Poder

DEM aposta em eleições para recuperar força política em 2012

Nos últimos dois anos o DEM perdeu suas duas maiores estrelas: José Roberto Arruda caiu do governo do Distrito Federal acusado de corrupção e o prefeito Gilberto Kassab abandonou a sigla para criar o próprio partido.

Ao sair, o prefeito arrastou consigo um de cada cinco deputados federais da oposição e promoveu baixas consideráveis nas bancadas de vereadores e prefeitos do DEM.

Mesmo desidratada, a legenda ainda tem direito a uma fatia expressiva do tempo reservado para a propaganda dos partidos na TV e acha que pode se recuperar nas próximas duas eleições.

No ano que vem, mira as capitais e os municípios com mais de 200 mil habitantes para remontar a base. Acredita ter candidatos competitivos em cidades como Aracaju, Fortaleza e Campo Grande e tenta viabilizar aliança para lançar o deputado ACM Neto em Salvador.

De resto, trabalhará para fazer coligações. Em São Paulo, por exemplo, mantém conversas com o PMDB e o PSDB e espera, numa conta otimista, chegar a cinco vereadores –tinha sete, mas perdeu quatro para o PSD de Kassab.

Em 2014, o partido pretende relançar líderes históricos para a Câmara. O ex-vice-presidente Marco Maciel (PE) e o ex-senador Heráclito Fortes (PI), por exemplo, concorreriam a deputado federal.

Com a votação deles, o DEM espera puxar mais deputados e ampliar a bancada. “Ficaram no DEM os que têm compromisso. E as próximas eleições nos dirão se isso ainda rende votos no Brasil”, provoca o presidente da sigla, senador José Agripino Maia (RN).

Da Folha de S. Paulo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “DEM aposta em eleições para recuperar força política em 2012”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Edgar

    Acho que sem o Arruda o DEM não tem nenhuma chance nas próximas eleições, eu estou com Arruda e não abro mão, ele foi o melhor governador que o DF já teve, fez muito em pouco tempo.. imagine se ele ficasse os 4 anos!!!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários