Poder

Maranhão registra pico de mortes por Covid-19 em 24h

O Maranhão registrou neste domingo (28) o maior número de mortes pela Covid-19 em 24 h desde o início da pandemia do novo coronavírus. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Foram 39 mortes registradas e é a sexta vez que isso acontece. O mesmo número já foi atingido no dia 24, 22, 20, 12 e 08 de junho. Ao todo, 1982 pessoas morreram pela doença no estado.

Os novos óbitos registrados nas seguintes cidades: Rosário (1), Brejo (1), Pedreiras (1), São José de Ribamar (1), Amarante do Maranhão (1), Monção (1), Colinas (1), Altamira do Maranhão (1), Bacabal (1), Paulo Ramos (1), Santa Inês (1), São João do Sóter (1), São Roberto (1), Vitorino Freire (2), Grajaú (2), Codó (2), Coelho Neto (5) e São Luís (15).

G1MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Colisão entre embarcações deixa um homem morto no Rio Tocantins, em Imperatriz

Duas embarcações colidiram na noite desse sábado (27) no Rio Tocantins, situado em Imperatriz, e um homem morreu afogado. A vítima foi identificada como Isaac Ramos, de 32 anos.

Segundo informações do comandante do 3º Batalhão de Bombeiros Militar, o tenente-coronel Wilni Barbosa Lima, o acidente aconteceu por volta das 19h. “Infelizmente aconteceu ontem por volta das 19h e 19h30 um abalroamento entre duas embarcações e essa pessoa acabou caindo no rio e veio a se afogar”.

Ainda de acordo com o comandante, uma equipe do Corpo de Bombeiros iniciou as buscas ainda na noite de sábado e o corpo foi encontrado na manhã deste domingo (28). “O corpo foi encontrado cerca de 500 a 600 metros rio abaixo de onde foi o local do acidente. As equipes de bombeiros já estão no local só esperando as equipes do IML para entregar o corpo do rapaz”, disse.

Em nota, a Marinha do Brasil (MB) informou que foi aberto um Inquérito Administrativo para apurar as causas e responsabilidades pelo ocorrido e que se faz presente diariamente na região, por meio de fiscalizações, com objetivo de salvaguardar a vida humana e coibir práticas prejudiciais à segurança da navegação


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PRF apreende celulares e acessórios avaliados em 200 mil reais em Imperatriz

Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na última sexta-feira (26) uma carga com diversos celulares e acessórios, na BR-010, no município de Imperatriz, a 626 km de São Luís.

Segundo informações da polícia, a ação teria ocorrido durante uma fiscalização em frente Unidade Operacional na Lagoa Verde, onde um veículo foi abordado.

Durante a revista, os policiais encontraram 4 caixas de papelão com diversos aparelhos celulares da marca Xiaomi e LG, além de inúmeras peças e acessórios para celulares de diversas marcas e modelos, avaliados em aproximadamente R$ 200 mil, porém sem qualquer documento fiscal (NFe).

A PRF havia recebido a informação, ainda no período da manhã, que o abordado tinha retirado, sem a devida autorização, mercadorias de posse de uma transportadora submetida à fiscalização pela Receita Federal.

O condutor do veículo recebeu voz de prisão e foi encaminhado juntamente com a mercadoria para o Plantão Central da Polícia Civil pelo crime de descaminho.

VE


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Filho do prefeito de Tuntum morre em grave acidente na BR-316 no Maranhão

Um jovem médico morreu na madrugada deste sábado (27), após um acidente na BR-316, entre Alto Alegre do Maranhão e Peritoró. Rafael Seabra, de 32 anos ,filho do prefeito de Tuntum Cleomar Tema, dirigia uma caminhonete e colidiu com ônibus.

O carro de Rafael ficou totalmente destruído. A frente do ônibus envolvido no acidente também foi bastante
danificada. Rafael Seabra trabalhava no Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Maranhão registra mais de 1,9 mil mortos por Covid-19

O Maranhão tem 1.906 mortos pelo novo coronavírus , segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou em boletim epidemiológico na noite desta sexta-feira (26). Ao todo, 76.698 casos foram confirmados no estado e 55.837 pessoas estão curadas.

Nas últimas 24h, foram confirmados 1.773 casos novos no Maranhão, sendo que 73 foram na Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar), 77 em Imperatriz e 1.623 em outros municípios.

Quanto aos óbitos confirmados nas últimas 24h, as ocorrências foram em Raposa, Senador La Rocque, Trizidela do Vale, Palmeirândia, Buritirana, Estreito, Santa Helena, Altamira, Axixá, Santa Luzia do Paruá, Araioses, Santa Inês (2), Vitorino Freire (2), São José de Ribamar (5) e São Luís (15).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Yglésio apresenta queixa-crime contra Jefferson Portela por injúria e difamação

ATUAL 7

O deputado estadual Yglésio Moysés (PROS) apresentou, nesta sexta-feira 26, uma queixa-crime contra o secretário estadual de Segurança Pública, Jefferson Portela.

No documento, o parlamentar diz ter sido vítima de injúria e difamação por parte de Portela, após a emissão de uma nota de repúdio contra a prisão desastrosa e injusta de um jovem apontado como suspeito pelo assassinato do publicitário Diogo Campos.

Segundo Yglésio, em entrevista a rádio Mirante AM, ao comentar sobre a nota de repúdio, Jefferson Portela teria se referido a ele como um “um representante popular covarde e vil”.

No pedido de reparação aos supostos danos causados à sua honra, o deputado propõe como composição civil que Jefferson Portela, caso condenado, efetue o pagamento de R$ 20 mil, como forma de despenalização. O valor será integralmente doado à Fundação Antônio Jorge Dino, mantenedora do Hospital Aldenora Bello, instituição privada referência no atendimento oncológico no Maranhão.

O relator do caso é o desembargador Tyrone Silva, do Tribunal de Justiça do Maranhão, onde Jefferson Portela tem foro por conta do cargo.

Entenda a prisão desastrosa e injusta

Na semana passada, com base em indícios rasos, a Polícia Civil do Maranhão pediu ao Poder Judiciário e conseguiu a prisão preventiva do jovem apontado como suspeito pelo assassinato do publicitário Diogo Campos. Ele chegou a ser mandado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas e teve sua foto, fardado como presidiário, vazada em alguns blogs locais.

Apenas cerca de 48 horas depois da prisão, após laudo do Icrim (Instituto de Criminalística) confirmar a versão apresentada em vídeos pela família e pela defesa, de que o carro apontado pela Polícia Civil como o utilizado no crime não era o mesmo do suspeito, é que o jovem foi posto em liberdade.

Segundo mostram as gravações, no horário do assassinato do publicitário, o veículo apontado pela Polícia Civil como utilizado no crime, de propriedade do pai do jovem, assim como o próprio suspeito, estavam no local onde funciona uma oficina da família, em um bairro localizado a quilômetros de distância de onde ocorreu o crime.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia Federal incinera mais de 100 kg de drogas em São Luís

A Polícia Federal no Maranhão promoveu na manhã desta sexta-feira (26), em São Luís, a incineração mais de 100 quilos de maconha, 47 pedras de crack e 40 frascos de remédios.

A droga é resultado de recentes apreensões de operações da Polícia Federal.,

A ação foi comandada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes e faz parte da Semana Nacional de Políticas sobre Drogas 2020, realizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A incineração foi acompanhada pela Vigilância Sanitária de São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Assassino-confesso revela detalhes do crime que vitimou Diogo Campos

Em depoimento à polícia, Raimundo Cláudio Diniz, assassino-confesso do publicitário Diogo Campos, falou em detalhes o que de fato ocorreu no dia do crime.

Conforme o relato, o veículo Fiat Argo vermelho foi tomado de assalto no sábado (13), 3 dias antes do assassinato de Campos, na descida do Barramar, que dá acesso à Avenida Litorânea, no Calhau.

Na ocasião, estavam três pessoas dentro de um Toyota Corola branco. Raimundo, um comparsa identificado como Gordão e um terceiro integrante.

O trio abordou o motorista do Argo vermelho e anunciou o assalto, levando o veículo, e depois colocaram a placa idêntica a do carro do pai de Ayrton Campos, fazendo assim a clonagem do automóvel.

Ainda de acordo com o depoimento do criminoso, no dia do crime, terça-feira (16), os três comparsas estavam transitando com o Fiat Argo vermelho e passaram em frente ao condomínio da onde Diego Campos ia saindo. Para evitar o choque, Raimundo Diniz desviou e seguiu em frente.

Ele relata ainda que após esse desvio, Diogo os seguiu, passou pelo carro e o trancou.

Em frente ao Bar Por Acaso, o publicitário desceu do seu veículo e começou a esmurrar o vidro do Argo.

Raimundo Diniz afirmou que nesse momento abriu o vidro e Diogo iniciou uma série de xingamentos e desferiu um soco no peito.

Logo em seguida, o criminoso pegou a arma de um dos companheiros e atirou contra o sobrinho de Sarney.

Entenda o caso

No dia 16 de junho, Diogo Campos foi assassinado após uma briga de trânsito na Lagoa da Jansen, em São Luís. Imagens de câmera de segurança identificaram a placa do veículo e a polícia chegou até Ayrton Campos, que foi preso como principal suspeito do crime.

No entanto, Ayrton negou a autoria do disparo, mas mesmo assim foi preso encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Dias depois, surgiram novas imagens onde mostravam que Campos estava na oficina do pai quando o assassinato ocorreu.

Após a perícia policial, foi constatado que o carro do pai de Ayrton, um Fiat Argo vermelho teria clonado, e ele foi solto.

Na manhã desta sexta-feira (26), o verdadeiro autor do crime se apresentou à polícia e confessou a execução.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Assaltante confessa que matou o sobrinho de José Sarney na Lagoa da Jansen

Raimundo Cláudio Diniz está se apresentando nesse momento na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) como o verdadeiro autor do assassinato do publicitário Diogo Campos, sobrinho do ex-presidente José Sarney.

Ele confessou ter sido o autor do disparo que matou Campos.

Raimundo Diniz teria participado do assalto no bairro Barramar, que culminou no furto do Fiat Argo vermelho.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Procuradoria instaura inquérito para investigar Lula Fylho

A Procuradoria Regional da República instaurou um inquérito civil para investigar o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho, e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por irregularidades na fiscalização da venda de produtos contrabandeados de cigarros.

A investigação está sob a responsabilidade do procurador da República, Hilton Araújo de Melo.

Segundo o documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira, o Fórum Nacional Contra a Pirataria e Ilegalidade protocolou uma representação afirmando que em São Luís e Região Metropolitana são comercializados ilegalmente produtos oriundo do tabaco irregulares.

Em razão da denúncia, a Procuradoria converteu a Notícia de Fato em Inquérito Civil para apurar supostas deficiências na fiscalização das vendas de cigarros sem o registro da Anvisa na capital maranhense.

O auxiliar do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), Lula Fylho, foi intimado a apresentar a sua defesa sobre o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.