Poder

Erick Marinho adquire imóvel milionário

Erick Marinho

Erick Marinho

O advogando Erick Janson Vieira Monteiro Marinho em uma de suas ultimas compras milionária, foi comentário entre deputados na Assembléia Legislativa do Maranhão, após arrematar uma sala da famosa construtora Treviso Engenharia.

O imóvel foi adquirido pelo advogado no valor simbólico por mais de R$ 1,5 milhão. E pasmem: o pagamento feito a vista.

Marinho ficou conhecido após ser acusado em indícios de irregularidades na superintendente jurídico da Secretaria de Educação do Maranhão, na época comandada pelo ex-secretário Anselmo Raposo.

Enquanto a pobreza predomina em nosso Estado, o advogado esbanja com sua riqueza. Quem pode, pode!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

CNJ investiga juízes suspeitos de grilagem

Do Estadão

A corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Eliana Calmon, revelou nesta sexta-feira, 25, que o órgão está investigando operações suspeitas envolvendo um grupo de juízes em um esquema de a compra de terras e grilagem em áreas de grande extensão no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e divisa entre Bahia e Goiás. A trama envolve tabelionatos e cartórios de registro de imóveis, informou a corregedora.

Os casos incluem cancelamento de títulos e matrículas em cartórios por ordem judicial, intervenções e ações reivindicatórias sem título adequado e concessão de liminares para imissão de posse indevida, tutela antecipada em ação por uso capião, entre outros expedientes. De acordo com a ministra, as terras têm sido usadas para o cultivo de soja.

“Estão ocorrendo, pelas informações que estamos recebendo e que chegam em razão de denúncias, grilagem de terras que não valiam nada, que eram absolutamente inservíveis, e que hoje são riquíssimas com o agronegócio, com participação de magistrados,”, afirmou a ministra, ao participar da 9.ª Reunião Plenária Anual da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), em Bento Gonçalves (RS). “Isso está nos preocupando sobremaneira”, afirmou.

Na avaliação de Eliana Calmon, trata-se de um esquema semelhante ao que já ocorreu no Sul do Pará. “Eram terras absolutamente sem valor econômico nenhum e, no entanto, elas começaram a ser valorizadas de repente em razão do agronegócio. O sul do Piauí está um problema sério, porque aquilo ali era terra de ninguém, abandonadas, de repente, cresceu.”

Segundo a ministra, alguns casos na Bahia chamaram a atenção da Corregedoria. “Temos algumas denúncias de dois ou três magistrados investigados, que inclusive o próprio Tribunal removeu, colocou outro, e em poucos meses o outro estava no mesmo esquema, porque é muito dinheiro”, afirmou. No Piauí, os casos estão sendo investigados pela corregedoria regional. “Mas eu tenho já os registros de uns três juízes que não estão afastados e estão sendo investigados”, revelou.

Eliana defendeu uma mobilização direta e conjunta do Ministério da Justiça, Polícia Federal, Ministério Público e CNJ para investigar o caso. “Eu levei minha preocupação ao ministro Cesar Peluso (presidente do Supremo Tribunal Federal e do CNJ) porque eu entendo que há necessidade de uma ação conjunta e política. E nas ações políticas é o presidente do CNJ que deve atuar no sentido de nós termos um enfrentamento conjunto”, afirmou. “Não adianta punir o juiz porque nós temos de pegar todo o segmento que vem praticando esse ilícito.”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre:
Judiciário

MP quer disciplinar uso dos carros oficiais de Tasso Fragoso

A Promotoria de Justiça da Comarca de Tasso Fragoso (a 900km de São Luís) emitiu, no dia 1º de novembro, Recomendação sugerindo ao prefeito do município, Antônio Carlos Rodrigues Vieira, o disciplinamento do uso e da guarda dos veículos da frota municipal.

No documento, além de recomendar a guarda dos carros oficiais do município em “local adequado e seguro, nas instalações de prédios públicos municipais”, o promotor de Justiça Silvio Mendonça Ribeiro Filho, solicita que seja expedida portaria regulamentando a utilização desses veículos para fins exclusivos para serviço público.

Ele também recomenda que os carros oficiais sejam identificados, em ambos os lados, por adesivos com a frase legível USO EXCLUSIVO EM SERVIÇO, de forma que permita sua leitura a, pelo menos, 20 metros.

Na Recomendação nº 06/2011, Ribeiro Filho sugere, ainda, a criação de planilhas de controle do uso dos veículos, descriminando horários e entrada e saída; percurso; quantidade de combustível e quilometragens inicial e final. As planilhas devem ser acompanhadas de relatórios de uso preenchidos e assinados pelos motoristas responsáveis.

Outra recomendação que consta no documento é que a autorização para viagens a outros municípios com carros oficiais seja solicitada somente por meio requerimento à prefeitura.

A Prefeitura de Tasso Fragoso deve encaminhar à Promotoria de Justiça, em até 30 dias, relatório sobre as providências tomadas para o atendimento das solicitações feitas no documento. Além do prefeito Antônio Carlos Rodrigues Vieira, a Recomendação foi encaminhada à Câmara de Vereadores e ao Comando da Polícia Militar no município. (Do Ministério Público)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Carudo: Ex-tesoureiro do PT diz que mensalão foi só um boato

 Em turnê pelo país para apresentar sua defesa ao STF (Supremo Tribunal Federal), o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares disse ontem, a sindicalistas de Brasília, que o mensalão foi só um “boato”.

Delubio Soares

Delúbio Soares

“Quando eu era menino, lá em Buriti Alegre, tinha o jornal de fatos e boatos. A denúncia, vou dizer para vocês, é um boato. Os fatos eu já expliquei na defesa prévia”, afirmou o petista.

Delúbio é apontado pelo Ministério Público como o operador do esquema, denunciado pela Folha em 2005. Se condenado, pode pegar até 111 anos de prisão pelos supostos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

Ele reuniu ontem cerca de 40 pessoas na sede da CUT (Central Única dos Trabalhadores). Em discurso de 40 minutos, disse estar com a consciência tranquila e negou a existência de provas.

“Não há nada contra Delúbio Soares, zero. O que foi feito? Peguei dinheiro emprestado para pagar dinheiro de campanha de aliados. Isso está assumido”, afirmou.

“Se essas pessoas não oficializaram no TRE (Tribunal Regional Eleitoral), a culpa não é do tesoureiro do PT”.

Ele repetiu a tese de que o esquema teria se resumido a caixa dois de campanha.

“Eu peguei dinheiro emprestado e mandei pagar dívida de campanha. Transformaram uma infração eleitoral em processo criminal.”

O petista ironizou a acusação de que o dinheiro foi usado para comprar apoio ao governo Lula no Congresso.

Descontraído, Delúbio disse que montou uma “imobiliária online” em Goiânia e pretende expandir os negócios para São Paulo e Brasília. “É meu ganha pão hoje. É duro pagar aluguel todo mês, mas precisa batalhar”.

Da Folha


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

29° edição do Programa Mais Show Fest

O Diretor e o elenco da Novela Histórias de Vida (Genuinamente Maranhense) Bate um papo legal Com a repórter Isadora Fonseca, falando o que vai rolar no seriado. Uma iniciativa nova no cenário maranhense.

A novela estréia em dezembro na telinha do maranhão, o canal e horário onde vai ser reproduzida a tele-novela ainda não estão definidos.

No mesmo programa, a equipe do MSF conseguiu uma entrevista com a Cantora, Paula Fernandes antes do show realizado em São Luís.

A cantora detalhou alguns trechos do inicio de sua carreira, e agradeceu a todos os maranhenses. Veja abaixo o programa:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Oposição cobrar novamente saída imediata de Carlos Lupi

Líderes da oposição cobraram neste sábado (26) da presidente Dilma Rousseff a demissão do ministro Carlos Lupi (Trabalho) após a revelação de que ele foi durante cerca de seis anos funcionário fantasma da Câmara dos Deputados. A avaliação é que o fato atinge diretamente o ministro ao envolvê-lo numa atitude questionável eticamente.

O ministro foi funcionário da Câmara de 2000 a 2006, lotado na liderança do PDT como assessor técnico. Nesse período ele foi vice e presidente nacional do partido e, segundo relatos de deputados, ex-deputados e assessores exerciam funções exclusivamente partidárias.

O fato também chamou a atenção do ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal). “Sempre que algo acontece no setor público devemos questionar o que ocorre na iniciativa privada. Ele não ficaria apenas recebendo e trabalhando em outro setor”, afirmou. “É algo que foge aos padrões que são aguardados. Falo de uma forma geral porque essa mesma situação pode se repetir em outros casos”, complementou.

O líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), avaliou que neste caso Lupi não tem como responsabilizar desvios de assessores, como tem feito até agora nas demais denúncias envolvendo o Ministério do Trabalho.

Da Folha de São Paulo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Carta de um policial militar á sociedade

Bom dia sociedade maranhense,

Gostaria de expressar minha preocupação nesse momento de esquina histórica instalado na minha Polícia Militar e em todo o espectro da secretaria de segurança pública. Sou Oficial da PMMA   e sempre fui acostumado a ver desmandos, incompetências e subserviências serem aclamadas como atos diferenciais que acarretavam promoções de pessoas cujo preparo profissional, ético e moral não encontravam materialidade. Assim, como nada mudava e as coisas eram assim porque sempre foram, eu me acomodava, incomodava e acatava… Era o sistema, sabem como é? 

Agora, minha combalida alma de resignado e disciplinado oficial assiste a um Juiz Corregedor alegar com todas as vogais e consoantes que um desses que assisti, por sua vez, seguindo a tradição, atropelar competências, pois era amigo do Secretário de Cultura e aboiador , ascender ao Comando da Instituição, lugar que requer preparo diferenciado em questões de emprego, liderança, convencimento, empatia e interesses com a tropa toda, seria despreparado para o cargo e que, sua falta de traquejo e habilidades acarretaram uma crise sem precedentes, inclusive para toda uma estrutura governamental, eu escutei ECO de minhas convicções, sistematicamente, estupradas em anos de  honestas jornadas de trabalho e comiseração.

o Juiz detalhou em partes da peça jurídica em que negou a prisão dos líderes da Paralisação de Policiais e Bombeiros Militares, uma descrição pessoal do comando do coronel Franklin Pacheco a frente da Polícia Militar,  disse, entre outras coisas, textualmente que. “Temos à frente da instituição militar estadual um comandante de operosidade caracterizada por fragilidade que salta aos olhos de todos, mercê do despreparo de que padece referida autoridade para o cargo que exerce”.

Esse mesmo Comandante que promoveu um assessor seu(muito bom por sinal) extemporaneamente, a frente de dezenas de outros IGUALMENTE preparados e que ficaram desmotivados e desprestigiados pois, acreditavam em suas qualificações e não foram promovidos por não comungarem da bajulação da corte empossada por um Governo que jamais buscou elementos técnicos para tomar decisões sobre a Polícia Militar.

 Resultado disso??? Abram as janelas ou saiam às ruas e verão o medo e a incerteza no semblante de cada cidadão… Todos sofrem por decisões políticas para cargos técnicos. 

Outro resultado disso também é a fragmentação das tropas de policiais militares e bombeiros militares que, aos poucos, começam a acreditar numa mudança sem precedentes e, pouco a pouco, engrossam o grito nos corredores da Assembléia Legislativa. E o Coronel Comandante Geral, ao enfrentar o movimento logo de início, não se apercebeu que muitos não aderiram e ficaram nos quartéis a espera de suas palavras e convocação… Palavras essas que não vieram pois ele estava despreparado para lidar com uma crise que deixou tomar consistência de greve.

 E esses mesmos que permaneciam no front e aguardavam seu Comandante, para reconhecer-lhes o esforço, aos poucos estão aderindo ao grito da maioria e estão deixando seus postos de resistência nas unidades… abandonados por quem não sabe nada sobre comandar e a quem ainda há pouco dedicavam lealdade por reflexo de formação.

É senhores, reconhecimento é moeda rara para ser aguardada de quem não tem preparo. A tropa está cansando de não ter comandante e o comandante está, somente agora, saindo, muito a contra gosto, de seu gabinete refrigerado e conhecendo sua tropa de farrapos, pena que dois anos após de cansaço… 

Lamento, por fim, que agora, que o barco esteja afundando e o Exército esteja tomando rédeas, outros Coronéis estejam querendo aderir à paralisação. Não por convicção, mas por medo que, com um novo rei, a corte se desvaneça e suas beneces se acabem… 

Senhores, nós Oficiais e praças, não somos tolos! Estamos em greve por melhores salários e não por discernimento… A tropa de elite do comandante(BME) já aderiu e agora os oficiais, lentamente, começam a desistir de lutar pelo que foram educados a serem fiéis e começam a pensar em um novo futuro, longe desses dinossauros despreparados..

Um Oficial Policial o Militar


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Oficias e Cadetes adere á greve dos PMs e Bombeiros

Oficias e cadetes entram na guerra

Oficias e cadetes entram na guerra

A situação da segurança pública do Maranhão, cada vez mais se complica. Os oficias e cadetes aderiram na tarde deste sábado, 26, a greve dos militares realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão.

Após reunião entre os representantes dos oficias e cadetes, foi decidida a adesão ao movimento que já chega ao terceiro dia.

Ao chegar no Poder Legislativo, mais de 200 oficias e cadetes foram recebidos por grevistas e familiares com monção de aplausos desde a guarita da Assembleia.

Neste momento, os coronéis Ivaldo, Francisco Melo, os deputados Bira do Pindaré, Zé Carlos da Caixa e demais, estão reunidos na Sala das Comissões para tratar com o coronel do exercito que trabalha como um dos intermediadores.

Com a adesão dos oficias e cadetes da 1º, 2º e 3° turma, a greve dos PMs e Bombeiros se mantém cada vez mais fortalecida.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.