Poder

Enquanto Zé Vieira e Lisboa degustam caviar e whisky, Bacabal permanece na miséria

Zé Vieira e Lisboa esbanjam em festas particulares

Zé Vieira e Lisboa esbanjam em festas particulares

Enquanto a população da cidade pacata de Bacabal padece com a falta de assistência e atenção da classe política, o deputado federal José Vieira Lins (PR) esbanja promovendo festas particulares para agradar lideranças políticas, e aproveita para reatar cada vez mais os laços de amizades com o atual prefeito Raimundo Nonato Lisboa.

No local, apenas os convidados selecionados participaram da festa regada um bom e velho whisky importado, vinhos de ótima qualidade, além de caviar prato favorito do parlamentar conforme observa-se no (vídeo abaixo). A farra contou com a presença do prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa (ex-desafeto de Zé Vieira), lideranças e vários secretariados ligados ao deputado.

Este fato, longe de ser isolado, reflete o sentimento preponderante em Bacabal: enquanto os políticos se divertem, o povo sofre com a péssima administração. Este sentimento apenas relembra a situação de mazela política em que vive a cidade.

A cidade de Bacabal atualmente não vive o seu melhor momento político-administrativo. O município sempre esteve neste indicie de pobreza e falta de geração de empregos.

Há décadas que Bacabal vive uma alternância de administrações incompetentes, nas pessoas do ex-prefeito Zé Vieira – oportunistamente hoje no (PR) – e de Raimundo Lisboa (PDT).

A gestão de Lisboa é marcada pela falta de geração de empregos significativos, falta de política de atenção aos jovens, ruas da periférica- com as suas necessidades básicas de recolhimento de lixo e pavimentação asfáltica nos principais bairros do município.

A triste realidade de inoperância do Poder Executivo está a subserviência do Legislativo Municipal, que tem em suas cadeiras marionetes a serviço unicamente dos ditames de uma administração falida. Se por um lado há lentidão em atender às necessidades da população, por outro o prazer de esbanjar em festas. Mas o que eles festejam mesmo?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários