Poder

Acorda Guerreiro Júnior! TJ-SP investigará gestões anteriores do Tribunal

Folha de S. Paulo

Desembargador Ivan Sartori toma posse no TJ-SP

Novo presidente do TJ-SP, desembargador Ivan Sartori

A nova gestão do TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo vai investigar os pagamentos feitos pelas administrações anteriores para apurar supostos casos de desembolsos ilegais ou feitos de forma privilegiada.

“Já pedi um levantamento para o setor próprio de todos os pagamentos adiantados e pagamentos indevidos. Isso vai ser entregue e eu vou instaurar um procedimento. Vou falar com os colegas, chamar um a um e vamos ver o que eles têm a dizer. Esse procedimento vai andar e nós vamos resolver isso”, disse o novo presidente da Corte, desembargador Ivan Sartori, que tomou posse hoje.

Sartori assume o TJ-SP, para um mandato de dois anos (2012-2013), em meio a uma crise que coloca sob suspeita ao menos 17 de seus membros.

Em uma eleição de dois turnos, ele bateu o atual presidente José Roberto Bedran por 164 votos a 147. O colégio eleitoral é formado por 353 desembargadores. No primeiro turno, Sartori recebeu 148 votos, um a mais que Bedran.

Pela regra do tribunal, para que não houvesse segundo turno, um dos candidatos deveria receber mais da metade dos votos. A norma só vale para o primeiro turno.

A diferença aconteceu porque, no primeiro turno, foram 8 votos em branco, 5 nulos e 45 abstenções. Já, no segundo, foram 3 votos em branco, 2 nulos e 37 abstenções.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários