Poder

Holanda Jr. tem 49%, e Castelo, 39%, diz pesquisa Ibope

A pesquisa Ibope divulgada na noite desta quinta-feira (18), mostra o candidato a prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), na liderança com 45%, da preferência do eleitoral. Em segundo lugar, o prefeito e candidato à reeleição, João Castelo (PSDB), aparece com 39%.

A pesquisa realizada pelo Ibope, ouviu 805 pessoas e foi registrada registrada no Tribunal Regional Eleitoral, sob o número MA-00538/2012.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Lobão teria tido um AVC; estado de Roseana também é complicado

Blog do Luis Cardoso

Roseana Sarney e Edison Lobão.

Roseana Sarney e Edison Lobão.

Tanto a governadora Roseana Sarney quanto o ministro de Minas e Energia, senador licenciado Edison Lobão, estão com o estado de saúde sob cuidados médicos.

Ambos não puderam comparecer à inauguração da usina hidroelétrica de Estreito, que contou com a presença da presidente da República, Dilma Rousseff.

Roseana se antecipou ao informar que não poderia estar ao local por força de labirintite que lhe acometia, com fortes dores no ouvido, perdendo, por vezes, a noção de equilíbrio.

Mas nem por isso a governadora deixou de exercer sua cidadania. Compareceu no último dia 7 deste mês para votar na sua seção eleitoral, no colégio Santa Teresa, em uma cadeira de rodas.

O ministro Lobão também não pode ir ao local de inauguração, mesmo sendo a obra do seu ministério. Ele estava se tratando de uma gripe, que se agravou nas últimas horas.

Roseana pediu hoje licenciamento do cargo por dez dias para se tratar em São Paulo. Existem indicações de que, além da labirintite, as consequências da última cirurgia começaram a reascender.

A governadora já fez cerca de 22 cirurgias para tratamento de câncer que lhe persegue a vida por vários anos, mas tem tido a ajuda do médicos e divina na superação da doença.

O estado de saúde do ministro Lobão, também, não é nada razoável. Ele terá que ser submetido a um sério tratamento fora do país. E, neste sentido, foi internado, agora a tarde, no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Por conta da gripe, que evoluiu, Lobão teve uma infecção bacteriana. A pressão teria caído ao ponto de 6 por 8.

O ministro de Minas e Energia, para quem não sabe, conheceu a esposa Nice Lobão quando ela era enfermeira, no hospital de Base Militar, em Brasília, em tratamento de uma tuberculose, doença infecciosa causa pelo bacilo de Koch, que afeta os pulmões, rins, órgãos genitais, intestino delgado e ossos, que lhe atormentava desde a adolescência.

Há ainda informações não oficiais de que Lobão teria tido um AVC e, em seguida, uma parada de um rim. A família desmente qualquer especulação desse tipo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Graça Paz explica saída de Clodomir da SMTT

Graça Paz.

Graça Paz.

A deputada Graça Paz (PDT) ocupou a tribuna, nesta quinta-feira (18), para explicar os motivos que levaram o ex-deputado e marido da parlamentar, Clodomir Paz, a deixar o comando da Secretaria de Transporte e Trânsito (SMTT) de São Luís. A deputada disse que o ex-secretário foi convidado pelo prefeito João Castelo (PSDB) a coordenar politicamente a campanha no 2º turno, mas que ele não aceitou, por conta de não haver feito a mesma função no 1º turno, quando ficou a cargo do deputado federal Pinto Itamaraty (PSDB).

“O prefeito pediu o cargo recentemente para Clodomir e, claro, Clodomir sabe que o cargo não é dele, o cargo é do prefeito, ele coloca e ele tira na hora que lhe convier. Então, para um ajuste político, o prefeito pediu o cargo e o Clodomir, prontamente, entregou, ao mesmo tempo foi convidado para coordenar politicamente a campanha do prefeito João Castelo, mas ele não aceitou”, contou. Graça Paz revelou que antes de tomar essa decisão o marido reuniu a família e ficou acertado que ele não aceitaria o cargo de coordenação política da campanha.

“Eu como deputada, esposa, amiga e companheira de mais de 30 anos, e os nossos filhos, que já são adultos – até a campanha passada ainda eram meninos, hoje são dois homens adultos, têm opinião própria, podem dar também a contribuição dentro da família para o encaminhamento de nossas vidas – e nós nos reunimos e decidimos que Clodomir não deveria aceitar essa coordenação, porque ele não participou do primeiro turno, ele ficou apenas ajudando alguns companheiros pelos bairros, em caminhadas e reuniões. Ele ajudou muito o prefeito João Castelo, através desses candidatos a vereador, mas não participou das conversas que a gente sabia que a cúpula da campanha estava participando”, assegurou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fábio Braga solicita recuperação de vicinais em assentamentos de Itapecuru

Deputado Fábio Braga.

Deputado Fábio Braga.

O deputado Fábio Braga (PMDB) encaminhou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa Indicação solicitando ao superintendente do INCRA no Maranhão, José Inácio Rodrigues, que autorize, em caráter de urgência, alocação de recursos destinados à recuperação das estradas vicinais localizadas nos assentamentos rurais administrados  pelo órgão, no município de Itapecuru-Mirim.

De acordo com o deputado, a emergência no atendimento do pleito se dá em virtude do péssimo estado de conservação das referidas estradas, causando prejuízos para o desenvolvimento econômico e social das comunidades assentadas.

Conforme Fábio Braga, o município de Itapecuru-Mirim, com uma população de 62.123 habitantes, segundo o censo de 2010 do IBGE, tem grande importância para o processo desenvolvimentista do Estado do Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O PPS e sua forma de fazer política

Não é de hoje que se fala sobre a forma obscura de alguns membros do PPS decidirem seus rumos nas eleições no Maranhão, ou a forma como o partido atua em alguns municípios na definição de suas comissões provisórias, ou até mesmo na relação com diretórios legalmente constituídos.

O PPS, partido com uma historia robusta e invejável em âmbito nacional, tem sido visto no Maranhão como um dos menos confiáveis pela classe politica e por quem busca uma agremiação para participar do processo democrático eleitoral ou fazer politica partidária.

Um pequeno grupo tem se esforçado para manter o mesmo comando no partido e usar a agremiação para tentar espaço em governos.

Pregam ter importância nas eleições de Jackson lago e na viabilidade da candidatura de Flávio Dino, quando, na realidade, todos sabem que, se não fosse a Direção Nacional do partido nas duas ocasiões, o grupo dominante do PPS teria assumido um naco do governo e migrado para a base de Sarney sem nenhum pudor.

O apoio a Flávio Dino, em 2010, só teria acontecido quando a Direção Nacional mandou devolver a Secretaria de Administração do governo Roseana Sarney, que chegou a ser comemorada e ter o nome de um Advogado de confiança do atual presidente indicado para o cargo.

Dos três deputados do PPS – dois estaduais e agora um federal, nenhum deles pode contar com a ajuda do partido em suas eleições. Muito pelo contrário, quando se pode atrapalhar quem tem votos, se faz isso no PPS por natureza.

Foi assim em 2010, e de novo em 2012, quando a mesma parte do partido que disse ter viabilizado a candidatura de Dino, desta vez defendendo seus empregos no governo Castelo, fez de tudo para inviabilizar a candidatura de Eliziane Gama e entregar o partido para o prefeito.

O partido não está armado para quem tem votos, está armado para quem quer cargos.

A sede por cargos e por algo mais que nem sempre fica claro não permite aos comandantes do partido, em âmbito estadual, sequer considerar a linha doutrinaria nacional que deveriam defender, pois defendem apenas um espaço para pessoas que nunca obtiveram êxito nas urnas.

Com o comportamento da Direção do PPS fica difícil saber o que é mérito e a quem se atribuir os resultados eleitorais, pois a terceira colocação em São Luis não foi atribuída a nenhum esforço das Direções Nacional, Estadual ou mesmo Municipal. O partido não teve candidato.

Eliziane foi candidata sozinha e sozinha permanece, pois tomou a decisão de ficar neutra no segundo turno, desconsiderando a instância partidária, consultando apenas a família e os pastores de sua igreja evangélica, segundo se lê na imprensa.

Hoje, a dez dias do segundo turno, é impossível unificar o partido em torno de um projeto de crescimento da legenda, uma vez que existem membros do PPS nos três lados da disputa, ou seja, uma parte defende seus empregos e espaços com Castelo, outra parte defende espaço num provável governo de Edivaldo Holanda Júnior, e outra se diz neutra, quando sabemos que esta neutralidade beneficia mais a um determinado candidato que a outro, e isso também tem um preço.

A quem interessa esse tipo de comportamento e até quando um partido da estatura do PPS vai estar projetado para projetos individuais, perdendo a oportunidade de se firmar como uma importante e representativa agremiação partidária no Maranhão?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitos ligados à agiotas serão presos, diz secretário de Segurança

A situação complicou para os mais de 50 prefeitos ligados a uma quadrilha de agiotas que atuavam nos recursos federaias destinados aos municípios das quais tinham parcerias.

Segundo informou o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, os recursos desviados entre prefeitos e agiotas, ultrapassa R$ 100 milhões.

De acordo com Mendes, os prefeitos que contratavam os serviços da quadrilha de agiotas, serão todos presos por desvio de recursos federais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Barra do Corda: Eric Costa e esposa sofrem acidente automobilístico

Eric Costa ao lado da esposa Bruna.

Eric Costa ao lado da esposa Bruna.

Na manhã desta quarta-feira (17), o candidato eleito ao cargo de prefeito de Barra do Corda, Eric Costa (PSC), juntamente com a esposa, Bruna de Sousa Gomes, sofreram um acidente automobilístico na BR-135.

Segundo apurou o blog, a esposa de Costa dirigia um Fiat Strada, quando perdeu o controle do veículo e acabou capotando.

Apesar disso, Bruna de Sousa Gomes e Eric Costa não se feriram com gravidade e passa bem.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

TCE vai investigar se Prefeitura continua pagando irregularmente empresa de coleta de lixo

Técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MA) irão realizar nas próximas semanas inspeções na Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) com o objetivo de averiguar se o órgão continua efetuando, de forma irregular, pagamentos à empresa Vital Engenharia Ambiental Ltda, responsável por serviços de coleta de lixo no município de São Luís.

O contrato entre a Secretaria e a empresa foi suspenso pelo TCE, através de Medida Cautelar, no mês passado e pôs fim a uma situação de irregularidade lesiva ao erário e ao interesse público, uma vez que os serviços vinham sendo prestados pela Vital sem a existência de contrato e sem a emissão de empenho.

A decisão de promover as inspeções foi sugerida pelo Ministério Público de Contas e aprovada por unanimidade pelos conselheiros do Tribunal na sessão plenária desta quarta-feira (17).

“O município, dentro do prazo previsto, não apresentou, sequer, defesa. Por isso, queremos saber se a Prefeitura, mesmo tendo ciência da irregularidade do contrato, ainda está efetuando pagamentos à referida empresa. Caso isso esteja acontecendo, o Tribunal tomará as medidas cabíveis”, afirmou o conselheiro Raimundo Oliveira Filho, que relatou o pedido de inspeção feito pelo MPC.

Além de estabelecer multa diária pelo descumprimento de suas determinações, a Medida Cautelar do TCE inclui a aplicação de multa no valor de R$ 20 mil ao ex-secretário municipal de Obras e Serviços, Claudio Castelo de Carvalho, em razão de descumprimento anterior de determinação do Tribunal, e a citação do atual secretário da pasta, Marcos Aurélio Alves Freitas, para manifestação no prazo de quinze dias, o que não aconteceu.

MAIS FATOS – Em 2010, a Prefeitura de São Luís contratou, com dispensa de licitação, a empresa Vital Engenharia Ambiental Ltda para a execução de serviços de limpeza pública, sob o argumento de que havia uma situação de calamidade decorrente do acúmulo de lixo na cidade.

Mesmo assim, foram cometidas irregularidades no processo de contratação, como demonstra relatório da Unidade Técnica do TCE produzido por solicitação do Ministério Público de Contas. Constatou-se o não encaminhamento da documentação referente ao processo que deu origem à contratação, descumprindo Instrução Normativa do Tribunal.

O contrato emergencial firmado entre a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, e a Vital Engenharia Ambiental Ltda para a execução dos serviços de limpeza urbana nas áreas A e D do município teve o valor inicial de R$ 13,7 milhões, sofrendo depois aditivo de R$ 2,4, perfazendo o total de R$ 16,2 milhões.

No mesmo ano, outro contrato com a mesma empresa foi firmado no mesmo valor do anterior (13,7 milhões), sendo aditivado em R$ 3,2 milhões, atingindo o total de R$ 17 milhões, perfazendo os dois contratos o total de R$ 33,3 milhões, ambos sem edital e processo licitatório.

Na Media Cautelar que suspendeu o referido contrato, o Ministério Público de Contas destaca, ainda, o fato de que, desde a rescisão do contrato anterior, em março de 2010, até o momento, já se passaram 21 meses sem a apresentação de qualquer documentação relativa a edital ou processo de licitação. Como o contrato emergencial expirou em março de 2011, já são mais de 17 meses que os serviços de coleta de lixo nas áreas A e D da capital maranhense vêm sendo prestados e pagos sem a existência de qualquer contrato.

De 2010 até agora o total pago à empresa Vital Engenharia Ambiental Ltda foi de R$ 56,2 milhões, sendo R$ 24,9 relativos à 2010 e R$ 31,2 relativos ao ano passado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Veja o suspeito de tramar morte do vereador em Barra do Corda

Blog do Marcelo Vieira

O suspeito, James, na saída de seu depoimento

O suspeito, James, na saída de seu depoimento

A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) ouviu nesta manhã um homem suspeito de ser o mandante do assassinato do vereador de Barra do Corda, Aldo Andrade. O parlamentar foi executado com dois tiros na noite do dia 22 de setembro.

O blog conseguiu apenas o primeiro nome do suspeito. Ele se chama James e a motivação do crime seria a disputa por terras, no valor de R$ 20 milhões.

Durante seu depoimento, James negou qualquer envolvimento com o crime, mas o pistoleiro, que está preso, confirmou ser ele o mandante do assassinato.

O delegado Alessandro deve pedir uma acareação entre os dois. James, ainda, encontra-se nas dependências da Secretaria de Segurança, no Outeiro da Cruz.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Castelo é desmascarado por ex-secretário de Educação

Blog do Luis Cardoso

O ex-secretário de Educação da gestão do prefeito Tadeu Palácio – e do 1º ano da administração de João Castelo, Moacir Feitosa, disse, ontem (16), que na capital não existe escola alguma de tempo integral na rede pública municipal de ensino.

Ele se revelou surpreso com as afirmações de Castelo de que, em São Luís, o município banca 79 unidades de ensino integral.

Feitosa explicou que tempo integral é aquele em que o aluno entra pela manhã e só sai no período da tarde.

As escolas a que João Castelo se refere operam em dois turnos: um pela manhã, e outro no período da tarde, mas com alunos diferentes.

O setor de educação tem sido o ponto fraco da administração do tucano. Só para que se tenha uma ideia, além da greve dos professores, a maioria dos alunos ficou, mais da metade do ano, sem comparecer às salas de aula, porque a prefeitura alegava falta de recursos para reformar as escolas.

No entanto, Castelo tinha em cofre R$ 12 milhões, enviados pelo Ministério da Educação. Há, ainda, indícios relevantes de superfaturamento em contrato realizado entre a Prefeitura de São Luís e a Indústria de Móveis Cequipel Paraná LTDA, para fornecimento de mobiliário escolar, denunciado pelo Blog do Luís Cardoso.

Além disso, o Ministério Público Federal do Maranhão suspeita de desvios da ordem de R$ 7 milhões na Secretaria de Educação da Prefeitura de São Luós. O recursos são referentes ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.