Poder

Recordar é viver: "Eles pensaram que o Brasil era o Maranhão"

No episódio que todo o Brasil ficou abismado, quando ocorreu a Operação da Policia Federal no Maranhão onde apreenderam mais de um milhão de reais e uma vasta documentação na sede da empresa Lunus, de propriedade da Governadora do Maranhão, Roseana Sarney Murad (PMDB) e seu marido Jorge Murad, o “Jorginho”.

O escândalo da Lunus gerou uma enorme repercussão nacional, que trouxe na capa principal da revista Veja a imagem de Jorge Murad e Roseana Sarney Murad titulada na época de, “Eles pensaram que o Brasil era o Maranhão” na edição 1 747 de 17/04/02 . Recordar é viver, então recorde com a imagem abaixo:

Capa da revista Veja

Capa da revista Veja


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Empresário desaparecido é encontrado morto em Zé Doca

Trata-se de Marco Antônio Froz, proprietário de um mercado na cidade de Santa Helena.

Um empresário foi encontrado, na manhã deste sábado (10), morto com um tiro nas costas na cidade de Zé Doca. Trata-se de Marco Antônio Froz, conhecido popularmente como “Marquinho”, proprietário de um mercado na cidade de Santa Helena.

Marco Antônio estava desaparecido após, segundo a família, ser sequestrado. A informação foi confirmada pelo delegado regional de Zé Doca, Cláudio Balbi, e o delegado-geral de Polícia Civil do Maranhão, Nordman Ribeiro.

A polícia deve investigar, agora, o que levou a morte do empresário. Isso porque, a princípio, não há características que evidenciam o crime de sequestro.

O corpo de Marco Antônio Froz vai ser encaminhado para o Instituto Médio Legal (IML) de São Luís e deve chegar à capital ainda na tarde deste sábado.

(Com informações do Imirante)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mentiu! Marcos Valério e Cristiano Paz são condenados à prisão

G1.com

Marcos Valério e o empresário Cristiano Paz foram condenados à prisão pela Justiça Federal de 1º Grau em Minas Gerais, por terem dado informações falsas ao Banco Central. A condenação, divulgada nesta quinta-feira (9), foi determinada no dia 31 de agosto.

De acordo com a sentença, em 1999, os acusados prestaram declarações falsas sobre as operações e situação financeira da agência SMP&B, da qual eram sócios, no Banco Rural. Os dois alteraram o capital da agência de publicidade de R$ 150 mil para R$ 4,5 milhões. Com isso, eles conseguiriam justificar depósitos irregulares na conta e não levantar suspeita na fiscalização do Banco Central.

Na Junta Comercial de Minas Gerais, o capital social da SMP&B foi alterado de R$ 150 mil para R$ 600 mil.

Para a Justiça, se o Banco Central não tivesse informações alteradas, o esquema de evasão de divisas, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro, feito por empresas ligadas a Marcos Valério, poderia ter sido descoberto mais cedo. Em 2005, Marcos Valério ficou conhecido por suspeita de envolvimento no esquema do “mensalão”.

O juiz federal Leonardo Augusto de Almeida Aguiar, em auxílio à 4ª Vara Federal Criminal, alegou que, a partir das provas apresentadas, os réus agiram com consciência de que a conduta era ilícita. De acordo com a Justiça, Cristiano Paz foi condenado a aproximadamente cinco anos de prisão e 210 dias-multa e Marcos Valério, a seis anos de prisão e 280 dias-multa.

O advogado Marcelo Leonardo, responsável pela defesa de Marcos Valério, negou a acusação contra o réu e informou que entrou com recurso da decisão no Tribunal Regional Federal (TRF) de Brasília. A defesa de Cristiano Paz, feita pelo advogado Castellar Guimarães, informou que também efetuou a apelação da sentença no TRF, no dia 2 de agosto. Segundo Guimarães, a pena fixada pela Justiça não é correta, pois diante das provas a pena deveria se aproximar do mínimo previsto, porque se trata de réus primários com bons antecedentes. Devido a isso, o advogado alegou que a decisão deve ser reformulada.

A Justiça informou que, por falta dos requisitos necessários para o decreto da prisão cautelar, os réus podem recorrer em liberdade.

Mensalão
Marcos Valério também é réu no processo que apura um suposto esquema de compra de apoio político de parlamentares, conhecido como “mensalão”, tornado público em 2005. A denúncia foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2005. A defesa dele e de outros 37 acusados, entre membros do Legislativo e servidores públicos, apresentaram as alegações finais ao STF nesta quinta-feira (8).

Após elaboração do voto do relator do caso, ministro Joaquim Barbosa, o processo será incluído na pauta de julgamentos. Ainda não há data prevista para a audiência


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Direito de resposta: Basf questiona denúncia vinculada no blog

Conforme publicado no dia (08), a empresa Basf fabricante de agrotóxico, foi citada em post que traz no título.  “Empresa de agrotóxico engana produtores de soja no Maranhão “, envia seu direito de resposta questionando a denúncia veiculada no blog, veja a nota:

A BASF tomou conhecimento da publicação no Programa Globo Rural e replicada em seu site em 08 de setembro, sobre a comercialização de dois mil litros de defensivos agrícolas falsificados contendo Fipronil nos Estados do Maranhão e Piauí. A empresa não foi ouvida oficialmente pela TV Globo e nem pela Polícia Federal sobre o fato acima.

Até o momento, a Companhia não foi notificada pela AGED – Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão, nem pela ADAPI – Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí, sobre este caso e tomará as medidas jurídicas necessárias quando for oportuno.

O produto Standak® possui registro federal no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) e na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Suas bulas e rótulos foram aprovados pelas autoridades competentes. A BASF informa, ainda, que a empresa Granule não é uma revenda autorizada BASF.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PT adere a campanha contra "revista Veja"

Reprodução/Site Linha Direta, do PT-SP

Cinco dias após aprovar em seu Congresso Nacional moção a favor da regulamentação dos meios de comunicação, o PT aderiu a uma campanha anti-Veja.

A investida contra a revista que veiculou notícia contra José Dirceu foi ao ar no site ‘Linha Direta’. A página é administrada pelo diretório do PT em São Paulo.

Acomodou-se no topo do site a imagem acima, odornada com os dizeres: “Você quer um jornalismo de mentira e falta de ética? Não seja manipulado. Não leia a Veja.”

O visitante que pressiona o mouse sobre o banner é conduzido a um convite para “mobilização contra a revista Veja”, às 14h do dia 17 de setembro, defronte do Masp.

Ao dar curso à convocação, o PT como que terceiriza a empreitada. Anota:

“De acordo com o convite, postado no Facebook, ‘Veja caminha longe da Ética e da democracia, não leva o jornalismo a sério e engana a população’.”

Mais adiante: “Segundo Adolfo Pinheiro, um dos organizadores da atividade, trata-se de um protesto em favor da verdade, ética e cidadania.”

Na notícia que irritou o PT e inspirou a ressurreição da tese do controle da imprensa, Veja apresentou José Dirceu como o “poderoso chefão” da República.

Revelou que o réu do mensalão e deputado cassado, hoje consultor de empresas, mantém em Brasília uma suíte de hotel que lhe serve de “residência” na Capital.

Com diárias custeadas por um escritório de advocacia, Dirceu recebe a visita de personalidades do Legisaltivo e do Executivo.

A revista expôs o rosto dos visitantes que percorreram o corredor que leva à suite. Entre eles parlamentares governistas e da oposição.

Entre eles também um ministro –Fernando Pimentel (Desenvolvimento)— e o presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrieli.

No Congresso do PT, Dirceu mereceu da platéia uma recepção mais calorosa do que a dispensada a Lula e Dilma Rousseff.

(Blog do Josias de Souza)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Quem lucra com a festa dos 400 anos de São Luís?

Por Rejane Galeno

Sou cidadã ludovicense e o Poder Público nunca me perguntou o que acho da comemoração dos 400 anos de São Luís.  Acredito que tal pergunta também nunca tenha sido feita para você. Agora, pediram a opinião da população para escolher qual a melhor marca para esta comemoração. Isso me parece um absurdo!

São Luís

São Luís

Nunca fizeram uma enquete, em nossa cidade, para saber qual a opinião da população para os serviços prestados na saúde, segurança ou educação. Imaginem o cidadão de São Luís passando por uma rotatória e lendo num outdoor: “A cidade vai ganhar novos hospitais e você escolhe como quer o serviço! Acesse o site www.saoluis.gov.br e vote a quantidade de leitos, a quantidade de médicos, o centro cirúrgico, aparelhos etc.

Na verdade muito dinheiro público é gasto sem melhorar em nada a qualidade de vida da população. Imaginem quanto está sendo desperdiçado com campanhas publicitárias por conta da comemoração dos 400 anos de São Luís! Por um lado, a prefeitura vem com a propaganda: “São Luís completa 400 anos e quem escolhe a marca é você!” Por outro, o governo do Estado fala da construção da MA Via Expressa, que liga o shopping Jaracty ao shopping da Ilha, passando por cima de mangues e de comunidades, mas apresentada como um “presente” do governo para a cidade.

Até onde sei a nossa cultura não é de comemorar a morte, mas sim, de celebrar a vida. Mas, que vida está sendo oferecida nesta cidade? A população não tem acesso a serviços essenciais, a maioria é pobre, desempregada e não tem direito a moradia digna, ao trabalho, a água, ao saneamento básico, a escolas, a hospitais, a ambientes sadios e a limpeza pública.

Então vamos comemorar o que? A fome de milhares de famílias?  A dor dos enfermos que passam noites em filas nas portas dos hospitais sem conseguir uma consulta?  O sofrimento dos que perderam seus entes queridos por falta de um leito no hospital? A ignorância dos que tiveram uma péssima educação? Os analfabetos funcionais? A insegurança e o índice crescente de violência e criminalidade? A destruição alucinada de toda a área verde da ilha?

Muito se fala no desenvolvimento de São Luís. Mas, o que desenvolveu aqui foram os buracos e o engarrafamento. Estes sim são inteiramente democráticos e todas as classes sociais têm acesso, da periferia a “área nobre” está tudo esburacado e engarrafado.

São Luís reflete a falta de política que temos no Estado! No Maranhão, milhares de famílias não têm como viver em seus municípios e são obrigadas a vir buscar uma oportunidade na cidade.  Vêm na ilusão! A grande maioria ao chegar à capital passa a viver em condições precárias, contribuindo para o inchaço urbano e para agravar ainda mais os problemas causados pela falta de planejamento e estrutura.

O poder público deveria garantir qualidade de vida à população. Mas, em São Luís (assim como em todo o Maranhão) a única garantia que temos é a do desvio do dinheiro publico. Por isso, é indignante ver essas manobras e esquemas em torno de agências de publicidade, ávidas por embolsar o suado dinheiro do cidadão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edison Lobão será candidato ao Governo do Maranhão em 2014

Edinho afirmou que seu pai será candidato ao Governo do Maranhão de qualquer jeito

Edinho afirmou que seu pai será candidato ao Governo do Maranhão de qualquer jeito

Agora é declarado que haverá um racha no grupo da família Sarney e Lobão. Antes eram apenas boatos, pois a informação é confirmada agora a noite que o Ministro de Minas e Energia Edison Lobão (PMDB) será mesmo candidato a Governador pelo Maranhão, independente da posição que venha a ser tomada pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

Conforme relatado na noite desta quinta-feira, 08, pelo blogueiro Decio Sá, em conversa com o senador e filho do ministro de Minas e Energia, Edinho Lobão (PMDB) nos Lençóis Resort, em Barreirinhas.

Edinho confirmou que seu pai será candidato a Governador pelo Maranhão nas próximas eleições de 2014, independente da decisão que venha a ser tomada pelo Palácio dos Leões, ou seja, por Roseana Sarney (PMDB).

“Nós (família Lobão) nos preparamos para isso. Meu pai é candidato independente do apoio de quem quer que seja. Será candidato de qualquer jeito”, disse Edinho.

Segundo Edinho, o seu pai já se reuniu e conversou com a governadora Roseana Sarney e deixou claro o seu projeto. Continue lendo toda declaração do senador Edinho Lobão no blog do Décio Sá.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Construção de prédio desaba em São José de Ribamar

Por volta das 13 horas de hoje, 08, uma construção de um prédio de três andares desabou em São José de Ribamar, a 35 quilômetros de São Luís.

No momento do desabamento havia dois pedreiros que se encontravam na parte superior do prédio onde conseguiram sair antes do ocorrido e outros quatro foram soterrados. Homens do Corpo de Bombeiros e equipe do Samu estiveram no local para socorrer as vítimas.

O resgate dos operários durou uma hora e meia, aproximadamente. Os pedreiros Francisco Rodrigues Costa Mendes, José Maria Dias, Raimundo Nonato Gonçalves e Aldenir Melo de Sousa foram resgatados onde tiveram escoriações em todo corpo.  Veja a reportagem abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

São Luís vive período de decadência

A cidade, que hoje faz 399 anos, foi referência na formação de Candido Mendes de Almeida, jurista, historiador e geógrafo que publicou o “Atlas do Império do Brasil” (1868); de Aluísio de Azevedo, autor de “O Mulato” (1881) e de “O Cortiço” (1890); de Graça Aranha, a quem devemos “Canaã” (1902); e de Gonçalves Dias, poeta que publicou “Canção do Exílio” (1843) e um dicionário de língua tupi (1858).

A única cidade do país fundada por franceses, em 8 de setembro de 1612, foi, ao longo do tempo, invadida por holandeses e retomada pelos portugueses. Foi ainda ameaçada por Thomas Cochrane (1777-1860), o lobo-do-mar britânico que formou a Armada Imperial Brasileira e, depois, ajudou os independentistas na luta contra os lusos.

Estratégica, entre as regiões Norte e Nordeste, a capital onde vivem 1.027.098 pessoas (em 2010, segundo o IBGE) deve o nome à homenagem que os franceses fizeram a Luís 9o, patrono da França e chamado de são Luís, um monarca cujo reinado resultou numa era de conquistas.

Antes dos invasores franceses, eram os tupinambás que habitavam o local onde São Luís seria edificada. Mas os relatos são inexatos quando estimam entre 200 e 600 os índios que viviam na aldeia de Upaon-Açu à época dessa primeira ocupação.

A tentativa de colonização da região pela coroa portuguesa data de 1535, à época das capitanias hereditárias.

Nos anos 1550, malogrou a tentativa de fundar a cidade de Nazaré ­-insucesso creditado à ferocidade dos índios e à dificuldade de acesso.

A “FRANÇA EQUINOCIAL”

E foi só em 1612 que Daniel de La Touche, o senhor de La Ravardière, ali se estabeleceu com 500 homens para fundar a França Equinocial a mando do rei francês Luís 13. Os franceses logo se aliaram aos índios contra os lusos que vinham do Pernambuco.

A lista de intelectuais ligados a São Luís espelha sua importância cultural.

(Com informações da Folha)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Noite de 7 de setembro é marcada por grave acidente

Acidente próximo ao Makro

Acidente próximo ao Makro

Um grave acidente foi registrado na noite de ontem (7) na Avenida Jerônimo de Albuquerque, em São Luís.

O carro de modelo Celta que vinha em alta velocidade colidiu frontalmente com um veiculo modelo Megane, próximo ao supermercado Makro.

No momento em que o Megane de placas LRF-1741 saía do elevado da Cohab sentido o bairro do Angelim, um Celta de cor prata de placas NHO-8528 que trafegava no sentido Angelim/Cohab, desgovernou-se e invadiou pista contrária. Dentro do Megane, tinha 3 pessoas: casal e uma criança.

O celta era conduzido por Ronaldo Henrique de 44 anos, e tinha como passageira sua esposa Claúdia Soares. De acorco com informações da Samu, Ronaldo estaria dirigindo em estado de embriagues no que pode resultando o acidente.

A passageira Cláudia Soares ficou presa nas ferragens, e logo após ser retirada foi conduzida imediatamente ao Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.