Poder

Maranhense tentou matar Sarney ao sequestrar voo 375 da Vasp

Um maranhense armado tomou um voo da Vasp com o objetivo de atingir o Palácio do Planalto, em Brasília. Desempregado, Raimundo Nonato Alves da Conceição, de 28 anos, culpava o governo por sua situação e queria atingir o centro do poder político do país.

José Sarney

José Sarney

O piloto nunca vai esquecer o dia 29 de setembro de 1988, quando o Boeing 737-300 da Vasp que comandava foi sequestrado.

Durante o voo, ele viveu momentos de terror quando o maranhense, armado de um revólver calibre 32, matou seu copiloto, Salvador Evangelista. “Ele levou um tiro na cabeça quando pegou o rádio para responder a um chamado da torre de controle de Brasília”, lembra Murilo. (Veja baixo no vídeo da reportagem do Jornal Nacional sobre o caso na época).

O voo 375 da Vasp fazia o trajeto Porto Velho-Rio de Janeiro, com escala, dentre outros lugares, em Belo Horizonte, onde o maranhense entrou armado. Estavam a bordo 135 passageiros e oito tripulantes.

Comandante Murilo deixa hospital após ter sido baleado na perna no desfecho do sequestro (Foto: José Paulo/AE)

Comandante Murilo deixa hospital após ter sido baleado na perna no desfecho do sequestro (Foto: José Paulo/AE)

“A ação começou quando já estávamos sobrevoando os céus do Rio de Janeiro. Ele gritava: ‘eu quero matar o Sarney. Quero jogar o avião no Planalto!”, diz o piloto.

Cerco Policial – Raimundo Nonato havia perdido o emprego em uma construtora devido à crise econômica que o país enfrentava e acreditava que a culpa era do presidente, na época José Sarney (PMDB), que governou o país entre 1985 e 1990.

Na ação, o sequestrador exigiu que o avião se dirigisse do Rio a Brasília. Como o combustível da aeronave estava acabando devido à mudança de rota, o comandante conseguiu convencer o sequestrador a pousar o Boeing em Goiânia.

“Ao pousar em Goiânia, o avião foi cercado pela Polícia Federal, onde o sequestrador decidiu seguir para Brasília em uma aeronave de menor porte, levando o comandante como refém”.

“Ele tentou subir em um Bandeirante que estava estacionado próximo ao Boeing para fugir. Foi nessa hora que eu corri. O sequestrador foi baleado no quadril pelos agentes da PF e morreu no hospital de infecção, dias depois”.

(Com informações do G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

6 comentários em “Maranhense tentou matar Sarney ao sequestrar voo 375 da Vasp”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Clemilton

    esse maranhense deve ser da oposição: NÃO CONSEGUEM GANHAR UMA.

  2. kkkkkkkkkk

    kkkkkkkkkkkkkkkkk Clemilton, é por pessoas como você que o maranhão é o ultimo vagão do trem brasileiro.

  3. Cassio Coelho

    Clemilton….realmente você é parte do atraso do Maranhão, só o teu pensamento já mostra isso…..Muda filho chega de atraso!!!!!!!!!!!

  4. Eu

    No mínimo esse Clemilton gosta de viver na lama. Comendo das sobras que os Sarneys deixam no Maranhão. É inacreditável do que os maranhenses gostam: POLÍTICOS CORRUPTOS. Meu irmão, vai "catar coco" e vê se o Sarney vai lá te visitar quando tu tiver morrendo por conta das doenças. Aliás, tu pode até morrer, por helicóptero para "saúde pública" agora é usado para viagens particulares, porque o Sarney não é um cidadão comum, igual você. Axa que ele se interessa por você? Vlw!

  5. JANILSON

    Nosso povo sofre absurdos, mais infelizmente não posso concordar que gostamos. Essa política inescrupulosa e corrupta que se instalou no Maranhão nos entristece a cada dia e para piorar com Sarney mandando no Congresso Federal a situação do Maranhão e do Amapá são críticas. O Brasil tem que ajudar o Maranhão pois dos políticos maranhenses não podemos esperar nada.

  6. EUNICE HADAD SANDERS

    D. Dilma que se cuide .. como e que ela vai se livrar desta bomba!
    Ele vai matando aos pouquinhos.. e sem camera de gas.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários