Poder

Greve de trabalhadores termina depois de quase 30 dias

A greve dos trabalhadores da Construção Civil que já durava quase 30 dias foi encerrada oficialmente na tarde de quarta-feira (18). Em reunião realizada na terça-feira à tarde na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, os representantes do SINDUSCON-MA e do Sindicato dos Trabalhadores acordaram os valores referentes ao reajuste salarial da categoria, porém alguns pontos, como o desconto dos dias parados, não ficaram definidos, o que só ocorreu hoje. Pelo acordo, os trabalhadores oficiais, meio oficiais e demais categorias terão reajuste de 7,30 porcento entre novembro de 2011 a agosto de 2012.

Com isso, o salário do oficial que era de R$ 860 passará para R$ 924; o de meio oficial passará de R$ 642,40 para R$ 688,60. O servente teve reajuste médio de 11,65 porcento, e o salário da categoria passará de R$ 585,20 para R$ 627 nos meses de novembro e dezembro de 2011 e para R$ 653,40 entre os meses de janeiro a outubro de 2012. Nos meses de setembro e outubro de 2012, oficiais e meio oficiais terão seus salários aumentados respectivamente para R$ 1.001 e R$ 730,40. As demais categorias terão reajuste de 8 porcento sobre os salários de outubro de 2011.

A partir de 1º de novembro de 2012, o reajuste salarial das categorias de servente, meio oficial e oficial será com base no índice acumulado do INPC no período de vigência da Convenção Coletiva de Trabalho, acrescido de 4 porcento de ganho real, subtraída a diferença percentual paga entre os salários vigente 1º de agosto de 2012 a 31 de outubro de 2012. As demais categorias terão direito ao reajuste do INPC completo.

Ficou acertado também que os trabalhadores terão de pagar 65 porcento dos dias de paralisação da categoria. Para o presidente do SINDUSCON-MA, João Alberto Mota Filho, o acordo fechado vai garantir a manutenção dos empregos no setor da construção civil. “As duas partes tiveram que ceder nas negociações para não prejudicar a empregabilidade. O nosso desejo é continuar crescendo e gerando empregos para todos “, disse ele.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Oficina de Teatro a um clique de distância

A Escola Virtual de Atores é uma iniciativa da Cinquini Entretenimento e conta com a parceria de atores, diretores e professores de teatro. Lançada no dia 9 de janeiro já é um fenômeno na internet pois alcançou a marca de mais de mil alunos em apenas 4 dias, atingindo, até agora, brasileiros em 20 países.  “O ensino à distância já é uma realidade, e a internet tem um papel decisivo. O importante é a democratização da arte. Queremos levar o conhecimento aos cantos mais remotos do país, onde  é muito difícil encontrar um curso presencial que dê toda essa base para o futuro ator” diz o produtor executivo Christiano Cinquini, idealizador do projeto.

“O conteúdo teórico é completo e dá bases sólidas para que se inicie uma carreira. Nesta oficina o aluno aprenderá desde a origem do teatro, construção da personagem, formas de interpretação para cinema, televisão e teatro e até como funciona o mercado artístico. São 14 aulas em vídeo que com os estudos orientados podem somar mais de 200 horas de curso com um custo simbólico.”  diz o ator e diretor Guilherme Dantas.

Além dessa oficina inovadora, o site possui ainda ferramentas de interação entre os alunos de cada cidade para viabilizar encontros  para ensaios e estudos.  Além de bilbioteca de autores teatrais, fórum e outras ferramentas.

Essa poderá ser uma grande oportunidade única para quem quer se lançar na carreira e esta fora do eixo Rio-São Paulo,  pois o aluno terá acesso à informações valiosas para poder trilhar seu caminho de forma segura no mercado artístico. No site http://www.escolavirtualdeatores.com.br/tem um vídeo em destaque que explica todo o funcionamento da oficina.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Coca Cola lidera o ranking das marcas mais valiosa do mundo

Não tem jeito! A Coca-Cola continua no comando da marca com maior valor do mundo, apesar da Apple dispara após os lançamentos dos Iphones e Tabletes que contribuíram para valorização da empresa.

A Appel empresa fundada pelo criativo e gênio Steve Jobs, obteve um aumento de 58% em apenas um ano. Atualmente está avaliado em cerca de US$ 33,5 bilhões de dólares, resultando uma colocação expressiva chegando a 8ª.

Na posição entre as dez marcas mais valiosas, nada mudou em relação à pesquisa realizada pela Global Best Brands 2011. Abaixo o ranking completo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Caso BBB: Daniel diz à polícia que não conseguiu manter ereção após festa

O ex-BBB Daniel, expulso do Big Brother Brasil 12 nesta semana após suspeita de que teria estuprado a modelo Monique, disse em depoimento à polícia que não conseguiu manter ereção ao trocar carícias com a participante do programa embaixo do edredom.

Ex-BBB nega ter mantido relação sexual com Monique

Ex-BBB nega ter mantido relação sexual com Monique

O motivo, segundo ele, seria o fato de ter consumido bebidas alcoólicas em festa na madrugada de domingo passado (15). A informação é de fonte que teve acesso ao inquérito que corre em segredo de Justiça.

O titular da Delegacia da Taquara (32 ª DP), Antonio Ricardo Nunes, disse nesta quarta que enviará para o ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) imagens do BBB 12 para investigar a hipótese de estupro. O suposto crime teria ocorrido quando ela estava inconsciente após ter ingerido grande quantidade de bebida alcoólica durante a festa.

– Em cima das imagens, [a perícia] vai dizer se houve relação sexual ou se não houve relação sexual. Mesmo por debaixo do edredom há uma sugestão de relação sexual.

De acordo com Nunes, a gravação das imagens, a cueca de Daniel, a calcinha de Monique, além das roupas da cama onde eles dormiram serão enviadas nesta quarta ao ICCE. O delegado disse ter consultado o instituto, que confirmou que é possível concluir pelas imagens se houve ato sexual.

Os dois negaram o estupro em seus depoimentos na terça-feira passada (17), quando a equipe da Polícia Civil esteve no Projac, na zona oeste do Rio.

De acordo com o artigo 225 da lei 8.072, que trata de crimes hediondos, quando a pessoa se encontra em situação vulnerável, a ação criminal pode ser feita mesmo sem o consentimento da vítima.

– O inquérito segue sem a manifestação da vítima. Em caso de estupros de vulnerável a vítima não é qualificada para dar queixa ou não. Trata-se de ação penal pública incondicional.

Do Portal R7


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

CGJ irá analisar situação de tabeliães acusados de tramar contra magistrada

Corregedor Cleones Cunha

Corregedor Cleones Cunha

A Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) instaurou o Procedimento Administrativo nº 1951/2012 para analisar, preliminarmente, a situação funcional dos tabeliães envolvidos em uma suposta trama contra a juíza Lucimary Castelo Branco Campos dos Santos e dos tabeliães Ana Carolina Brasil Maciel e Ronaldo Torres. O corregedor-geral da Justiça, desembargador Cleones Cunha, comunicou a decisão à Corte do Tribunal de Justiça do Maranhão na Sessão Plenária Administrativa desta quarta-feira (18).

Também foi referendada na sessão plenária, a decisão do corregedor-geral de designar outros tabeliães para as Serventias Extrajudiciais nas quais os dois tabeliães envolvidos nas denúncias, Alice Ribeiro Brito e Luiz de França Belchior Silva Filho, estavam respondendo interinamente.

Alice Ribeiro Brito é titular da Serventia Extrajudicial de Anajatuba, onde continuará respondendo. No entanto, ela estava respondendo, ainda, interinamente, pela Serventia Extrajudicial de Barreirinhas e pelo 1º Ofício de Notas de Paço do Lumiar, para onde corregedor-geral Cleones Cunha designará outros tabeliães.

Luiz de França Belchior Silva Filho é titular da Serventia Extrajudicial do município de Maranhãozinho, onde continuará, e estava respondendo interinamente pelo 3º Ofício de Notas de São Luís, que receberá outro tabelião designado pelo corregedor-geral da Justiça.

Inquérito – A Corregedoria Geral da Justiça continua acompanhando o inquérito policial que está apurando as denúncias feitas pelo analista de sistema Paulo Araújo Ferreira, em depoimento à Polícia Civil, contra os tabeliães. Ele continua preso por determinação do juiz Douglas de Melo Martins.

A juíza Lucimary Castelo Branco Campos dos Santos, que seria vítima dos tabeliães, segue de férias e fora do Estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

TJ afasta filho de juiz eleitoral Belchior Filho acusado de mandar matar juíza

Juiz Luiz Belchior pai do tabelião afastado Belchior Filho

Juiz Luiz Belchior pai do tabelião afastado Belchior Filho

Na sessão desta quarta-feira, 18, o Pleno do Tribunal de Justiça afastou o tabelião Luiz de França Belchior Silva Filho, filho do juiz de direito, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA), Luiz de França Belchior, e a cartorária Alice Ribeiro, denunciados pelo pistoleiro sobre suposta morte da juíza titular da 6° Juizado Especial Cível, Lucimary Castelo Branco.

A trama teria como motivação o resultado do concurso realizado para o preenchimento de cartórios vagos no estado.

Por maioria de votos, o Tribunal de Justiça afastou nesta quarta-feira os cartorários Alice Ribeiro que responde, interinamente pelo 2º Ofício de Paço do Lumiar, e o filho do magistrado, Belchior Filho, que também responde de forma interina pelo 3º Ofício de Notas de São Luís.

A decisão de levar a questão ao Pleno foi tomada depois de reunião entre o presidente e o corregedor, na terça-feira. Regimentalmente, caberia ao corregedor decidir pelo afastamento dos cartorários.

Os desembargadores Jaime Araújo e Joaquim Figueiredo votaram pelo afastamento dos cartorários, tanto das serventias interinas e titulares.

Os serventuários foram acusados de contratar Paulo Ferreira para matar a juíza titular da 6° Juizado Especial Cível, Lucimary Castelo Branco, e também dois cartorários. A denúncia foi feita pelo próprio Ferreira, que se encontra preso, preventivamente.

Além de ser funcionário, o hacker Paulo Ferreira era tratado pelo juiz eleitoral, Luiz de França Belchior Silva, e por Belchior Filho como se fosse da família.

O juiz Luiz de França Belchior Silva que foi votado no dia, 16, de novembro de 2011, para a vaga de membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral no biênio de 2011/2013, também chegou a ser citado em depoimento dado pelo pistoleiro e hacker, que afirmou envolvimento do magistrado em contratá-lo para tramar contra o desembargador Bayma Araújo e o juiz Luis Gonzaga Almeida Filho.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Tribunal instaura processo administrativo contra juiz Douglas Amorim

Juiz Douglas Amorim

Juiz Douglas Amorim

Em sessão realizada nesta quarta-feira (18), o Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão aprovou por maioria, instauração de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra o juiz Douglas Airton Ferreira Amorim, da 3ª Vara Cível da capital, com base na existência de indícios de conduta incompatível com a Magistratura.

A instauração do PAD resulta de Reclamação de uma instituição financeira, que alegou retardamento e suposta má condução em um processo no qual era parte, com a prolação de despachos tumultuários e inoportunos pelo juiz. De acordo com o Reclamante, após atos inadequados à prestação jurisdicional, o magistrado teria extinguido o processo sem resolução do mérito, e deixado de analisar recurso de apelação, determinando o cumprimento de despacho anterior à sentença extintiva.

O relator da Reclamação, desembargador Cleones Carvalho Cunha (corregedor geral da Justiça), votou pela instauração do PAD, considerando a existência de inúmeros despachos ordinatórios na fase de execução, mesmo já tendo o juiz encerrado seu ofício jurisdicional ao proferir a sentença.

Para o desembargador, o juiz não agiu de forma diligente e prudente no seu dever institucional, contrariando dispositivos da Lei Orgânica da Magistratura (LOMAN) e do Código de Ética da Magistratura.

O relator ressaltou que a imunidade e independência funcional do magistrado não são absolutas, sofrendo temperamentos frente a situações em que atos judiciais possam afrontar a segurança jurídica, afastando-se do procedimento permitido pela lei.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.