Poder

Deputados voltam discutir atraso nas obras do Aeroporto Cunha Machado

A Comissão de Obras e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa reuniu-se, na Sala das Comissões, com representantes da EP Engenharia, Comércio e Representações, empresa responsável pelas obras de reforma do Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado.

Reunião da Comissão de Obras e Serviços Públicos da AL

Reunião da Comissão de Obras e Serviços Públicos da AL

Durante a reunião de trabalho, o presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos, deputado Carlinhos Amorim (PDT), e os deputados Eduardo Braide ((PMN) e Vianey Bringel (PMDB) pediram explicações ao corpo técnico da EP Engenharia sobre os motivos pelos quais tem havido sucessivos atrasos no cronograma de conclusão das obras do aeroporto.

O diretor operacional da EP Engenharia, engenheiro Carlos Pinheiro, e o advogado da empresa, Iuri Monteiro, forneceram aos parlamentares informações sobre o andamento das obras que, pelo contrato firmado com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), deveriam ter sido executadas no prazo de 150 dias, ao valor de cerca de R$ 10,4 milhões.

Entretanto, ocorreram problemas que, segundo a EP Engenharia, somente agora estão sendo contornados. O advogado Iuri Monteiro foi enfático ao afirmar que o atraso das obras não é de responsabilidade da EP Engenharia, frisando que a Infraero não forneceu projetos executivos que deveriam ter sido providenciados para a execução de cada etapa específica da obra.

O engenheiro Carlos Pinheiro explicou que a obra contratada, e que deveria ter sido concluída em dezembro de 2011, não se limita à reforma do telhado do aeroporto, que estava sob risco iminente de desabamento.

Segundo ele, foi esta circunstância que levou à interdição parcial do Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado. O terminal de passageiros foi interditado e realocado em uma área de estacionamento. Carlos Pinheiro informou que a falta de projetos executivos, que deveriam ter sido fornecidos pela Infraero, causou graves problemas para o planejamento global da obra, que acabou tendo sucessivos atrasos em seu cronograma.

O advogado Iuri Monteiro fez questão de assinalar que a EP Engenharia sempre primou pela boa qualidade de seus trabalhos e que enviou comunicados tanto à Infraero quanto ao Ministério Público Federal dando conta de que diversos projetos executivos não lhe haviam sido entregues para a execução das obras.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O imbróglio pedetista e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Por Igor Lago

Igor Lago

Igor Lago

Desde que denúncias de corrupção atingiram ex-assessores e o próprio ex-ministro Carlos Lupi e que culminaram com a sua demissão no dia 04 de dezembro de 2011, já se passaram 112 dias e, ao que nos consta, a Presidente da República ainda não decidiu sobre o que fazer : se deixa o atual interino que, diga-se de passagem, é de estrita confiança do ex-ministro, se nomeia outro do PDT ou não, etc.

Enquanto isso, o ex-ministro continua dando as cartas num ministério campeão de convênios irregulares, conforme relatório recente da Controladoria Geral da União e, infelizmente, no PDT, partido que dirige como um chefe sem brilho de liderança política maior desde o falecimento do ex-governador Leonel Brizola em 2004, com o auxílio de seu fiel operador e escudeiro, o eterno secretário geral nacional Manoel Dias (ocupante deste cargo desde 1999!).

Depois de todo o ocorrido, Carlos Lupi não teve nenhuma hesitação em retomar a presidência do PDT no dia 09 de janeiro passado quando, em reunião com alguns membros da Executiva Nacional, decidiu de forma vingativa e arbitrária, a não prorrogação da Comissão Provisória Estadual do Maranhão- que presidíamos a convite da maioria dos membros da Comissão deixada pelo ex-governador Jackson Lago-, optando por uma minoria que não tem outro interesse político a não ser os próprios, mesmo que comprometa o futuro de nossa agremiação histórica. O esbulho é justificado pela necessidade de controle cartorial do partido.

Até os Arcos da Lapa sabem que foi uma retaliação por nosso comportamento diante da crise que o envolveu e a seus assessores (Manoel Dias afirmou a alguns companheiros de nosso Partido que o Igor Lago não poderia continuar à frente do PDT pelas declarações que contrariaram muito ao Ministro!) e, consequentemente, o próprio governo Dilma e o nosso Partido.

Cometeu assim, uma grande violência ao PDT maranhense ao deixá-lo na informalidade por dois meses e meio, uma vez que só deixou para formalizar essa decisão no dia 16 de fevereiro passado, o que comprova uma de suas principais características, a da dissimulação.

De forma semelhante a outros membros de nosso Partido, inclusive senadores, sou da opinião de que seria melhor para o PDT ficar sem o Ministério. O PDT deveria ficar numa posição mais confortável em relação ao governo Dilma, votando a favor das matérias mais importantes e favoráveis ao nosso País, votando contra aquelas que tenham o sentido contrário. Assim, o PDT ganharia todas as condições de realizar uma grande reflexão sobre a sua trajetória e o seu papel sem as influências da estrutura de Estado, desatrelando-se desta e fazendo com que surgisse um ambiente mais propício ao exercício da verdadeira militância nacionalista, democrática e trabalhista que sempre caracterizaram o nosso Partido.

Enquanto lemos e ouvimos na mídia o vai-e-vem sobre quem será nomeado, o ex-ministro continua aprontando das suas: Quer porque quer fazer com que a presidente nomeie o seu fiel escudeiro Manoel Dias, em detrimento de dois outros membros, os deputados federais Brizola Neto e Vieira da Cunha.

Será que não passa pela cabeça dos senhores donos de nosso partido (Carlos Lupi e Manoel Dias) que a Presidente poderia, assim, estar apenas trocando seis por meia dúzia? Logo agora que ela está querendo tomar a “vassourinha” do Jânio Quadros…

Igor Lago

Ex-presidente da Comissão Provisória do PDT-MA

Membro do Diretório Nacional do PDT.

27 de março de 2012


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mega-Sena poderá pagar R$ 15 milhões nesta quarta-feira

Chegou o momento de todos os apostadores tentaram a sorte no próximo sorteio que ocorrerá nesta quarta-feira, 28, do concurso 1.375 da Mega-Sena, que poderá pagar R$ 15 milhões ao felizardo que conseguir acertar as seis dezenas.

O acumulo do prémio da Mega-Sena, em decorrência do sorteio realizado no último sábado, 24, onde nenhum apostador obteve a sorte de acertar os números do concurso 1.374.

Para os amantes dos jogos, o próximo concurso deve ser feito até às 19h com o custo apenas  R$ 2 reais.

Segundo informações da Caixa Econômica Federal, o apostador que conseguir ganhar os R$ 15 milhões poderá aplicar  na poupança, tendo um levantamento de R$ 105 mil mensais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Maranhão Único é realizado em São José de Ribamar

Com o objetivo de mobilizar os setores públicos e privados, além da cadeia produtiva do turismo do pólo São Luis, foi realizado nesta última segunda-feira (26) no município de São Jose de Ribamar, o projeto Expedição Maranhão Único.

O evento contou com as presença do secretários municipal de Turismo de São José de Ribamar, Nelson Weber, e de operadores do setor.

Durante a reunião, foi destacado a nova política e ações de desenvolvimento do turismo para os próximos dez anos, incluindo os municípios turísticos do pólo São Luís, que compreende as cidades de Alcântara, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar.

As ações visam o processo de regionalização dos municípios, através da integração e aproximação das regiões turísticas maranhenses, além de projetos de promoção e divulgação dos atrativos do pólo e também a participação efetiva em feiras nacionais e internacionais de turismo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Procurador da República pede abertura de inquérito para investigar Demóstenes

Débora Santos Do G1, em Brasília

Demostenes Torres

Demostenes Torres

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, confirmou na noite desta terça-feira (27) que enviou ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito para investigar o senador Demóstenes Torres e pelo menos outros dois deputados federais citados em relatório da operação Monte Carlo, deflagrada pela Polícia Federal em fevereiro.

A operação prendeu o empresário Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, suspeito de chefiar esquema ilegal de jogos. As gravações telefônicas revelaram a ligação dele com Demóstenes e com os deputados federais Sandes Júnior (PP-GO) e Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO).

Gurgel afirmou que a definição sobre a necessidade de abertura de inquérito veio após a análise de 10 meses de interceptações telefônicas feitas pela PF. “Considerei [as gravações] graves o suficiente para que houvesse o pedido de instauração de inquérito. É um volume muito grande de interceptações telefônicas e de um período bastante longo”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Homem acusado de matar empresário é preso

Empresário Braz Josias Cabrini

Empresário Braz Josias Cabrini

Policiais civis do município de Imperatriz prenderam, na tarde desta terça-feira (27), Ronaldo Batista dos Reis, o Nelbin, 19 anos.

Segundo informações policiais, Ronaldo teria participado do assassinato do empresário pecuarista Braz Josias Cabrini, de 61 anos, desaparecido desde a última terça-feira, 20, após realizar um saque de R$ 70 mil.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Assis Ramos, o homem foi preso na sua residência no bairro São José do Egito. Com ele, a polícia conseguiu apreender a arma utilizada no crime, calibre 38, e uma quantia de R$ 4 mil.  Em depoimento na Delegacia Regional, ele declarou que recebeu 5 mil para participar do crime. Ele se encontra à disposição da Justiça.

Carro do empresário foi achado em matagal

Carro do empresário foi achado em matagal

A Policia Civil já havia conseguido prender, no último fim de semana, João Helison Damasceno, Diego Rômulo Monteiro, 25 anos e Adriano Célio da Silva Colaso, de 23 anos.

João Helison e o seu irmão Diego Rômulo foram presos após uma campana realizada pelos policiais em sua fazenda na cidade de Porto Franco, sob a acusação de serem os mandantes do crime.  Adriano foi detido em sua residência no bairro Conjunto Vitória.

Segundo a polícia, a motivação do crime seria uma divida de R$ 200 mil que João Helison teria com a vítima. As prisões ocorreram a partir de um mandado de prisão temporária expedido pelo juiz da 3° Vara Criminal, Ernesto Guimarães.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ministério Público entrega prestação de contas ao TCE

PGJ Fátima Travassos e o presidente do TCE Edmar Cutrim

PGJ Fátima Travassos e o presidente do TCE Edmar Cutrim

A procuradora-geral de Justiça, Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro esteve na manhã desta terça-feira, 27, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde entregou as prestações de contas da Procuradoria Geral de Justiça e do Fundo Especial do Ministério Público Estadual (Fempe), relativas ao exercício financeiro de 2011.

Este ano, pela primeira vez o Tribunal de Contas do Estado está recebendo as prestações de contas em meio eletrônico. Os dois discos com as prestações de contas da PGJ e do Fempe foram entregues pela procuradora-geral Fátima Travassos pessoalmente ao presidente do TCE, Edmar Cutrim.

A instrução normativa do Tribunal de Contas do Estado que trata do assunto define que os gestores têm até 60 dias após o início do ano legislativo para a apresentar as contas relativas ao exercício financeiro anterior. Dessa forma, em 2012, o prazo final para a entrega das prestações de contas é 1º de abril, já que a Assembléia Legislativa retomou suas atividades em 1° de fevereiro.

De acordo com a procuradora-geral de Justiça, o Ministério Público do Maranhão está, mais uma vez, prestando contas de suas ações de forma transparente e sem atrasos. Para Fátima Travassos, isso é resultado de um trabalho sério e organizado, que vem sendo desenvolvido pela instituição nos últimos anos.

Estiveram presentes durante a entrega da prestação de contas a coordenadora de Assuntos Estratégicos e de Inteligência do MPMA, Núbia Zeile Pinheiro Gomes, a coordenadora de Orçamento e Finanças da PGJ, Tatiana Alves de Paula e o assessor chefe de Controle Interno, José Edson Maia Junior.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edilázio Júnior fala sobre plano de cooperação do Judiciário

Edilázio Júnior

Edilázio Júnior

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) usou a tribuna para comentar a importância do Plano de Cooperação do Judiciário para agilizar o andamento dos processos em todas as esferas da Justiça.

O parlamentar foi o representante do Poder Legislativo durante o lançamento do projeto de cooperação feito pelo presidente da Comissão de Acesso à Justiça e Cidadania do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o conselheiro Ney José de Freitas.

Edilázio Júnior iniciou o discurso repassando ao presidente da Assembleia, Arnaldo Melo, e aos demais colegas de parlamento os agradecimentos do desembargador Guerreiro Júnior, presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, pelo espaço cedido pelo Poder Legislativo ao Judiciário para a realização do lançamento do projeto de cooperação entre os tribunais.

Esse projeto, segundo destacou o deputado do PV, faz parte da Rede Nacional de Cooperação do Judiciário, inspirada em modelo de sucesso na Europa, recomenda um sistema de cooperação para que a prática de atos que dependam de juízes de tribunais diferentes ocorra com mais rapidez e a solução do processo não seja prejudicada.

Em seu discurso, o deputado Edilázio lembrou que a justiça maranhense já deu o primeiro passo rumo a atender esse projeto do CNJ. O Tribunal de Justiça por meio da Resolução n.º 6/12 instituiu a cooperação na justiça estadual.

O projeto que cria núcleos de ligação já vem sendo discutido no Estado entre representantes das três esferas da Justiça.

Neste mês, os juízes José Nilo Ribeiro (auxiliar da presidência do TJ), Manoel Lopes Veloso (auxiliar da presidência do TRT/MA) e José Carlos Madeira (diretor do Fórum da Seção Judiciária da Justiça Federal) se reuniram com o objetivo de estabelecer um diálogo entre suas áreas de atuação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Inscrições para simulado do Enem 2013 vão até sexta-feira (30)

As inscrições para o Simulado do Exame Nacional do Ensino Médio de 2013 (Enem 2013) estarão abertas até a próxima sexta-feira (30), em todas as escolas do ensino médio da rede púbica estadual e pela internet, no endereço www.educacao.ma.gov.

Até está terça-feira (27), já haviam sido realizadas mais de 22 mil inscrições em todo o Maranhão. A Seduc relembra aos jovens a importância da participação no simulado, para que dessa forma possam ampliar os conhecimentos e habilidades no intuito de adquirir subsídios com relação ao processo de aplicação do exame.  

Outro objetivo que a Seduc busca com essa iniciativa é fornecer um relatório para as unidades de ensino, indicando a nota do aluno e da escola. Com isso, será repassado aos gestores e professores, pressupostos para avaliação de seus resultados, para que com base nesses indicadores, possa ser planejado um conjunto de ações em relação à aprendizagem, sempre tendo com foco principal a elevação do desempenho dos alunos da rede pública estadual no Enem 2013.

Documentação exigida – A Seduc está adotando, para as inscrições dos alunos, os mesmos critérios utilizados pelo Ministério da Educação (MEC), no que diz respeito à documentação exigida.  É importante que o estudante apresente o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o Registro Geral (RG) para que a sua inscrição seja validada.

Esses documentos são essenciais para a inscrição no Enem 2013, por isso a Seduc está fazendo a cobrança dos mesmos no ato da inscrição para o simulado. “É importante que os nossos alunos tenham em mãos esses documentos para que possam concorrer ao Enem de 2013. Sem esses documentos a inscrição fica inviável e o aluno não poderá participar do exame. Por esse motivo, estamos cobrando essa documentação para que os alunos não tenham surpresa em suas inscrições ano que vem”, afirmou a Supervisora de Avaliação da Seduc, Vera Lúcia Gonçalves Pires.

Provas  – O exame será realizado no dia 26 de abril, na própria escola do aluno, e acontecerá simultaneamente em todo estado. É importante lembrar que o simulado vai acontecer das 13h30 às 17h30, e constará de 92 questões, envolvendo as quatro áreas de conhecimento: linguagem, matemática, ciências da natureza e ciências humanas, com suas respectivas tecnologias.

De acordo com a Supervisão de Avaliação daSeduc, as unidades de ensino participantes do simulado terão um coordenador escolar e um aplicador, que serão responsáveis pela realização das provas nas salas de aula. Os aplicadores serão capacitados pela Secretaria de Educação, um dia antes da execução do simulado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia realiza prisões por porte de arma em Barra do Corda

Policiais militares do 5º Batalhão em Barra do Corda prenderam duas pessoas por porte ilegal de arma de fogo, durante  abordagens realizadas no último final de semana em estradas vicinais no bairro Tamarindo, naquele município.

Nas ações foram presos, Antonio Edmilson Pereira Silva, de 28 anos, e Gaspar Santiago da Silva, de 61 anos. Cada um deles estava em posse de um revólver calibre 38 e seis munições. 

Após a prisão, ambos foram conduzidos para a Delegacia Regional de Balsas, onde foram autuados pelo delegado Marconi Caldas, na Lei do Estatuto do Desarmamento, por porte ilegal de arma de uso permitido. Os acusados encontram-se detidos na delegacia, no entanto podem ser liberados mediante pagamento de fiança.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.