Poder

Bancários voltam a se reunir para avaliar propostas da Fenaban

O Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEB-MA) convoca toda a categoria para nova assembleia geral a ser realizada, nesta sexta-feira às 17h, para avaliar e deliberar sobre as propostas da Fenaban e do Governo Federal.

 Muita conversa e proposta insignificante. Esse foi o resultado parcial da negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) realizada, nesta quinta-feira (13), em São Paulo.

 A rodada teve início às 16h e entrou pela noite, mas nada ficou acertado. Os patrões ofereceram reajuste de 8,4%, índice muito inferior aos 17,45% oferecidos pelo Banco Regional de Brasília (BRB) aos seus empregados.

 A proposta foi rejeitada ainda na mesa, pois não atende às reivindicações da categoria nacional. Para se ter uma ideia, o reajuste proposto apenas repõe a inflação e representa aumento real de míseros 0,94%.

 Diante dessa proposta pífia, as negociações foram interrompidas e serão retomadas nesta sexta-feira (14) às 10h.

 Negociação com a Fenaban

 Durante a reunião, os patrões disseram que era importante “as partes construírem uma proposta juntas”, mas o índice de 8,4% apresentado, além das negativas sobre outras questões de interesse da categoria (PLR, piso salarial), só comprovam que o discurso dos bancos é um engodo.

 Os trabalhadores reforçaram a posição de lutar pelo aumento real de salário e reiteraram que não haverá acordo sem a elevação do piso salarial, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), além de discussões sobre as questões específicas dos empregados dos bancos públicos.

 Como não houve avanço na mesa com a Fenaban, as negociações com a Caixa Econômica e o Banco do Brasil foram adiadas para hoje (14), após o desfecho das conversas com os banqueiros. Após 18 dias do início da greve nacional da categoria, os bancários esperam que a classe patronal, finalmente, apresente uma proposta aceitável.

(Imirante.com)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários