Poder

Peixe nos Bairros já comercializou mais de 15 toneladas em Ribamar

Funcionando como um importante mecanismo de estímulo à produção de alimentos e geração de emprego e renda, o projeto Peixe nos Bairros, nos últimos seis meses, já comercializou mais de 15 toneladas de pescados e mariscos variados em diversos bairros do município de São José de Ribamar.

Pescados variados são comercializados no Caminhão Feira do Peixe

Pescados variados são comercializados no Caminhão Feira do Peixe

O projeto pioneiro, desenvolvido pela administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB) em parceria com o Ministério da Pesca e Aquicultura, funciona como uma feira itinerante nas dependências do Caminhão Feira do Peixe, veículo totalmente adaptado para transportar, armazenar e comercializar até 3,5 toneladas de pescado e mariscos por dia.

Os produtos são comercializados a preços bem abaixo (entre 10% a 15%) dos praticados nos mercados e feiras da Grande Ilha.

Em São José de Ribamar, o Peixe nos Bairros segue a mesma linha de atuação do projeto Feira de Safra, iniciativa também pioneira criada pela prefeitura e que promove, desde 2005, feiras itinerantes, com a comercialização de produtos variados, nos bairros ribamarenses.

Munido de câmaras frigoríficas e outros equipamentos (balanças, expositores, dentre outros) que lhe permite funcionar como um ponto móvel de comercialização, o Caminhão Feira do Peixe continuará percorrendo, ao longo deste mês e durante todo o ano de 2012, bairros do município promovendo feiras itinerantes.

Além de beneficiar o consumidor, em especial o de baixa renda, o Caminhão Feira do Peixe é um instrumento que já está melhorando a distribuição geográfica da produção, com significativo aumento da renda do pescador, além da melhoria na qualidade nutricional da população ribamarense que pode consumir um produto mais saudável.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

CNJ inspeciona Folha de Pagamento do TJMA

Blog do Itevaldo Júnior

A Corregedoria Nacional de Justiça, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), realiza uma inspeção para verificar movimentações financeiras atípicas de magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). Além do Judiciário estadual, outros 21 tribunais também são inspecionados.

A decisão foi tomada a partir de informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), encaminhadas à Corregedoria, apontando a existência de operações atípicas, embora não necessariamente irregulares, em 22 tribunais.

A equipe de inspeção, auxiliada por técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU), vai verificar a compatibilidade das movimentações financeiras e da evolução patrimonial com os rendimentos dos magistrados e servidores. As investigações são sigilosas e têm como destino os Tribunais de Justiça da Bahia, de São Paulo, do Rio de Janeiro, do Distrito Federal e Territórios, de Minas Gerais, do Pará, da Paraíba, do Maranhão, do Acre, do Amazonas, de Roraima e do Espírito Santo e os Tribunais Regionais do Trabalho das 1ª, 3ª, 6ª, 10ª, 12ª, 13ª, 14ª e 15ª Regiões. Serão também inspecionados o Tribunal Regional Federal da 1ª Região e Tribunal de Justiça Militar de São Paulo.

A Corregedoria Nacional de Justiça esclarece, entretanto, que movimentações atípicas não significam a existência de ilegalidade, já que o magistrado pode ter recebido créditos salariais ou herança e prêmios de loterias. O objetivo da inspeção, portanto, é esclarecer as aparentes incoerências apontadas pelo Coaf, adotando as medidas necessárias para corrigir eventuais desvios dos magistrados. Estão sendo verificadas informações relativas ao período de 2006 a 2010.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Seletivo de cursos técnicos do IFMA ocorre neste domingo

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) aplica neste domingo (11), o seletivo de cursos técnicos. Este ano, 48.502 candidatos se inscreveram nas provas. Foram oferecidas 4.430 vagas em 18 campida instituição em todo o Estado, o que garantiu uma média de 10,94 concorrentes por vaga. As provas serão aplicadas das 13h30 às 17h30. Os inscritos devem chegar com uma hora de antecedência portando um documento de oficial de identidade.

O seletivo é composto por 40 questões (20 de Português e 20 de Matemática) e será aplicado em 21 cidades. Em São Luís serão 60 locais de prova, incluindo os campi Monte Castelo, Maracanã e Centro Histórico, além de escolas da rede pública estadual e municipal. No interior do Estado, serão 68 locais de prova espalhados por 20 municípios, incluindo os outros 15 campi do IFMA em funcionamento e escolas da rede pública de ensino. Cerca de 3,9 mil pessoas irão trabalhar no seletivo.

Cotas – Neste seletivo, o IFMA adotou três tipos de cotas. 25% das vagas foram destinadas aos egressos de escolas públicas; 5% das vagas serão preenchidas por candidatos com deficiência; e 20% das vagas dos cursos de recursos naturais serão destinadas aos filhos de agricultores familiares ou pescadores artesanais que tenham estudado em escola pública.

Gabarito – O gabarito com as respostas da prova será divulgado a partir das 19h do domingo, 11 de dezembro. O resultado final deve ser conhecido no dia 13 de janeiro.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Autorizada a retirada de combustível de navio da Vale

A operação de retirada das primeiras 2,5 mil toneladas de óleo diesel e óleo bruto que estão nos tanques de combustível do supercargueiro Vale Beijing foi autorizada pela Capitânia dos Portos do Maranhão. No entanto, ainda não há plano para a retirada da embarcação da Baía de São Marcos, onde está fundeada, a 11 quilômetros da capital maranhense.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) notificou o armador da embarcação, a STX Pan Ocean, para lançar um barreira de boias para evitar o alastramento de óleo em caso de vazamento.

Segundo o capitão dos Portos do Maranhão, Nelson Calmon Bahia, uma empresa holandesa especializada em salvamento marítimo foi contratada pelo armador do navio, para fazer a operação. “A Smit, que é reconhecida no mercado marítimo e tem representação em São Luís, foi contratada para fazer a operação de salvamento. Como primeira ação eles apresentaram um plano para retirar cerca de 33% das 7,5 mil toneladas de combustível que estão no navio. Este pleno foi autorizado e deve começar amanhã”, disse o militar.

De acordo com os documentos apresentados à Marinha, outro navio deve ser acoplado ao costado do Vale Beijing e parte do combustível será drenado dos tanques do supergraneleiro. “A retirada não pode ser total porque se tudo for retirado de uma vez só, a estrutura do navio é colocada em risco. A operação de bombeamento do combustível será parecida com outra que já é feita com segurança pela Petrobras na Baía de São Marcos para abastecer navios”, explicou o capitão dos portos do Maranhão.

Calmon informou ainda que, ao contrário do que informava a nota oficial divulga pela STX Pan Ocean na manhã de hoje, nenhum plano para levar o navio para Fortaleza foi apresentado oficialmente à Capitânia dos Portos. “Nada chegou para nós, mas não posso dizer se esta linha de ação está sendo discutida pelos engenheiros da empresa e só posso comentar a possibilidade depois de ver um plano de ação. O navio só deixa a baía de São Marcos com a autorização da Capitânia”, completou.

Pela manhã, fiscais do Ibama entregaram uma notificação aos representantes da STX Pan Ocean, ordenando o lançamento de barreiras de boias ao redor do supergraneleiro. Segundo nota distribuída pela Agência Brasil, o Instituto considera a presença do navio “uma ameaça ao meio ambiente, pois o seu casco apresenta danificações, podendo provocar vazamentos no mar”.

O superintendente substituto do Ibama no Maranhão, Ricardo Arruda, disse, na nota, que a decisão de notificar os responsáveis pelo navio foi tomada para tentar “preservar a área” de riscos de contaminação por minério de ferro e combustível. “O Ibama pediu o cercamento e o isolamento do navio com essas boias para resguardar a região e também como medida preventiva de segurança”, disse.

A STX Pan Ocean tem até a manhã de domingo para cumprir a ordem contida na notificação. Até o fechamento desta reportagem, nenhum indício de vazamento das 7,5 mil toneladas de óleo diesel e óleo bruto ou das 263,4 mil toneladas de minério de ferro que estão a bordo do Vale Beijing havia sido detectada.

Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Propina: 1 milhão e meio de problemas para Stênio Rezende resolver

Blog do Marcelo Vieira

A semana foi tomada pela denúncia de suposta propinagem no valor de 1,5 milhão de reais envolvendo o deputado Stênio Rezende, líder do bloco do governo na Casa e empresários do setor da construção civil.

Os empresários em questão, de acordo com setores da imprensa local, seriam Barbosa da Dimensão Engenharia e Motinha da Mota Machado.

O dinheiro deveria ser distribuído para 30 deputados, 50 mil reais para cada, mas teria sido embolsado pelo deputado Stênio, responsável em negociar a aprovação do projeto que flexibiliza a derrubada das palmeiras de babaçu.

A denúncia caiu como uma bomba na Assembleia, e logo uma CPI foi pedida para investigar o caso, que conta com oito assinaturas mas promete ter 13 na segunda.

O governo reagiu e já teria sinalizado que quer Stênio fora da liderança do bloco na Casa.

No mesmo dia da denúncia, Stênio teria chorando diante dos colegas de parlamento durante reunião na presidência.

A situação dele é gravíssima, podendo até perder o mandato. E ao que parece tudo caminha para isso, apesar dos esforços de alguns amigos para impedir que isso aconteça.

Em contrapartida, a oposição se reúne na segunda para definir sua posição diante dos fatos e para piorar muitos deputados da base aliada conspiram contra Stênio, que nunca foi considerado um homem de confiança.

O deputado Stênio Rezende deverá ocupar o final de semana em articulações na tentativa de reverter o quadro. Mas ao que parece essa historia ainda tem muito o que render e pode ser que Stênio não resista as pressões.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Maioria dos eleitores do Pará rejeita divisão do estado

G1.com

A maior parte dos eleitores do Pará se mantém contra a criação dos estados de Carajás e Tapajós, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (9). O levantamento é o terceiro e último feito pelo instituto antes do plebiscito marcado para este domingo (11). O resultado dos dois anteriores também indicou rejeição dos paraenses à divisão do estado.

A pesquisa divulgada nesta sexta foi encomendada pelas TVs Liberal e Tapajós, afiliadas da TV Globo no Pará, e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

De acordo com o Datafolha, 65% dos entrevistados se disseram contrários ao desmembramento do Pará para a criação do estado de Carajás, e 64%, contrários à divisão para a criação de Tapajós, em pesquisa feita de terça (6) a quinta (8), com 1.213 eleitores em 53 cidades paraenses. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Na comparação com os levantamentos anteriores, divulgados respectivamente em 11 e 25 de novembro, a frente contra Carajás oscilou de 58% para 62% e agora registrou 65%, enquanto o “sim” foi de 33% para 31% e agora manteve os 31%. Indecisos eram 8%, passaram para 7% e agora são 4%.

No caso de Tapajós, o índice dos contrários à criação oscilou de 58% para 61% e agora está com 64%; a fatia do “sim” foi de 33% para 30% e agora está com 32%. Indecisos eram 10%, passaram para 9% e agora são 4%.

O instituto faz um alerta sobre a comparação dos números da pesquisa com o resultado da votação: “O levantamento reflete a opinião dos eleitores nesse período e não pode ser analisado como uma previsão do resultado final do plebiscito, no qual outros fatores podem interferir, tais como abstenção (no 1º turno da eleição de 2010, 21% dos aptos a votar não compareceram às urnas), desconhecimento sobre o número da opção escolhida, o feriado do servidor público – que ocorreu na quinta-feira, dia 8 de dezembro, e desdobramentos das campanhas nos dias que antecedem a votação. Dessa forma, a pesquisa não é um prognóstico numérico sobre o resultado do plebiscito. Portanto, não é possível comparar o resultado deste levantamento ao número das urnas”.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 52641/2011. O plebiscito que decidirá a divisão é restrito aos eleitores do Pará. Caso os paraenses optem pela criação dos outros dois estados, a decisão final ainda passa pelo Congresso e pela presidente Dilma Rousseff.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Finanças de Magistrados do MA serão fiscalizadas pelo Conselho de Justiça

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ/MA) está na lista dos 22 tribunais estaduais que serão inspecionados pela Corregedoria Nacional de Justiça, órgão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A vistoria determinada pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) vai verificar a compatibilidade das movimentações financeiras e da evolução patrimonial com os rendimentos dos magistrados e servidores.

De acordo com informações do CNJ, divulgadas nesta semana, as investigações são sigilosas e serão feitas nos Tribunais de Justiça da Bahia, de São Paulo, do Rio de Janeiro, do Distrito Federal e Territórios, de Minas Gerais, do Pará, da Paraíba, do Maranhão, do Acre, de Roraima, do Espírito Santo, além do Amazonas. Os Tribunais Regionais do Trabalho das 1ª, 3ª, 6ª, 10ª, 12ª, 13ª, 14ª e 15ª Regiões e o Tribunal Regional Federal da 1ª Região e Tribunal de Justiça Militar de São Paulo também inspecionados. A equipe de inspeção recebe auxílio de técnicos do Tribunal de Contas da União.

A Corregedoria Nacional de Justiça esclareceu que “movimentações atípicas não significam a existência de ilegalidade, já que o magistrado pode ter recebido créditos salariais ou herança e prêmios de loterias”. O CNJ informou ainda que a inspeção tem o objtetivo de esclarecer as aparentes incoerências apontadas pelo Coaf, adotando as medidas necessárias para corrigir eventuais desvios dos magistrados. Serão verificadas informações relativas ao período de 2006 a 2010.

Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre:
Poder

Antônio Pereira pede audiência para debater conflito em Amarante

O deputado Antonio Pereira (DEM) anunciou que protocolou requerimento na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, pedindo a realização de uma audiência pública, para discutir e encontrar uma solução para o fim de um grave conflito fundiário do município de Amarante, que pode culminar com a expulsão de suas terras de cerca de 20 mil pessoas de três mil famílias de produtores rurais e lavradores.

Deputado Antonio Pereira (DEM)

Deputado Antonio Pereira (DEM)

O parlamentar informou que o conflito fundiário em Amarante se agrava a cada dia, e foi ocasionado porque Fundação Nacional do Índio (Funai) pretende ampliar, em mais de 200% – por meio da Portaria 1437, de 08 de outubro de 2010 – a Reserva Indígena Governador, dos atuais 41.643ha para 204.729ha. Hoje as reservas indígenas ocupam mais de 45% de Amarante. Com a ampliação, esta ocupação subiria para 75%.

Antonio Pereira informa, também, que a área de 163.086ha, pretendida pela Funai, atinge 1.500 propriedades rurais, 11 assentamentos (6 do Incra e 5 do Banco da Terra), e mais de 75 povoados e localidades da região da mata e do sertão do município de Amarante. “Existem apenas 577 índios na área”, assinala.

O democrata garante que os pecuaristas também reclamam que vão amargar sérios prejuízos, caso a Funai consiga ampliar a Reserva. Dados da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged/MA) revelam que hoje o rebanho bovino de Amarante é de 190 mil cabeças, e na reserva pretendida pela Funai são criadas 127.066 cabeças de gado.

Na avaliação de Antonio Pereira, não justifica a ampliação da Reserva, pretendida pela Funai. Segundo ele, Amarante já possui 54% de sua extensão, o equivalente a 408.000ha, ocupadas pelas reservas indígenas Araribóia (338.000ha), Governador (41.6432ha) e Reserva Krikati (28.947ha). “Além do mais, os lavradores e produtores rurais estão na área há mais de 10 anos”, afirmou.

Da Agência Assembleia


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Palácio dos Leões quer Stênio Rezende fora do comando do Blocão

Deputado Stênio Rezende

Deputado Stênio Rezende

O chefe da Casa Civil, Luís Fernando, vai chamar hoje, 9, o deputado enrolado Stênio Rezende (PMDB), líder do Bloco Parlamentar, para uma conversar nada agradável no Palácio dos Leões.

Luís Fernando vai pedir para que o peemedebista peça a sua saída da liderança do Blocão.

A ordem partiu da governadora Roseana Sarney, que está furiosa com o escândalo de propinagem na Assembleia Legislativa envolvendo o deputado governista.

Na próxima semana, é provável que Stênio Rezende informe sua saída do comando do Blocão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Procurador de Justiça é agredido a pedrada na Ponta do Farol

Procurador de Justiça

Procurador de Justiça

O procurador de Justiça Raimundo Nonato de Carvalho Filho, do Ministério Público do Maranhão, foi agredido com uma pedrada, nesta quinta-feira (8), nas imediações do restaurante Cabana do Sol, na Ponta do Farol.

De acordo com informações do repórter Jorge Aragão, no programa Ponto Final, na Mirante AM, o procurador saiu em companhia das netas para almoçar no Cabana do Sol. Ao deixar o restaurante, bateu o carro, uma L200 Triton, na traseira de uma Hilux.

Raimundo Nonato desceu para avalir o prejuízo e percebeu que a colisão não era tão grave. E ao retornar para o carro – uma de suas netas chorava bastante – quando foi alcançado pelo dono da Hilux.

Com uma pedra na mão, ele atingiu o procurador com uma pedrada na cabeça, que caiu sangrando bastante. A vítima chegou a ficar inconsciente por alguns minutos. O agressor fugiu do local.

O procurador Raimundo Nonato foi levado por testemunhas que assistiram à cena e o socorreram, levando-o para um posto do Corpo de Bombeiros em frente ao restaurante. Até o momento, não se tem informações da placa da Hilux e a identidade do dono do automóvel.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.