Política

Deputado André Fufuca pede apoio para os agricultores

Em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado André Fufuca (PSD) pediu o empenho dos seus colegas de plenário e da bancada federal do Maranhão para que envide esforços no sentido de ajudar os agricultores maranhenses que, devido à última seca registrada no país, estão sem condições de pagar os empréstimos contraídos junto aos bancos. Ele anunciou que nesta terça-feira (7) o assunto será discutido no Congresso Nacional.

Deputado Andé Fufuca.

Deputado Andé Fufuca.

André Fufuca lembrou que a seca do ano passado foi a pior nos últimos 10 anos e a perspectiva para esse ano também é preocupante para o agricultor, uma vez que não é apenas uma condição climática, mas acima de tudo, para muitos nordestinos, é uma questão de sobrevivência. “Eu venho aqui para dar o meu abraço e a minha mão a estes agricultores que estão precisando do apoio desta Casa. Também faço um pedido aos deputados federais e senadores para que se empenhem para ajudar essa classe que tanto ajudou nosso Estado e que hoje precisa de nossa ajuda”, disse o parlamentar.

No ano passado foi decretado estado de emergência em 64 municípios maranhenses. Em Grajaú, foi considerado um dos maiores focos de incêndios do país com mais de 80 casos; Mirador foi o segundo do Estado com 60 casos de incêndio, na região da seca do país. “Hoje fica difícil o pequeno produtor pagar o empréstimo tirado para a sua produção. Por isso, peço mais uma vez ajuda a esta gente corajosa”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Cutrim quer notas fiscais emitidas por empresas ligadas ao agiota Gláucio Alencar

Agiota Gláucio Alencar.

Agiota Gláucio Alencar.

O deputado Raimundo Cutrim (PSD) anunciou que apresentou cinco requerimentos pedindo que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa solicite as notas fiscais emitidas pelas empresas ligadas aos agiotas comandados por Gláucio Alencar, preso por envolvimento na morte do jornalista Décio Sá.

O parlamentar explicou que o pedido se refere a cópias das notas fiscais emitidas por empresas legítimas e/ou laranjas, ligadas ao grupo de agiotas, supostamente comandado por Gláucio Alencar e outros envolvidos em desvio de recursos públicos, nas áreas federal, estadual e municipal.

Em relação à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que deseja criar para investigar a agiotagem no Estado, Raimundo Cutrum revelou que está conversando com os colegas para que não apenas 14 assinem, mas todos os 42 deputados. Voltou a criticar o secretário de Segurança do Estado, Aluísio Mendes, que não teria credibilidade para apurar o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Edivaldo Holanda Júnior nomeia ex-candidato a prefeito

Além de denunciar a existência de assessores e secretários fantasmas, o vereador Fábio Câmara (PMDB), também criticou a nomeação do candidato derrotado a prefeito na última eleição, Edinaldo Neves (PRTB), para exercer a função de assessor especial do prefeito Edivaldo de Holanda Júnior (PTC).

“Eu gostaria de saber qual a função de um assessor especial. Qual a diferença desse assessor para os servidores que Edivaldo disse que não exerciam atividades na Prefeitura de São Luís?”, voltou a questionar.

Para exorcizar esses auxiliares fantasmas, Câmara vai apresentar um requerimento pedindo explicação da Prefeitura em relação à função de cada um. O parlamentar quer saber, por exemplo, o horário que os assessores prestam serviços, o valor do subsídio de cada um destes e qual o papel que desempenham na Administração.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Veja como foi o 1° dia de audiências do caso Décio Sá

Do G1 MA, por Clarissa Carramilo

Gláucio Alencar e José Miranda aguardam depoimentos (Foto: Clarissa Carramilo/G1)

Gláucio Alencar e José Miranda aguardam depoimentos (Foto: Clarissa Carramilo/G1)

Seis testemunhas de acusação foram ouvidas na manhã desta segunda-feira (6), no primeiro dia das oitivas sobre o assassinato do jornalista Décio Sá. Ao todo, 55 pessoas devem prestar depoimento na fase de instrução do processo, que ocorre entre os dias 6 e 24 de maio, no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís.

Os envolvidos começaram a chegar por volta de 10h. Acusados de serem os mandantes, Glaucio Alencar e o pai José Miranda, chegaram primeiro, seguidos de Fábio Aurélio do Lago e Silva, o Bochecha. Depois disso, a imprensa foi convidada a se retirar da sala de audiências.

A presença do assassino Jhonathan de Sousa Silva foi confirmada pela assessoria do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA). O advogado de Glaucio Alencar e José Miranda, Adriano Cunha, foi o primeiro a chegar, seguido do defensor do também advogado Ronaldo Ribeiro, Aldenor Rebouças Junior, do advogado de José Raimundo Sales Júnior, o Júnior Bolinha, do promotor Luis Carlos Correa Duarte e do advogado do assassino confesso, Pedro Jarbas.

De forma unânime, os advogados de defesa dos acusados pediram o adiamento das audiências. De acordo com eles, o acesso às escutas telefônicas somente sete dias antes das audiências prejudicou o trabalho da defesa. Mesmo assim, o magistrado não aceitou os argumentos, dispensando somente o acusado Ronaldo Ribeiro da fase de instrução.

Após o depoimento de seis testemunhas, por volta de 12h30, o juiz Márcio Castro Brandão, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, suspendeu os trabalhos. Até a próxima sexta-feira (10), apenas testemunhas de acusação serão ouvidas.

A segunda semana das audiências será reservada às testemunhas de defesa e na terceira, os acusados do processo devem ser interrogados. Terminada a fase de instrução, o MP terá que apresentar alegações finais sobre cada um dos acusados. Depois disso, o juiz vai determinar se eles vão a júri popular ou não.

Advogado critica portas fechadas

Advogado Pedro Jarbas faz crítica à imprensa (Foto: Clarissa Carramilo/G1)

Advogado Pedro Jarbas faz crítica à imprensa (Foto: Clarissa Carramilo/G1)

O advogado Pedro Jarbas, que defende o asssassino de Décio Sá, Jhonathan de Sousa Silva, criticou a falta de acesso da imprensa e da sociedade civil às audiências referentes à fase de instrução do assassinato do jornalista, realizadas nesta segunda-feira (6), no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís.

“O interesse para desvendar isso é público ou é do grupo aí? Os crimes dolosos contra a vida são julgados pelo conselho de sentença, que é soberano, é soberania constitucional. E por que que faz segredo? Por que que não pode divulgar? Por que que não pode falar? Por que que não entra? O interesse vai ser sempre público. Se a sociedade tem um interesse particular em que se desvende isso, por que que não?”, completou.

Estudante Adriana Arruda não pôde assistir às audiências (Foto: Clarissa Carramilo/G1)

Estudante Adriana Arruda não pôde assistir às audiências (Foto: Clarissa Carramilo/G1)

A estudante de direito Adriana Arruda foi impedida de acompanhar. “Eu queria assistir e infelizmente não foi possível. No estágio obrigatório, é obrigatório assistir sete audiências de instrução. Eu queria ficar mais por dentro do que aconteceu, né? Vou tentar assistir o tribunal de júri”, contou.

O Tribunal de Justiça do Maranhãox (TJ-MA) explicou que a decisão é do juiz Márcio Castro Brandão, que preside as audiências. De acordo com a assessoria do órgão, o magistrado achou melhor, por segurança, que a audiência fosse a portas fechadas devido à delicadeza do caso e ao grande número de testemunhas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Além de deixar um “abacaxi” na cidade, ex prefeito de Turiaçu ameaça vereadores

Ex-prefeito Costinha.

Ex-prefeito Costinha.

O ex-prefeito da cidade de Turiaçu, Raimundo Nonato Costa Neto (PT), protegonizou uma cena absurda na Câmera dos Vereadores. Costinha, como é mais conhecido, além de fazer barraco ainda ameaou os parlamentares que não rezaram em sua cartilha.

A pedido dos vereadores Sergio Rabelo (PR) e Alan Jorge (PP), o ex-prefeito que já tem a “costa quente” na cidade, foi ao plenário justificar suas contas deixadas da sua gestão, mas o que aconteceu foi algo bem diferente que ninguém esperava.

Em sessão no dia, 19, do mês passado, “Costinha” se revoltou e ameaçou o colegiado de vereadores, inclusive o prefeito Umbelino Ribeiro (PV).

“Tenham cuidado quando fazem alguma afirmação sobre alguém. Alguém que é ladrão ou que roubou, desviou, porque o vereador tem imunidade parlamentar nessa casa, fora daqui é outra questão e mesmo com imunidade ele responde por procedimentos” disse o ex-prefeito.

Quando abandonou o púlpito, saiu intimidando os politicos gritando: “vocês me pagam tenham cuidado um dia eu volto”.

As ameaças não assustou a comissão de vereadores que estavam na sessão. E pelo visto não vão deixar de exigir as justificativas necessárias com o abandono e a maldita herança deixado por ele.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Na Justiça, Sebastião Madeira consegue censurar blog de Imperatriz

A Constituição Federal, em seu artigo 5º, inciso IV, dispõe que é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato. Com base na norma, a 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado (TJMA) manteve decisão de primeira instância, que determinou ao Google Brasil deixar de hospedar, em 48 horas, blog de autor anônimo com informações sobre o município de Imperatriz e seus gestores.

Também fica mantida a liminar para que o provedor de acesso identifique, por meio de endereços IP, os computadores usados para alimentar o blog, no prazo de cinco dias. O município, representado pelo prefeito Sebastião Madeira, havia entrado com ação cautelar, com o objetivo de obter os dados e para que fossem excluídos os posts.

O autor da ação alegou que os administradores de Imperatriz passaram a ter suas vidas devassadas por meio de publicações diárias no blog anônimo, que estaria utilizando de forma falsa o nome do tabloide eletrônico Wikileaks, conhecido pelo vazamento de documentos internacionais considerados secretos. Afirmou que o blog é colocado à disposição de todos pelo Google e disse que, entre os supostos crimes cometidos pelo autor anônimo, estaria a publicação de informações privadas de servidores, capturadas do site da Prefeitura por meios ilícitos.

O Google ainda sustentou não ser possível fornecer o endereço IP, tendo em vista a necessidade de identificação dos conteúdos específicos (URLs), uma vez que se trata de site genérico. Também considerou elevada a multa diária, de R$ 5 mil, fixada pelo juiz para caso de descumprimento da decisão.

A relatora citou decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), com mesmo entendimento, e que obriga o agravante a viabilizar o IP do computador utilizado para cadastramento de conta na internet. A desembargadora votou pelo provimento parcial do recurso do Google, apenas para reduzir a multa-diária para R$ 1 mil, por considerar o valor original excessivo. Os desembargadores Nelma Sarney e Raimundo Barros acompanharam o voto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ex-assessores de Socorro Waquim são flagrados “levando” material de asfalto de obra da Prefeitura de Timon

Foram flagrados de maneira suspeita na manhã da última sexta-feira (02), dois ex-assessores  da ex-prefeita Socorro Waquim (PMDB), sendo eles: o mototaxista  identificado  apenas como “Almeidinha” e o fotográfo  Mascarenhas, quando estavam  levando  sorrateiramente  em caixas amostras do material  de asfalto  que está  sendo colocado na Rua Coronel  Falcão, no centro de Timon, cuja obra  é  executada pelo governo municipal.

A atitude dos dois homens utilizando uma motocicleta chamou à atenção de curiosos que ficaram sem entender nada.  Como se trata de material pertencente ao poder público, eles poderão ser responsabilizados por furto ou vandalismo. Com informações do Tribuna do Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia Federal realiza operação em Paço do Lumiar

A Policia Federal do Maranhão está realizando desde as primeiras horas desta manhã de segunda-feira (06), a “Operação Habitare” no residencial sitio natureza, que trabalha na desocupação de invasores do programa habitacional Minha Casa Minha Vida. A primeira notificação feita aos invasores foi no dia 26 de novembro de 2012.

Pelo menos cinquenta agentes federais estão no local juntamente com representantes da Caixa Econômica, onde estão entregando aos invasores a ordem de desocupação voluntária.

As instituições estão atentas às questões sociais que envolvem o caso e há uma preocupação com a preservação da integridade de todas as pessoas envolvidas no processo.

Levantamento feito pela Caixa Econômica aponta que alguns invasores já são conhecidos da policia e que muitos possuem mais de três residências e mesmo assim continuam com a prática ilegal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeito de Raposa não cumpre acordo e educadores paralisam

Prefeito Clodomir.

Prefeito Clodomir.

Os professores da rede municipal da Raposa paralisam as atividades por 72 horas a partir desta segunda-feira, dia 06 de maio. A paralisação foi definida na Assembleia Geral da categoria, realizada na última sexta-feira, dia 03 de maio em frente a prefeitura da Raposa. Na assembleia, convocada pela ASISMU – Associação Representativa dos Servidores Municipais de São Luis, São José de Ribamar, Raposa e Bacabeira, com o apoio da UGT – União Geral dos Trabalhadores, deliberou por esta decisão após terem passados mais de 60 dias do acordo feito com a prefeitura, onde ela se comprometia a atender algumas reivindicações dos professores.

Entre estas reivindicações estão a garantia jornada máxima de trabalho dentro da sala de aula fixada em pela Lei 11.738/200, o recebimento da gratificação do Fundeb e o pagamento de 1/3 de férias sob os 45 dias trabalhado. Beka Rodrigues, presidente da ASISMU lembra que também foi decidido na assembleia a entrega de uma Carta Aberta à População da Raposa, onde os professores justificam entre os motivos para a paralisação as precárias condições de trabalho encontrada nas escolas da rede municipal de ensino e convocam os pais de alunos a somarem forças na luta da c ategoria que também pede a valorização da área da educação por parte da prefeitura

Em Assembleia Geral, realizada na frente da Prefeitura da Raposa, categoria dos professores decidiu paralisar as atividades por 72 horas.

Em Assembleia Geral, realizada na frente da Prefeitura da Raposa, categoria dos professores decidiu paralisar as atividades por 72 horas.

No primeiros meses deste ano, a Prefeitura de Raposa recebeu o o valor de 3.940.038,12( Três milhões, novecentos e quarenta mil e trinta e oito reais e doze centavos) mas no cotidiano da rede municipal de ensino, não é observado pelos professores a aplicação eficaz destes recursos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sem Rigo Teles, secretário de Roseana Sarney entrega Agência do Sine em Barra do Corda

O secretário do governo Roseana, Antônio Hiluy deixou de convidar o deputado Rigo Teles na entrega da Agência do Sine.

O secretário do governo Roseana, Antônio Hiluy deixou de convidar o deputado Rigo Teles na entrega da Agência do Sine.

Numa parceria entre a Secretaria de Trabalho e Economia Solidária (Setres) e a Prefeitura de Barra do Corda, foi entregue, na sexta-feira (3), a Agência Municipal do Sine de Barra do Corda, sem a presença do deputado Rigo Teles que é filho da cidade. A solenidade aconteceu no dia em que foi comemorado o aniversário de fundação do município. A Agência foi a primeira a ser completamente reformulada por meio do programa de revitalização das agências do Sine.

A Agência do Trabalho no município já existia, mas passou por uma ampla reforma e adaptação de espaço e serviços. A partir de agora, além da agência oferecer todos os serviços do Sine – intermediação para o emprego, captação de vagas, etc – passa a emitir documentos como a Carteira de Trabalho e Previdência Social e a Carteira de Identidade.

O secretário de Estado do Trabalho, José Antônio Heluy, causou uma situação delicada para o governo Roseana que tem Rigo Teles como deputado da base governista.

Mesmo sem a presença do parlamentar, o prefeito Eric Costa avaliou a Agência do Sine como a Casa do Trabalhador, onde o nosso cidadão pode comprovar sua cidadania retirando documentos importantes dentro de nosso município.

Secretário de Trabalho, José Antônio Heluy, prefeito Eric Costa e autoridades visitaram a agência revitalizada

Secretário de Trabalho, José Antônio Heluy, prefeito Eric Costa e autoridades visitaram a agência revitalizada


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.