Poder

Quem lucra com a festa dos 400 anos de São Luís?

Por Rejane Galeno

Sou cidadã ludovicense e o Poder Público nunca me perguntou o que acho da comemoração dos 400 anos de São Luís.  Acredito que tal pergunta também nunca tenha sido feita para você. Agora, pediram a opinião da população para escolher qual a melhor marca para esta comemoração. Isso me parece um absurdo!

São Luís

São Luís

Nunca fizeram uma enquete, em nossa cidade, para saber qual a opinião da população para os serviços prestados na saúde, segurança ou educação. Imaginem o cidadão de São Luís passando por uma rotatória e lendo num outdoor: “A cidade vai ganhar novos hospitais e você escolhe como quer o serviço! Acesse o site www.saoluis.gov.br e vote a quantidade de leitos, a quantidade de médicos, o centro cirúrgico, aparelhos etc.

Na verdade muito dinheiro público é gasto sem melhorar em nada a qualidade de vida da população. Imaginem quanto está sendo desperdiçado com campanhas publicitárias por conta da comemoração dos 400 anos de São Luís! Por um lado, a prefeitura vem com a propaganda: “São Luís completa 400 anos e quem escolhe a marca é você!” Por outro, o governo do Estado fala da construção da MA Via Expressa, que liga o shopping Jaracty ao shopping da Ilha, passando por cima de mangues e de comunidades, mas apresentada como um “presente” do governo para a cidade.

Até onde sei a nossa cultura não é de comemorar a morte, mas sim, de celebrar a vida. Mas, que vida está sendo oferecida nesta cidade? A população não tem acesso a serviços essenciais, a maioria é pobre, desempregada e não tem direito a moradia digna, ao trabalho, a água, ao saneamento básico, a escolas, a hospitais, a ambientes sadios e a limpeza pública.

Então vamos comemorar o que? A fome de milhares de famílias?  A dor dos enfermos que passam noites em filas nas portas dos hospitais sem conseguir uma consulta?  O sofrimento dos que perderam seus entes queridos por falta de um leito no hospital? A ignorância dos que tiveram uma péssima educação? Os analfabetos funcionais? A insegurança e o índice crescente de violência e criminalidade? A destruição alucinada de toda a área verde da ilha?

Muito se fala no desenvolvimento de São Luís. Mas, o que desenvolveu aqui foram os buracos e o engarrafamento. Estes sim são inteiramente democráticos e todas as classes sociais têm acesso, da periferia a “área nobre” está tudo esburacado e engarrafado.

São Luís reflete a falta de política que temos no Estado! No Maranhão, milhares de famílias não têm como viver em seus municípios e são obrigadas a vir buscar uma oportunidade na cidade.  Vêm na ilusão! A grande maioria ao chegar à capital passa a viver em condições precárias, contribuindo para o inchaço urbano e para agravar ainda mais os problemas causados pela falta de planejamento e estrutura.

O poder público deveria garantir qualidade de vida à população. Mas, em São Luís (assim como em todo o Maranhão) a única garantia que temos é a do desvio do dinheiro publico. Por isso, é indignante ver essas manobras e esquemas em torno de agências de publicidade, ávidas por embolsar o suado dinheiro do cidadão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Quem lucra com a festa dos 400 anos de São Luís?”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. JOSÉ RIBAMAR

    POPULAÇÃO NENHUMA DO MUNDO GOSTA MAIS DE FESTA QUE O POVO DE SÃO LUIS. A SUA PREOCUPAÇÃO É COM PRAIA (SUJAS DE CABO A RABO)FESTAS DE SÃO JOÃO, SÃO JOÃO FORA DE ÉPOCA, MARAFOLIA, E MAIS FESTA. A CIDADE PARA ELES QUE SE LASQUE, SE É QUE PODEMOS REALMENTE CHAMAR SÃO LUIS DE CIDADE PATRIMONIO DA HUMANIDADE. É UMA CIDADE FARTA, FARTA ÁGUA, FARTA SAÚDE, FARTA SEGURANÇA, FARTA LIMPEZA E FARTA VERGONHA NA CARA DO PREFEITO E DOS VEREADORES.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários