Política

Antônio Pereira anuncia obras do Governo do Estado para Buritirana

O deputado Antônio Pereira anunciou, durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, que o Governo do Estado, por meio das secretarias de Estado de Saúde (SES) e de Infra-Estrutura (Sinfra) vai construir um hospital, asfaltar as principais avenidas e ruas de Buritirana, e recuperar a MA que corta a cidade e dá acesso aos municípios de João Lisboa a Amarante.

Deputado Antônio Pereira

Deputado Antônio Pereira

O democrata informou que as obras foram autorizadas, a seu pedido, pela própria governadora Roseana Sarney (PMDB). Segundo ele, a governadora ficou sensibilizada, após tomar conhecimento da situação de caos deixada pela administração anterior e agora enfrentada pelo prefeito de Buritirana, Vagtônio Brandão (PR).

O parlamentar lembra que se reuniu com o prefeito de Buritirana, Vagtônio Brandão, que reclamava das dificuldades enfrentadas para atender aos anseios da população que o colocou no poder, para promover grandes mudanças na administração municipal, que ficou praticamente em colapso, por causa da péssima administração e dos desmandos da gestão anterior nos último oito anos.

Antônio Pereira ressaltou que Buritirana é uma cidade pequena, progressista, que vive especialmente da pecuária (produção de bezerros), da agricultura, e tem um povo ordeiro e trabalhador que, sem dúvida nenhuma, proporcionou uma grande produção e um alto Índice Desenvolvimento Humano (IDH) no município.

No pronunciamento, Antônio Pereira afirmou que tem absoluta certeza que no final dos quarto anos de mandato, o prefeito Vagtônio Brandão fará uma gestão de responsabilidade, e promoverá uma verdadeira revolução no município de Buritirana. “O povo e Buritirana pode contar com meu apoio. Vamos trabalhar pelo bem estar da população”, prometeu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder / Política

Vigilantes cobram de Pedro Fernandes pagamento de salários atrasados da Seduc

Vigilantes estão revoltados com o atraso.

Vigilantes estão revoltados com o atraso.

O atraso no pagamento dos salários torna difícil a situação dos trabalhadores, principalmente de seus dependentes. Dito isto, os vigilantes da empresa Sentinela Serviços de Segurança Ltda., que mantém contrato com a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC),  entraram em contato com a equipe do Blog do Neto Ferreira na noite de hoje (06), e afirmaram que devem realizar protestos contra os atrasos salariais.

Para os vigilantes, o secretário Pedro Fernandes já tomou conhecimento dos atrasos e nada fez para reverter o quadro. “Queremos um mínimo de respeito”, disse um vigilante, que atribui a culpa ao secretário e ao proprietário da empresa.

Os vigilantes enfrentam quatro meses de salários atrasados e atrasos de 5 ticketes de alimentação. “Somos uma classe totalmente desvalorizada pelo secretário Pedro Fernandes, isso não pode continuar”, relatou outro vigilante ao blog.

Os vigilantes das escolas públicas da rede estadual da URE – Unidade Regional de Pedreiras, que compões 13 municípios informaram que a Seduc afirma ter efetuado o pagamento, porém, a empresa Sentinela nega que tenha recebido o pagamento de Fernandes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Fábio Câmara silencia líder do governo Edivaldo Holanda Júnior

Silêncio e temor. Foi assim a reação do vereador de São Luís, Honorato Leite Fernandes Filho (PT), diante das críticas e denúncias levantadas pelo colega de parlamento Fábio Câmara.

Vereador Fábio Câmara.

Vereador Fábio Câmara.

Considerado líder do governo Edivaldo Holanda Júnior na Câmara, Honorato travou embate após Câmara levantar a questão do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

De acordo com Fábio, o Requerimento 120/2013 de autoria da vereadora Bárbara Soeiro solicita que seja realizada audiência pública para tratar sobre a problemática dos resíduos sólidos, que é de extrema importância e caso não seja elaborado o plano, o município se torna inadimplente.

O petista, por sua vez, apertou dizendo que o parlamentar levanta a voz para a gestão de Edivaldo Holanda Júnior, mas isso poderia ser consequência da gestão de Castelo da qual Câmara esqueceu que apoiou.

Em resposta, o parlamentar silenciou o líder do governo Edivaldo Jr., e disparou: “meu apoio no segundo turno ao castelo não causou nenhum dano para administração pública, diferente do prefeito Edivaldo Holanda Júnior que pedia voto dizendo que era para apostar na experiência do prefeito João castelo’, disse Fábio Câmara.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Magno Bacelar é denunciado à Justiça Federal

A ação contra o parlamentar tramita na 6ª vara da Justiça Federal

A ação contra o parlamentar tramita na 6ª vara da Justiça Federal

O Ministério Público Federal no Maranhão moveu ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Chapadinha (MA), e atual deputado estadual do Maranhão, Magno Augusto Bacelar Nunes, e três ex-presidentes da Comissão de Licitação do município, Jean Portela Cardoso, Magnólia Caldas Veras e Luciano de Carvalho Pereira, por irregularidades na aplicação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), nos anos de 2005 e 2006.

A verba foi destinada ao município para ser aplicada em ações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae/Creche e Pnae/Quilombola), Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Programa de Educação de Jovens e Adultos (Peja) e Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate), porém, em auditoria realizada pelo FNDE, foram constatadas diversas discordâncias na sua utilização.

Com os recursos destinados ao Pnae/Creche e Pnae/Quilombola, PDDE e Peja foi verificado que houve fracionamento de despesas, irregularidades nos procedimentos licitatórios, como ausência de pesquisa prévia de preço e falta de documentação dos concorrentes participantes da tomada de preços. Detectou-se, ainda, que mais de R$ 57 mil, voltado para a educação de jovens e adultos, foi gasto com despesas indevidas, como remuneração de servidores e contribuição previdenciária.

Ao verificar a conta específica do Peja e os comprovantes de despesas declaradas, foi detectado que R$ 76 mil destinados ao programa não tiveram sua aplicação comprov ada. O recurso repassado para o Pnate também foi utilizado de forma incorreta, com despesas de combustível incompatível aos veículos que são utilizados no transporte escolar.

A ação tramita na 6ª vara da Justiça Federal do Maranhão, e o MPF/MA pede a condenação dos quatro gestores nas penas aplicáveis aos agentes públicos em caso de enriquecimento ilícito no exercício do mandato, cargo, emprego ou função na administração pública.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Baralho, dominós e globo para pingo são apreendidos em Bacabal

Policiais Militares do 15º Batalhão de Bacabal, apreenderam na manhã de hoje (06) no Terminal Rodoviário, vários jogos de baralho, dominós, globos para bingo, cartões de benefícios sociais e outros objetos em casas de jogos de azar no Centro de Bacabal.

Foram conduzidos ao Distrito Policial Sandro Moreth do Nscimento Silva, 45 anos, Madre Rosa; Martinho Cardoso CutrimM, e Luis Henrique Cantanhede, 50 anos, ambos da cidade de Bacabal.

Além dos objetos acima citados ainda foram encontrados em poder dos mesmos vários cartões de benefícios como bolsa-escola, bolsa-família e auxílio ao idoso; documentos pessoais; 03 aparelhos celulares; chaves; 02 carteiras portas-cédula e R$ 494,00 (quatrocentos e noventa e quatro) reais em espécie. Todo o material como os proprietários dessas casas de jogos foram apresentados no 1º Distrito Policial para as medidas que o caso requer.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Clodomir Paz, Canindé Barros e Moacir Feitosa são condenados a devolver mais de R$ 15,4 milhões

  • Comentários desativados em Clodomir Paz, Canindé Barros e Moacir Feitosa são condenados a devolver mais de R$ 15,4 milhões
Os ex-secretários foram condenados pelo TCE.

Os ex-secretários foram condenados pelo TCE.

O Tribunal de Contas do Estado julgou irregulares nesta quarta-feira (06), durante sessão plenária, as prestações de contas dos ex-secretários municipais de São Luís, Terezinha de Jesus Penha Abreu (Saúde), Clodomir Paz (Governo), Carlos Rogério Santos Araújo (Obras), Canindé Barros (Trânsito) e Moacir Feitosa (Educação), e condenou os mesmos a devolverem, juntos, aos cofres públicos mais de R$ 15,4 milhões. A decisão, é importante ressaltar, cabe recurso.

Os processos foram relatados pelo conselheiro Yêdo Lobão, cuja decisão acompanhou parecer emitido pelo Ministério Público de Contas. Eles são referentes aos exercícios financeiros dos anos de 2007 e 2008, ambos da gestão do ex-prefeito Tadeu Palácio, que na sessão desta quarta-feira do TCE teve aprovada a sua prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2007.

A maior condenação foi de Terezinha de Jesus Penha Abreu, que terá que devolver ao erário R$ 14 milhões, além do pagamento de multas nos valores de R$ 1 milhão e R$ 5 mil. Clodomir Paz foi condenado a devolver R$ 202 mil e pagar multas de R$ 20 mil e R$ 3 mil. Carlos Rogério Araújo terá que devolver R$ 742 mil e pagar multas nos valores de R$ 74 mil e R$ 3 mil. Canindé Barros terá que devolver R$ 502 mil e pagar multas de R$ 50 mil e R$ 2 mil. Já Moacir Feitosa terá que pagar multa no valor de R$ 3 mil. Em todos os processos envolvendo os ex-secretários municipais, a principal irregularidade detectad


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Por unanimidade, Megbel Abdala é eleito desembargador do TJ

O juiz de Direito Megbel Abdala Tanus Ferreira, titular da 4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís, 64 anos, foi eleito nesta quarta-feira (06) desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, após 26 anos de exercício do cargo na magistratura de 1º grau.

Emocionado, o agora desembargador Megbel Abdala recebe cumprimentos do presidente Guerreiro Júnior

Emocionado, o agora desembargador Megbel Abdala recebe cumprimentos do presidente Guerreiro Júnior

Declarado eleito por unanimidade pelo presidente do TJMA, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, o novo integrante tomou posse diante da mesa diretora e foi cumprimentado pelas autoridades, amigos e familiares.
A escolha do novo membro do colegiado foi feita pelo critério de antiguidade na carreira, onde o magistrado atuava desde fevereiro de 1987. Abdala encabeçava a lista dos juízes mais antigos no cargo da quarta entrância da Justiça de 1º grau (São Luís) e era o candidato natural à vaga aberta com a aposentadoria do desembargador Stélio Muniz, referendada pelo Pleno pouco antes da abertura da eleição.

Abdala teve o voto favorável de todos os desembargadores presentes. Os desembargadores José Luís Almeida, Jamil Gedeon e Kleber Costa não compareceram à sessão. A data da posse solene ainda será definida pela presidência do TJMA.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Chiquinho pede à Comissão de Ética inclusão de ofícios na denúncia contra Flávio Dino

O deputado federal Francisco Escórcio (PMDB-MA) requereu, hoje (06), à Comissão de Ética do Poder Executivo Federal, o aditamento à denúncia feita contra o presidente da Embratur, Flávio Dino.

Em outubro de 2012, dos ofícios em que pede a apuração das declarações de Flávio Dino, que acusou o TRE-MA de fraudar as eleições de 2010.

O comunista acusou a Corte de fraude na eleição de 2010, quando a governadora peemedebista derrotou Dino e se reelegeu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Absurdo! Crianças tomam vacina vencida em Presidente Médici

Vencida em agostoe aplicada em dezembro,a validade da vacina foi circulada de vermelho.

Vencida em agosto e usada quatro meses após, a validade da vacina foi circulada de vermelho.

Na tarde de ontem (05) Claudiane Santos Guimarães  23 anos, moradora do município de Presidente Médici, procurou a equipe do Blog do Neto Ferreira para fazer uma grave denúncia que envolve a Secretaria de Saúde do Município.

A autônoma Claudiane Santos Guimarães, só não pensou que, ao imunizar seu filho A.J.G.S., de cinco meses, poderia causar preocupações para toda a família. Na última segunda-feira, após levar seu bebê para se vacinar pela segunda vez no Centro de Saúde Raimundo Juruca, percebeu no selo, anexado ao cartão de vacinação, que a primeira dose contra o rotavírus que foi aplicada em dezembro do ano passado, estava vencida desde agosto.

“Quando levei meu filho para tomar a segunda dose, nessa hora, percebi que vacina do rotavírus, justo a única que eles pregam o selo, estava com a data de validade vencida. Fiquei muito preocupada. Além do meu filho, outras 10 crianças tomaram a vacina vencida “, relatou a mãe.

Meu bêbe so vive doente depois de tomar a vacina vencida, diz a mãe.

Meu bêbe so vive doente depois de tomar a vacina vencida, diz a mãe.

Para a autônoma, é angustiante saber que o bebê é vítima de erros no posto de Saúde de Presidente Médici. “Meu filho vive doente, com diarréia, está com moleza e febre”, desabafou.

Segundo médicos especializados, em geral, as vacinas têm um prazo de tolerância de até seis meses além da validade. No entanto, se ultrapassar esse prazo “extra”, como explica, é possível que não haja imunização da criança e pode haver a manifestação dos sintomas contra os quais a vacina age.

Ainda segundo eles, essa responsabilidade é atribuída também aos profissionais que deveriam verificar o lote de fabricação e validade, quando as vacinas são distribuídas pelo Município.

Quando a mãe do bebê procurou a coordenação da unidade de saúde, eles jogaram a culpa em cima da Secretaria de Estado da Saúde, comandada por Ricardo Murad.

Mas, em nota emitida ao Blog, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que recebe as vacinas do Ministério da Saúde e faz a distribuição aos municípios.

De acordo com a nota: é responsabilidade dos municípios o recebimento, o armazenamento e a aplicação, das vacinas, inclusive com o controle dos prazos de vencimento. Para que a saúde das crianças e adultos vacinados seja preservada, a SES também faz a capacitação dos técnicos municipais, para orientá-los de forma a garantir que normas de segurança – como a observância dos prazos de validade – sejam obedecidas antes da aplicação das vacinas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Queda de energia causa prejuízos de R$ 700 mil no Socorrão I

O Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, contabiliza um prejuízo equivalente a R$ 700 mil, resultado da falta e das oscilações de energia que ocorreram na última semana na unidade de saúde. O problema é recorrente e vem afetando o maior hospital de urgência e emergência público do Maranhão.

Nos últimos 30 dias, as ocorrências de falhas no fornecimento de energia foram registradas mais de cinco vezes. Notificada extrajudicialmente no dia 15 de fevereiro de 2013, a Companhia Energetica do Maranhão (Cemar), até o momento, não se pronunciou e também não prestou serviço de suporte para reparação dos problemas causados.

socorraoiFalta dessa assistência resultou na danificação de diversos equipamentos: desfibrilador (1), geladeira de plasma sanguínea (1), monitores de UTI (2), centrífugas laboratoriais (2), ar condicionado (1), compressores de ar condicionado (2), pistola de cirurgia neurologia (1), estabilizadores (8), no breaks (3), impressoras (6), computadores (3) e monitores de computador (3).

Diante da situação, a direção do Socorrão I, através de assessoria jurídica está notificando a Cemar judicialmente e abrindo processo por conta de danos materiais e morais. A advogada responsável pelo caso, explica que a solicitação de ressarcimento por dano moral, baseia-se na falta de atendimento oferecido aos pacientes que necessitam dos aparelhos para continuar e monitorar o tratamento. Com a queda desse serviço, o hospital pode correr de ficar em descrédito com a sociedade.

Atualmente o Socorrão I tem um gerador que consegue manter parte dos equipamentos elétricos funcionando, porém esse suporte tem uma autonomia de cinco horas e consumo médio de 300 litros de óleo diesel por mês. A sobrecarga do aparelho tem ocasionado o aumento dos gastos com eletricidade no hospital.

Na última sexta-feira (1º) por conta dos problemas elétricos, o tomógrafo do hospital não funcionou, causando prejuízos aos pacientes e ao hospital que não pode oferecer o serviço à população. Após o prejuízo, a cemar em itiu nota. Confira abaixo:

Em nota a Cemar EMAR esclarece sobre o fornecimento de energia elétrica para o Hospital Socorrão I

A CEMAR esclarece que já identificou, através do Centro de Operações Integradas, o registro das ocorrências de falta de energia elétrica atingindo a unidade consumidora do Hospital Municipal Djalma Marques/Socorrão I, no Centro.

Esta Companhia informa ainda, que todos os registros de falta de energia foram tratados e que já programou uma inspeção conjunta com a administração do hospital para avaliar a situação e adotar as providências técnicas necessárias.

A orientação em caso de suspeita de dano elétrico, é para que o cliente entre em contato com a Central de Atendimento da CEMAR, pelo 116, para comunicar o ocorrido ou dirija-se a uma Agência de Atendimento.

A CEMAR esclarece que os processos de danos elétricos são conduzidos com base nas regras definidas pela ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica e conduzirá o caso do Socorrão I com base nas avaliações técnicas realizadas e encaminhará as providências que esse tipo de caso requer.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.