classe política, sendo boa parte dos prefeitos. Mas junto aos deputados estaduais e federais a rejeição derruba o apoio.

A governadora tem preferência declarada por Luis Fernando, embora não tenha dado a ele a autonomia para resolver problemas do governo que afetam diretamente a classe política ou segmentos importantes da sociedade.

Mas o grupo permanece unido e forte em todo o Maranhão. Roseana ganhou a eleição de 2010 no primeiro turno com diferença apertada por causa da rejeição ao seu nome, notadamente da classe política.

Flávio Dino permanece sendo o nome mais forte da oposição para disputar a eleição de 2014, isto se não se atrapalhar agora em 2012. Mas a oposição no Maranhão sempre se divide no início, metade e final do processo eleitoral. Sempre foi assim que o grupo Sarney ganhou as eleições.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários