Poder

Candidato à sucessão de Nenzim só agrada a Pedro Teles

Pedro Teles será agraciado com a Secretaria de Finanças.

Pedro Teles será agraciado com a Secretaria de Finanças.

Engana-se quem pensa que a candidatura do vereador Carlito Santos á sucessão do prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), seria bem recebida pelos cabos eleitorais, lideranças e vereadores da base aliada.

Na manhã deste sábado (26), o prefeito promoveu um café da manhã em especial para divulgar o nome de Carlito Santos como seu sucessor em Barra do Corda. Na ocasião, era esperada a presença do deputado estadual Rigo Teles (PV), do cabo Alderodo, do empresário Inamar Medeiras, Sandra Teles (filha do prefeito), dos sete vereadores, lideranças e correligionários. Sem sucesso!

Após o café da manhã que contou apenas com a participação de Pedro Teles e da presidente da Câmara dos Vereadores de Barra do Corda, Nilba Barbalho, foi oficialmente anunciado na porta da casa de Nenzim, no bairro da Trizidela, que será o vereador Carlito Santos quem disputará á sucessão no município. Decisão que desagradou ao grupo!

Pedro Teles, o candidato Carlito Santos e o prefeito de Barra do Corda.

Pedro Teles, o candidato Carlito Santos e o prefeito de Barra do Corda.

Carlito ao discursar, agradeceu o apoiou depositado de Pedro Teles e mais: caso consiga se eleger, “será o grande retorno de Teles á Secretaria de Finanças”, disse. Segundo fonte fidedigna, uma pessoa que acompanhava o anunciado ironizou a volta do empresário e disparou. “É realmente vai ser mesmo é a volta da Polícia Federal em Barra do Corda”.

Já o filho do candidato, andou espalhando que Teles não terá vez na gestão de seu pai. Seria isso verdade?

Uma coisa é certa, o acordão selado entre o vereador e Pedro Teles não agradou aos aliados do prefeito, que hoje ameaçam em romper caso Nenzim permaneça alimentando a inexpressiva candidatura do decano.

A decisão de Nenzim e Pedro Teles poderá acarretar sérios problemas políticos no pleito deste ano. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito fala demais e pode complicar deputado

Blog do Louremar

Um prefeito da região do Mearim resolveu passar um final de semana numa casa de praia em São Luis.

O papo rolava animado sobre como deverá fazer para melhorar sua imagem de forma que consiga a reeleição. Entre uma gelada e outra entrou o assunto das emendas parlamentares. Já etilicamente empolgado o homem resolveu contar quanto custa conseguir a apresentação de uma emenda.

Coisas da terra do parlamento. Um espectador mais sabido gravou a conversa. A coisa pode ainda render muito. Vale a pena aguardar


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Ex-prefeito de Presidente Médici é condenado por improbidade administrativa

A pedido do Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), a Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Presidente Médici, Sebastião Guimarães Filho, por não prestar contas da aplicação de verba obtida por meio de convênio celebrado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O dinheiro era destinado à compra de veículo zero quilômetro, para transporte coletivo.

Sob a gestão de Sebastião Guimarães, o município de Presidente Médici celebrou convênio no valor de 70 mil reais com o FNDE, no ano de 2003. No entanto, ao prestar contas, o ex-prefeito não apresentou documentação suficiente que comprovasse efetiva e correta aquisição do veículo.

A ação de improbidade foi proposta pelo MPF/MA em 2008. No mesmo ano, uma tomada de contas especial constatou que a nota fiscal e o Certificado de Registro do Veículo não tinham relação, visto que o número do Chassi era divergente nos dois documentos. Além disso, a nota fiscal não estava autenticada em cartório e não foi apresentada a apólice de seguro total do veículo.

Na sentença, a Justiça Federal condenou o ex-prefeito ao ressarcimento integral do dano causado (50 mil reais) e ao pagamento de multa civil em 20 vezes o valor da maior remuneração do ex-gestor à época dos fatos.  A Justiça também determinou a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de três anos e a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, também pelo prazo de três anos, a contar do trânsito em julgado da sentença.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Lula pressiona Gilmar Mendes para adiar julgamento do “mensalão”

É classificada como uma “bomba” a reportagem de Otávio Cabral e Rodrigo Rangel que foi publicada na VEJA, contando os bastidores de um encontro secreto entre o ex-presidente Lula e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, no escritório do ex-ministro Nelson Jobim, no qual trataram sobre o adiamento do julgamento do esquema “mensalão”.

Leia abaixo a conversa escabrosa entre Lula e Gilmar Mendes em Brasília no dia 26 de abril:

Lula e Gilmar Mendes

Lula e Gilmar Mendes

– É inconveniente julgar esse processo agora – disse Lula a Gilmar a propósito do processo do mensalão. São 36 réus – entre eles o ex-ministro José Dirceu, que segundo Lula contou a Gilmar, “está desesperado”.

Em seguida, Lula comentou que tinha o controle político da CPI do Cachoeira. E ofereceu proteção a Gilmar. Garantiu que ele não teria motivo para preocupação.

– Fiquei perplexo com o comportamento e as insinuações despropositadas do presidente Lula – comentou Gilmar com a VEJA.

Lula foi adiante em sua conversa com Gilmar:

– E a viagem a Berlim?

Nos bastidores da CPI corre a história de que Gilmar e o senador Demóstenes Torres teriam viajado juntos a Berlim com despesas pagas por Cachoeira.

Gilmar confirmou o encontro com Demóstenes em Berlim. Mas respondeu que tinha como provar que pagou as próprias despesas,

– Vou a Berlim como você vai a São Bernardo do Campo – afirmou Gilmar se dirigindfo a Lula. Uma filha de Gilmar mora em Berlim.

Constrangido, Gilmar aconselhou Lula:

– Vá fundo na CPI.

Na cozinha do escritório, onde Lula comeu frutas, Gilmar ainda ouviu ele dizer outras coisas. Por exemplo: que encarregaria Sepúlveda Pertence, ex-ministro do STF, de convencer a ministra Carmem Lúcia a deixar o julgamento do mensalão para 2013.

Pertence foi o principal padrinho da indicação de Carmem Lúcia para o STF.

– Vou falar com Pertence para cuidar dela – antecipou Lula.

Estava aflito com a situação de Ricardo Lewandowski, lembrado por dona Marisa para a vaga que hoje ocupa no STF. Amigo da família da ex-primeira-dama, Lewandowski é o ministro encarregado de revisar o processo do mensalão relatado por seu colega Joaquim Barbosa.

– Ele (Lewandowski)  só iria apresentar o relatório no semestre que vem, mas está sofrendo muita pressão [para antecipar] – revelou Lula,

Joaquim Barbosa foi chamado por Lula de “complexado”. Lula ainda se referiu a outro ministro – José Dias Tófili, ex-Advogado Geral da União durante parte do seu governo e ex-assessor de José Dirceu na Casa Civil.

– Eu disse a Tófili que ele tem de participar do julgamento – disse Lula.

Tófili ainda hesita.

Se o julgamento do mensalão ficasse para 2013, seu resultado não seria contaminado “por disputas políticas”, imagina Lula.  O que ele não disse: nesse caso, os ministros Ayres Britto e Cezar Peluso já estariam aposentados. Os dois parecem ser favoráveis à condenação de alguns dos réus. Caberia a Dilma nomear seus substitutos.

Gilmar Mendes contou seu encontro com Lula a dois senadores, ao Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, ao Advogadfo Geral da União e ao presidente do STF, Ayres Britto. Que disse à VEJA:

– Recebi o relato com surpresa.

Jobim, confirmou o encontro em seu escritório, mas se negou a dizer o que por lá foi discutido.

A VEJA tentou ouvir Lula antes de publicar a reportagem. Sua assessoria informou que ele não falaria.

Recentemente, Lula mandou avisar a Ayres Britto que precisa se reunir com ele.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Lula pressiona Gilmar Mendes para adiar julgamento do "mensalão"

É classificada como uma “bomba” a reportagem de Otávio Cabral e Rodrigo Rangel que foi publicada na VEJA, contando os bastidores de um encontro secreto entre o ex-presidente Lula e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, no escritório do ex-ministro Nelson Jobim, no qual trataram sobre o adiamento do julgamento do esquema “mensalão”.

Leia abaixo a conversa escabrosa entre Lula e Gilmar Mendes em Brasília no dia 26 de abril:

Lula e Gilmar Mendes

Lula e Gilmar Mendes

– É inconveniente julgar esse processo agora – disse Lula a Gilmar a propósito do processo do mensalão. São 36 réus – entre eles o ex-ministro José Dirceu, que segundo Lula contou a Gilmar, “está desesperado”.

Em seguida, Lula comentou que tinha o controle político da CPI do Cachoeira. E ofereceu proteção a Gilmar. Garantiu que ele não teria motivo para preocupação.

– Fiquei perplexo com o comportamento e as insinuações despropositadas do presidente Lula – comentou Gilmar com a VEJA.

Lula foi adiante em sua conversa com Gilmar:

– E a viagem a Berlim?

Nos bastidores da CPI corre a história de que Gilmar e o senador Demóstenes Torres teriam viajado juntos a Berlim com despesas pagas por Cachoeira.

Gilmar confirmou o encontro com Demóstenes em Berlim. Mas respondeu que tinha como provar que pagou as próprias despesas,

– Vou a Berlim como você vai a São Bernardo do Campo – afirmou Gilmar se dirigindfo a Lula. Uma filha de Gilmar mora em Berlim.

Constrangido, Gilmar aconselhou Lula:

– Vá fundo na CPI.

Na cozinha do escritório, onde Lula comeu frutas, Gilmar ainda ouviu ele dizer outras coisas. Por exemplo: que encarregaria Sepúlveda Pertence, ex-ministro do STF, de convencer a ministra Carmem Lúcia a deixar o julgamento do mensalão para 2013.

Pertence foi o principal padrinho da indicação de Carmem Lúcia para o STF.

– Vou falar com Pertence para cuidar dela – antecipou Lula.

Estava aflito com a situação de Ricardo Lewandowski, lembrado por dona Marisa para a vaga que hoje ocupa no STF. Amigo da família da ex-primeira-dama, Lewandowski é o ministro encarregado de revisar o processo do mensalão relatado por seu colega Joaquim Barbosa.

– Ele (Lewandowski)  só iria apresentar o relatório no semestre que vem, mas está sofrendo muita pressão [para antecipar] – revelou Lula,

Joaquim Barbosa foi chamado por Lula de “complexado”. Lula ainda se referiu a outro ministro – José Dias Tófili, ex-Advogado Geral da União durante parte do seu governo e ex-assessor de José Dirceu na Casa Civil.

– Eu disse a Tófili que ele tem de participar do julgamento – disse Lula.

Tófili ainda hesita.

Se o julgamento do mensalão ficasse para 2013, seu resultado não seria contaminado “por disputas políticas”, imagina Lula.  O que ele não disse: nesse caso, os ministros Ayres Britto e Cezar Peluso já estariam aposentados. Os dois parecem ser favoráveis à condenação de alguns dos réus. Caberia a Dilma nomear seus substitutos.

Gilmar Mendes contou seu encontro com Lula a dois senadores, ao Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, ao Advogadfo Geral da União e ao presidente do STF, Ayres Britto. Que disse à VEJA:

– Recebi o relato com surpresa.

Jobim, confirmou o encontro em seu escritório, mas se negou a dizer o que por lá foi discutido.

A VEJA tentou ouvir Lula antes de publicar a reportagem. Sua assessoria informou que ele não falaria.

Recentemente, Lula mandou avisar a Ayres Britto que precisa se reunir com ele.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pesquisa: Castelo, Tadeu e Edivaldo Jr estão empatados tecnicamente

Blog do Gilberto Leda

Castelo, Tadeu Palácio e Edivaldo Holanda Júnior

Castelo, Tadeu Palácio e Edivaldo Holanda Júnior

 

A segunda pesquisa eleitoral realizada pela Escutec em 2012 revela um cenário praticamente inalterado em relação à consulta anterior, de abril (reveja).

Nas três primeiras posições, permanecem, nesta ordem, o ex-prefeito Tadeu Palácio (PP), o atual, João Castelo (PSDB), e o deputado federal Edivaldo Holanda Jr. (PTC). Todos empatados tecnicamente.

Se as eleições fossem hoje, Palácio teria 21,3% dos votos, contra 20,4% de Castelo. Holanda Jr. aparece com 17,9%. As variações de Tadeu e Edivaldo Jr deram-se dentro da margem de erro, de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, em, relação à pesquisa de abril (veja o gráfico completo acima).

Castelo foi o único que oscilou positivamente fora dessa margem.

A pesquisa, contratada pelo PDT,  foi registrada no TRE sob o protocolo 23/2012 e ouviu 856 entrevistados entre os dias 18 e 20 de maio.

Segundo turno

Nas simulações de segundo turno, o prefeito João Castelo perde para três dos quatro candidatos do “consórcio” controlado por Flávio Dino (PCdoB). O tucano só bate Roberto Rocha neste cenário.

Veja os números para estas simulações:

João Castelo – 30,3% X Tadeu Palácio – 40,3%

João Castelo – 32,2% X Eliziane Gama – 33,3%

João Castelo – 31,1% X Edivaldo Holanda Jr – 40,3%

João Castelo – 35,2% X Roberto Rocha – 24,3%

O prefeito João Castelo também vence o pré-candidato do PT, vice-governador Washington Luiz. Se fossem os dois no segundo turno, o cenário seria o seguinte:

João Castelo – 35,7% X Washignton Luiz – 21,6%

PS.: Apesar de recente, a pesquisa pode já não refletir o cenário real da disputa na capital. Como foi realizada entre os dias 18 e 20 de maio, a consulta não inclui a percepção do eleitorado sobre a saída de José Reinaldo (PSB) do grupo comandado por Flávio Dino (PCdoB) e sua nomeação para a Secretaria de Governo na administração João Castelo (PSDB).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ex-prefeito de São Bento responderá ação penal no TJ

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão acolheu recurso do Ministério Público estadual e reformou sentença de primeira instância, para determinar que seja recebida denúncia e instaurada ação penal contra o ex-prefeito do município de São Bento, Isaac Rubens Brito Dias. A denúncia apresentada anteriormente acusava Dias de não ter prestado contas do exercício financeiro de 2004 ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA).

A defesa do ex-prefeito sustentou que ele apresentou as contas no prazo legal. Argumentou que instrução normativa do TCE, de 2005, definiu novas regras, advertindo-o que a prestação estava em desacordo com o estabelecido e solicitando a regularização, o que teria ocorrido com a reapresentação das contas em maio daquele ano. Acrescentou que Dias pagou multa pelo alegado atraso.

A sentença da Justiça de 1º grau foi pela rejeição da denúncia, sob o argumento de que o ex-prefeito apresentou as contas antes do oferecimento da denúncia, o que não configuraria o crime. Entendimento semelhante teve o desembargador Bernardo Rodrigues, ao julgar o recurso, por considerar não haver justa causa para o recebimento, interpretando o fato como mera infração administrativa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Nenzim vai anunciar amanhã vereador Carlito como seu sucessor em Barra do Corda

Prefeito de Barra do Corda

Prefeito de Barra do Corda

O prefeito da cidade de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), vai anunciar amanhã, às 08h, o nome do seu candidato à sucessão na Prefeitura da cidade.

Será durante o café da manhã promovido na residência de Nenzim, que o nome do vereador de Barra do Corda, Carlito Santos vai ser anunciado para as lideranças, cabos eleitores e vereadores da base aliada ao prefeito.

De acordo informações, a indicação do vereador para sucessão, será recebida de forma negativa pelos aliados da família Teles

O anuncio do nome de Carlitos, como candidato a sucessor para Prefeitura de Barra do Corda, é diferente do que se esperava. Até então, o nome cogitado e trabalhado por setores do grupo, seria de Antônio do Cartório.

A indicação do vereador para disputar o pleito de outubro deste ano, se deu pelo forte apoio do empresário Pedro Alberto Teles de Sousa, que terá novamente o comando da Secretaria de Finanças e de quebra, o credenciamento da clinica odontológica de suas filhas Mariana Barbalho Teles e Manoella Barbalho Teles.

Além de Pedro Teles, o empresário Inamar Medeiros, casado com Sandra Teles, ambos os proprietário da Usina Asfáltica de Barra do Corda, firmaram compromisso com o vereador Carlito Santos

Já o cabo Alderodo, permanecerá como segurança de Carlito Santos, ou então, como forma de consolo será agraciado com uma inexpressiva Secretaria.

O deputado estadual Rigo Teles (PV) também declarou apoio a candidatura do decano Carlito Santos.

O clima promete ser tenso durante o café da manhã na casa do prefeito, que fica na Avenida Governadora Roseana Sarney, no bairro da Trizidela. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Preso falso médico no município de Mirinzal

Sandro Alex Mendonça Belford: o falso medico

Sandro Alex Mendonça Belford: o falso medico

Policiais militares da 4ª Companhia de Policiamento Militar de Mirinzal, sob o comando do capitão Benilton Menezes, prenderam em flagrante delito, na última quinta-feira (24), Sandro Alex Mendonça Belford, suspeito de cometer crime de estelionato na cidade de Cururupu, a 431 Km de São Luís.

De acordo com informações policiais, Sandro Alex foi preso em um ponto de ônibus, no município de Mirinzal, tentando evadir-se para a cidade de Viana, de onde é natural. Segundo o capitão Benilton, a prisão do estelionatário somente foi possível após uma denúncia, repassada via rádio pela delegacia de Polícia Civil de Cururupu, informando que o indivíduo havia praticado vários golpes se passando por um médico recém-formado.

Conforme explicou Benilton, o criminoso chegou à cidade e se instalou em um hotel afirmando que teria a formação de médico. Logo de início, pediu emprestado à recepcionista do estabelecimento a quantia de R$ 40,00. Saiu após três dias, depois de consumir produtos, sem pagar a conta equivalente a R$ 250,00.

O fato motivou o proprietário do hotel a denunciá-lo à polícia. No momento da abordagem policial, foi encontrada com o acusado a quantia de R$ 412,00.

Ao ser encontrado, Sandro Alex Mendonça negou a autoria dos golpes, porém, após ser reconhecido pela vitima, confessou o golpe no hotel Arco-Íris, e disse que, além deste, havia aplicado outros em um moto-taxista, um taxista e em uma dona de lanchonete na rodoviária da cidade de Cururupu. Também pegou dinheiro de outras pessoas não identificadas que contribuíram com a falsa formatura.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Ônibus voltam a circular 50% amanhã

Após uma reunião na Procuradoria Geral do Trabalho, foi definido ainda pouco, que a partir de sábado (26) estarão circulando 50% da frota dos ônibus nas ruas de São Luis.

Mesmo em greve, foi aceito pelos empresários os seguintes reajustes: os rodoviário terão a reativação do plano de saúde e o aumento no ticket de alimentação de R$ 341 para RS 358. Lembrando que o percentual concedido no reajuste salarial, ainda permanece em 7%.

Na próxima segunda-feira (28), os representantes dos Sindicatos e do (TRT) se reunirão novamente para discutir sobre o aumento salarial dos rodoviários.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.