Poder

“A insensatez de Nelma Sarney”

Blog do Itaveldo Júnior

Nelma Sarney

Nelma Sarney

Na quinta-feira (dia 15), uma manifestação foi realizada em frente ao Tribunal de Justiça, fez duras críticas a desembargadora Nelma Sarney. A segurança do TJ-MA fechou à porta da entrada principal do Palácio Clóvis Bevilácqua.

Os manifestantes nesse ato foram para além dos discursos. Distribuíram um panfleto-documento de 16 páginas com  uma série de denúncias contra a magistrada. É do panfleto-documento que tomo emprestado o título desta postagem.

“Vem por meio do documento revelar a insensatez de uma desembargadora do Tribunal de Justiça do Maranhão, que age sem esconder de ninguém a favor de uma prefeita que foi afastada duas vezes do cargo, mas volta por intermédio dessa magistrada conhecida por Nelma Sarney que, já respondendo Processo Administrativo-Disciplinar no CNJ”, diz um trecho da publicação.

O documento não é um apócrifo está assinado por 12 dirigentes e presidentes de entidades que compõem o movimento.

Conversei com alguns desembargadores entre quinta-feira e ontem (dia 18), todos revelaram uma preocupação, não apenas com um ato, mas com o conteúdo do documento. Dois deles externaram que vão propor ao presidente do TJ-MA, Jamil Gedeon uma conversa para tratar das denúncias contra os desembargadores – não temos só essa questão da Nelma, disse um deles.

Leia a íntegra do documento-panfleto (pdf)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em ““A insensatez de Nelma Sarney””

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Nelma Sarney tenta politizar as decisões do judiciário : Neto Ferreira – Conteúdo inteligente

    […] A frase que dá título a esta postagem, mais “esses atos tem origem no inconformismo de um grupo político” e “uma flagrante tentativa de intimidação ao Poder Judiciário”, foram o norte da resposta da desembargadora Nelma Sarney, ao satos de protestos realizados na frente do Tribunal de Justiça (TJ-MA), em que ela tem sido o alvo preferencial, e que resultou no texto ” A  insesatez de uma magistrada” (reveja). […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários