Poder

Marcos Caldas bomba com diárias na Assembleia; veja a relação dos deputados

Marcos Caldas também tem fome de diárias.

Marcos Caldas também tem fome de diárias.

Mesmo que viajando para as suas cidades, onde pernoitam nas próprias casas ou de parentes, alguns deputados estaduais do Maranhão receberam diárias volumosas no primeiro semestre deste ano.

Só em 2013, deputados e assessores consumiram cifras milionárias em diárias de viagens.

Segundo dados analisados pelo Blog do Neto Ferreira, um dos maiores exemplos de quem bomba em diárias chama-se Marcos Antonio de Carvalho Caldas, o Marcos Play (PRB).

Entre os dez deputados estaduais que mais receberam esse tipo de verba que mais parece uma forma de agraciar, Marcos Caldas aparece na lista em 5º colocação com diárias cheias para pernoitar, inclusive em cidades onde é votado.

Caldas que, diga-se de passagem, somou só no primeiro semestre quase R$ 15 mil reais. Ou seja, mais de dois mil reais por mês.

Arnaldo Melo e Caldas bombam em diárias.

Arnaldo Melo e Caldas bombam em diárias.

A mesma situação se repete com o deputado Arnaldo Melo (PMDB), que foi classificado como campeão disparado de Diárias na Assembleia após aparecer na relação sendo beneficiado com R$ 60 mil reais em diárias.

Se questionar Marcos Caldas ou Arnaldo Melo, a resposta será uma: que agiu dentro da lei. É mole?

Confira abaixo a relação dos deputados e os valores de suas diárias extraído no Blog do Clodoaldo Corrêa:

Arnaldo Melo R$ 60.000

Hélio Soares R$ 28.400

Rogério Cafeteira R$ 22.000

Carlinhos Florencio R$ 17.600

Marcos Caldas R$ 14.400

Zé Carlos R$ 14.000

Edilázio Jr. R$ 11.600

César Pires R$ 9.600

Stênio Rezende R$ 8.000

Edson Aráujo R$ 6.400

Jota Pinto R$ 6.400

Rigo Teles R$ 6.000

Eduardo Braide R$ 4.800

Leo Cunha R$ 4.800

Dr. Pádua R$ 4.400

Fábio Braga R$ 4.400

Alexandre Almeida R$ 3.200

André Fufuca R$ 3.200

Magno Bacelar R$ 3.200

Neto Evangelista R$ 3.200

Raimundo Cutrim R$ 2.400

Roberto Costa R$ 2.400

Tatá Milhomen R$ 2.400

Valéria Macedo R$ 2.400

Afonso Manoel R$ 1.600

Antônio Pereira R$ 1.600

Francisca Primo R$ 1.600

Gardênia Castelo R$ 1.600

Max Barros R$ 1.600

Carlos Amorim R$ 1.200

Cleide Coutinho R$ 800

Eliziane Gama R$ 800

Othelino Neto R$ 800

Rubens Júnior R$ 800

Bira do Pindaré R$ 0

Camilo Figueiredo R$ 0

Graça Paz R$ 0

Hemeterio Weba R$ 0

Manoel Ribeiro R$ 0

Marcelo Tavares R$ 0

Raimundo Louro R$ 0

Vianey Bringel R$ 0


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Vixe! Arnaldo Melo gasta R$ 94 milhões com pagamento de pessoal na Assembleia

Os poderes estabelecidos no Maranhão ainda têm dificuldade em adaptação aos termos da Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011). O maior exemplo é o poder Legislativo estadual, que atualmente gasta R$ 94.134.991,92, mas não diz quem são os beneficiados.

Arnaldo Melo.

Arnaldo Melo.

A Assembleia não disponibiliza os dados relativos aos servidores e ainda demonstra muito sucintamente seus gastos sem detalhamento devido. Além disso, apesar de existir um canal para requerimento de informações, existem denúncias de que a Casa não as responde.

Para ter uma ideia, os gastos com pessoal da Assembleia Legislativa do Maranhão não seguem uma continuidade. Até agora, já foram gastos quase R$ 95 milhões com pagamento de pessoal na Casa. A disparidade ocorre por conta da inconstância. No mês de abril, por exemplo, foi gasto pouco mais de R$ 1 milhão com a folha do parlamento. No mês subsequente, de maio, o gasto aumentou em mais de 20 vezes. Foram mais de R$ 20 milhões com a folha. Quando comparado com a folha de pagamento de servidores da prefeitura de São Luís, que custa R$55 milhões mensais, pode ser comparado o gasto semelhante a uma cidade de quase 300 mil habitantes.

O Portal da Transparência da Assembleia não detalha como é o gasto com salários, benefícios e encargos trabalhistas. Ele apenas demonstra o total de gasto com pessoal. Com exceção de abril, maio e junho, o gasto com pessoal se manteve estável em uma média de R$ 12 milhões.

Cada deputado recebe de ressarcimento R$ 36,712,11 de ressarcimento, entre verba indenizatória, ajuda de gabinete e auxílio saúde, que estão expostos no portal. Neste gasto inclui o auxílio saúde de R1.050,00.

Cobrança de transparência

Segundo o presidente do Sindicato dos servidores da Assembleia, Luís Carlos Noleto, o Sindicato solicitou informações e o prazo expirou, continuando sem as informações solicitadas. “Um novo prazo foi dado até esta semana. Caso não haja resposta, vamos procurar as vias judiciais. Eles nos informaram que está na Procuradoria e não vemos motivos para isso. A Procuradoria ainda tem que analisar um pedido de informação pública? Eles deveriam apenas repassar as informações”, alegou.

Dentre os questionamentos do Sindicato estão: Como se dar o processo de livre nomeação de servidores públicos em cargo de comissão? Quantos concursos foram realizados na Assembleia? Quantos são os cargos de chefia, assessoramento ou direção?

Uma candidata aprovada no concurso da Assembleia Legislativa realizado em maio deste ano disse que também entrou com requerimento no portal da Assembleia pedindo informações sobre o funcionalismo há mais de um mês e nunca obteve resposta. “Solicitei informações sobre o quadro funcional para saber se existem e quantos são os servidores concursados, para quando sair o resultado, ter informação se estariam ou não chamando o número suficiente de concursados. Mas eles nunca deram nenhuma satisfação. O requerimento no site também não gera protocolo”, afirmou. A candidata não quis se identificar com medo de represália.

O auditor da Controladoria Geral da União (CGU), Welliton Resende, explicou que o prazo para resposta previsto na Lei de Acesso à Informação é de 20 dias, podendo ser prorrogada por mais 10 dias. Caso não seja atendido, o cidadão poderá recorrer em outras três instâncias. Ele explicou que ainda não existe regulação a nível de Maranhão e São Luís, para estabelecer a quem cabe fiscalizar. Mas que as negativas devem ser encaminhadas ao Ministério Público. “Sobre esta questão é importante frisar que, a regulamentação tão somente vai servir para indicar ao cidadão em que setor da administração deve ser buscada a informação desejada.

Seria a operacionalização da LAI em âmbito estadual e municipal propriamente dita. Convém destacar, que o direito à informação existe e está resguardado na Constituição Federal. Desse modo, recomendo a quem quiser solicitar a informação que o faça ao órgão desejado, quer seja estadual ou municipal. E em caso de negativa de pedido de acesso, o cidadão deve procurar o Ministério Público Estadual”, informou.

O auditor explicou ainda que com a Lei de Acesso à Informação, o sigilo virou a exceção. Desse modo, quaisquer informações que não estejam classificadas como dados pessoais e informações classificadas por autoridades como sigilosas podem ser disponibilizadas.

Os dados do quadro funcional também devem ser divulgados, a não ser as de caráter pessoal. “Não há impedimento algum a publicação dos salários dos servidores nos portais da transparência das prefeituras ou câmaras. No entanto, o que não se pode publicar são informações de caráter pessoal, tais como, valores referentes a pensões alimentícias, créditos consignados em folha, etc. O princípio constitucional de preservação da vida privada e da intimidade das pessoas deve ser respeitado”, explica.

Dados do Sindicato dos Servidores da Assembleia dão conta de que hoje são 2.008 funcionários na Assembleia Legislativa no total. Destes, apenas 495 estão entre estáveis e efetivos. A Assembleia possui ainda 798 funcionários de gabinetes, que trabalham diretamente com os deputados. O restante são 715 cargos comissionados de livre nomeação.

O último concurso na Assembleia Legislativa foi realizado em 2004. Neste certame, foram aprovados e convocados 37 servidores. Destes, apenas 16 permanecem na Casa. Dos servidores concursados, apenas três estão ocupando cargos de chefia. Aristides Lobão e Carlos Lula, na consultoria legislativa, e Bráulio Martins, na diretoria da Mesa.

Sobre as diferenças de gastos nos meses e a falta de informações detalhadas dos gastos com recursos humanos, a Assembleia Legislativa explicou que a discrepância entre os meses de abril e maio se deu por uma questão técnica do sistema. Segundo a Assembleia, quando da junção de todos os fatores necessários para o registro da folha de pagamento do Mês de competência abril/2013, a possibilidade de efetuar esse registro já não tinha como ser feito, haja visto que o referido mês havia fechado, ou seja, nenhum lançamento poderia ser feito dentro dele, fazendo com que a folha de pagamento de competência abril/2013 tivesse sua apropriação no mês de maio/2013. Isso não significa que a folha de abril/2013 foi pequena e a folha de maio/2013 grande, e sim que parte da folha do mês de abril/2013 foi contabilizada no mês de maio/2013, porém com os registros informados na competência ao qual pertencem.

A Assembleia explicou que o sistema Siafem (mesmo utilizado pelo Executivo, TJ, TCE e MP) é gerenciado pelo Executivo e todos os dias é enviado para Assembleia um arquivo texto de toda execução orçamentária realizada, e “esse mesmo arquivo, sem nenhuma alteração, é dado carga no Portal da Transparência, ou seja, o Portal reflete toda execução orçamentária da Assembleia Legislativa, sem manipulações nem omissão de qualquer informação à sociedade”.

Assim, a Assembleia explica que não existe disparidade, mas somente “a impossibilidade que a Assembleia teve de efetuar todo o registro da folha do mês de abril/2013 dentro desse mesmo mês, mesmo tendo-a pago, haja vista o fechamento dele, este que é feito pelo Executivo, ficando o saldo, necessariamente tendo de ser feito no mês posterior, digo maio/2013. Há de ressaltar que despesa de pessoal é empenhada por estimativa, e tem seu empenho original efetuado no mês de janeiro/2013, sendo somente reforçada mensalmente para que haja a devida apropriação nas referidas competências”.

Sobre a não resposta aos requerimentos, apesar das afirmativas de pessoas que não haviam obtido resposta, a Assembleia se limitou a afirmar que “os requerimentos recebidos no por meio da ferramenta ‘Acesso à Informação’, disponível no site da ALEMA, são respondidos dentro das limitações previstas na Lei nª 12.527 (Lei de Acesso à Informação)”. (Do Imparcial).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Esportes

Sampaio pode voltar a liderança

downloadEm jogo que acontece neste Domingo (25), no estádio Castelão em São Luís, o Sampaio pode voltar a liderança do grupo A da série C do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor maranhense encara o Treze da Paraíba, 9º colocado do grupo, com a terceira pior defesa. O tubarão não contará com a força do seu capitão o meia Arlindo Maracanã, mas deverá imprimir um jogo bastante ofensivo contra a equipe paraibana, pois terá o retorno de Cleitinho no meio.

O Sampaio tem o segundo melhor ataque da Série C, com 13 gols marcados, ficando atrás somente do líder do Grupo o Fortaleza com 16 gols e um jogo a mais que a Bolívia. O Sampaio encarou o Treze na Paraíba pela 2ª rodada e saiu de lá com empate em 1 a 1. Mas para esta rodada a torcida está muito confiante no trabalho do técnico Flávio Araújo e da grande sensação do campeonato o atacante Pimentinha.

A rodada deste Domingo se completa com mais três jogos. Em Marabá-PA o Águia encara o Fortaleza às 16:00h, já o Baraúnas recebe o Brasiliense no Nogueirão às 17:00h e encerrando a rodada o Luverdense também com 20 pontos visita o Cuiabá no mesmo horário no Estádio Presidente Dutra em Cuiabá. Idifusora.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino recebe título de cidadão e fortalece sentimento de mudança no Maranhão

Flávio Dino recebeu da população de São Domingos do Maranhão e Tuntum o título de cidadão das respectivas cidades. Os eventos aconteceram na noite desta sexta (23) nos dois municípios, reunindo centenas de pessoas para entregar as homenagens concedidas ambas por unanimidade nas Câmaras de Vereadores.

“Este é um momento especial, que representa a nova política que queremos. Por fim à política do medo e colocar no lugar dela a política das ideias, do trabalho, da esperança, da união, do povo,” disse Flávio Dino no discurso de agradecimento em São Domingos do Maranhão.

No evento, o prefeito Kleber Andrade (PP) agradeceu ao apoio que Flávio Dino deu à cidade durante o exercício do mandato de deputado federal. A cidade conta hoje com mais duas creches, uma Praça da Juventude (com espaço para prática de 10 diferentes tipos de esporte) e uma piscina semi-olímpica utilizada por alunos matriculados no sistema de educação municipal destinados pelo então deputado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Cleones Cunha visita cinco comarcas de entrância inicial

Na quinta e sexta-feira, dias 22 e 23 de agosto, o corregedor-geral da Justiça do Maranhão, desembargador Cleones Carvalho Cunha, visitou cinco comarcas de entrância inicial: Paraibano São João dos Patos, Pastos Bons, São Domingos do Azeitão e São Raimundo das Mangabeiras. Em todas elas, o corregedor encontrou fóruns bem organizados e satisfatória prestação jurisdicional.

“Os juízes titulares das comarcas estão desempenhando um excelente serviço à Justiça maranhense. O número de sentenças proferidas por mês é muito bom, assim como o andamento dos processos. Fiquei satisfeito com o que encontrei nessas unidades”, ressaltou o desembargador Cleones Cunha.

Na quinta-feira (22), as visitas foram feitas às comarcas de Paraibano, que tem como juiz titular Carlos Eduardo Mont’Alverne e é termo único; São João dos Patos, cujo titular é o juiz Rommel Cruz Viégas e tem como termo o município de Sucupira do Riachão; e Pastos Bons, que tem como titular o juiz Sílvio Alves Nascimento e como termo judiciário o município de Nova Iorque, onde o corregedor também visitou.

“Faço questão de visitar as serventias extrajudiciais das comarcas, bem como os termos judiciários. A população precisa saber que a Justiça está à sua disposição e buscando sempre prestar serviços de qualidade”, comentou o corregedor-geral.

Já na manhã desta sexta-feira (23), o desembargador Cleones Cunha esteve em São Domingos do Azeitão, onde foi recebido pelo juiz titular, Jorge Antônio Sales Leite, e visitou o termo judiciário de Benedito Leite. E finalizou as visitas em São Raimundo das Mangabeiras, que tem como titular o juiz José Augusto Sá Costa Leite, quem acompanhou o corregedor em visita ao termo judiciário de Sambaíba.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O agradecimento de Antônio Pereira…

Antonio Pereira, Luis Fernando e Madeira

O deputado Antônio Pereira (DEM) participou na manhã de sexta-feira (23) – acompanhado dos secretários de Estado Luís Fernando Silva (Infraestrutura) e Hildo Rocha (Cidades e desenvolvimento Urbano) – da inauguração da recuperação dos 42 km da rodovia MA-335, uma obra do Governo que agora interliga por meio de asfalto de boa qualidade os municípios de Porto Franco e São João do Paraíso, localizados na Região Tocantina.

Antônio Pereira ressaltou que sua luta junto ao Governo do Estado pela recuperação da MA-335 é antiga. Em 2011, o parlamentar protocolou a indicação 940/2011 na Mesa Diretora Assembleia – encaminhadas à governadora Roseana Sarney e ao então secretário, Max Barros – pedindo a recuperação da rodovia, que enfrentava problemas por causa do péssimo estado de conservação.

Na ocasião, Antônio Pereira promoveu reuniões entre o ex-secretário Max Barros, o ex- prefeito de São João do Paraíso, Raimundo Galdino, acompanhado dos vereadores Lequinha, Ademir Areno, da vereadora Eva Caju, e do secretário Neto. Durante as reuniões, todos cobraram providências do Governo do Estado para recuperar a MA-335, estava praticamente intrafegável.

MA-335 pavimentada


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ataque de mascarados à Editora Abril é ameaça à imprensa livre

Por Milton Corrêa da Costa

O radicalismo e o vandalismo das ações do grupo Black Bloc. que vem empreendendo, em território nacional, lamentáveis cenas de vandalismo e destruição do patrimônio público e privado, com grave afronta à ordem pública, agora se volta também contra os órgãos de imprensa, numa perigosíssima ameaça ao estado democrático de direito.

Inadmissível, com todas as letras, a manifestação agressiva do citado grupo de baderneiros, na última sexta-feira (23/08), contida em parte pela polícia, onde os vândalos mascarados atiraram pedras garrafas de plástico e outros objetos contra o prédio da Editora Abril, na Zona Oeste de São Paulo, em represália à recente edição da Revista Veja, sob o título “O Bando dos Cara Tapadas”.

No caminho o grupo, que se esconde sob o manto do anonimato, com os rostos encobertos, já na Avenida Eusébio Matoso, depredou duas concessionárias de automóveis. Nas proximidades da Editora Abril atacaram também uma loja de móveis e atearam fogo a um carro estacionado.

Até onde vai isso? E se o contingente da Polícia Militar não estivesse presente na entrada do prédio da Editora Abril naquele momento? Teria sido depredado? Invadido? Até onde vai a ousadia e a afronta dos caras tampadas que agora quer também cercear o trabalho da imprensa? Sãos donos da verdade e da razão? Pretendem substituir as instituições democráticas?

Por tudo isso é que foi coerente, necessária e absolutamente oportuna a medida anunciada pelo Secretário de Defesa Social do Estado de Pernambuco, Wilson Damázio, de não mais permitir, doravante, naquele estado da federação,, a participação de pessoas com rostos encobertos em futuras manifestações públicas. É o resguardo do relevante interesse social , do patrimônio público e privado, da incolumidade de cidadãos ordeiros, tudo em nome da ordem pública e da ordem institucional. Que os outros estados-membros sigam a medida restritiva e legal, assecuratória de direitos, ora tomada em Pernambuco.

Sem imprensa livre e justiça não há democracia. Aprendam os neo-terroristas urbanos que ameaçam seriamente os princípios basilares do estado de direito. Para os que se julgam lesados e injustiçados por notícias e matérias vinculadas na imprensa, os caminhos do estado democrático compreendem tão somente a busca dos direitos e garantias individuais previsto no texto constitucional através do ordena mento jurídico em vigor.. A lei da intimidação não se aplica ao estado democrático. É própria de estados totalitários e fascistas.

Milton Corrêa da Costa é cidadão brasileiro que luta pela democracia responsável


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Reú em processo, Hildo Rocha tenta desqualificar afirmação de juiz federal

Hildo Rocha: o medo de virar ficha suja.

Hildo Rocha: o medo de virar ficha suja.

O secretário de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha – réu em um processo que tramita na Justiça sob o comando do juiz federal José Carlos do Vale Madeira, da 5ª Vara da Seção Judiciária do Maranhão – tentou desqualificar a afirmação do magistrado de que ele corre o risco de ficar inelegível em 2014.

“Ninguém em são consciência pode acreditar que um juiz de direito venha fazer comentários a respeito de processo que irá julgar”, diz o secretário do governo Roseana em sua pagina de relacionamento.

Além de afirmar, o magistrado pontuou questões importantes que refere-se a má aplicação de recursos da gestão de Hildo Rocha quando prefeito de Cantanhede que acarretaram em acusações como – por exemplo -, divergência entre o número de alunos matriculados e o censo, fragilidade nos controles internos, despesas realizadas sem prévio empenho e pagamentos efetuados sem os correspondentes documentos de despesas e falta de atesto em notas fiscais/fatura.

Mesmo diante da acusação da Controladoria-Geral da União (CGU) de que houve movimentação financeira dos recursos do FUNDEF em conta bancária indevida, Hildo Rocha usa discurso que tenta passar imagem de vítima. É mole?

O processo na Justiça Federal pode, sem sombra de duvidas, colocar a candidatura de Rocha a deputado federal no ralo. É claro, se for condenado. O que é muito provável.

Abaixo o indeferimento do juiz Carlos do Vale Madeira sobre três pedidos de Hildo Rocha.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitura de Timbiras é cobrada na Justiça para restabelecer transporte escolar

Prefeito de Timbiras.

Prefeito de Timbiras.

Decisões judiciais assinadas pela titular da Comarca de Timbiras, juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira, têm como alvo a Prefeitura do município. O restabelecimento do transporte escolar no Povoado Pedra Preta e a garantia de condições de trabalho no Conselho Tutelar de Timbiras são alguns dos objetos das decisões.

Atendendo a Mandado de Segurança Coletivo, com pedido de liminar, impetrado pela Associação dos Produtores e Produtoras Rurais do Povoado Pedra Preta, a magistrada determinou à Prefeitura de Timbiras o restabelecimento do serviço de transporte escolar na zona rural da cidade. O prazo para o cumprimento da determinação é de 24 horas a partir da intimação, que deve acontecer ainda nesta sexta-feira (23). A multa diária em caso de descumprimento da decisão é de R$ 1.000,00.

Dano irreparável – De acordo com o Mandado de Segurança, o prefeito teria suspendido o transporte escolar no povoado alegando “o péssimo estado de conservação das pontes”. Ainda segundo o documento, os pais dos alunos reclamam que, com a medida, os filhos não podem estudar, uma vez que não podem se deslocar para as escolas urbanas – as escolas do povoado teriam sido fechadas pelo gestor, afirmam à Justiça.

Diz a magistrada na decisão: “em sendo a educação e, por conseguinte, o transporte escolar, um direito fundamental básico, de índole social, sobre o qual não pode a autoridade coatora, ou seja, o prefeito municipal, dispor, entendo como presente o requisito da relevância do fundamento do pedido”.

juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira.

juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira.

Daniela Bonfim ressalta ainda o perigo de dano irreparável ou de difícil reparação presente no Mandado, diante do “direito à educação que está sendo negado aos estudantes de Ponte Preta, em face da não disponibilização do transporte escolar necessário para garantir aos alunos o deslocamento até as escolas”.

Conselho Tutelar – Em outra decisão, a titular da Comarca de Timbiras determina ao Município, na pessoa do prefeito municipal, o prazo de 20 dias para que forneça ao Conselho Tutelar de Timbiras mobiliário (mesa, computadores, cadeiras e outros), material de expediente e veículo para possibilitar ao órgão o cumprimento de diligências, inclusive para casos de urgência verificados no período noturno, feriados e finais de semana.

Psicóloga, pedagoga e assistente social para acompanhamento do trabalho dos conselheiros também devem ser disponibilizados dentro do mesmo prazo.

Ainda de acordo da determinação, o prefeito tem o prazo de 60 dias para providenciar a instalação de linha telefônica exclusiva para o conselho; placa ou pintura indicativa do órgão; aparelho de fax e computador com impressora, em condições de uso e com acesso à internet.

A decisão atende a uma Ação Civil Pública com pedido de antecipação Liminar da tutela, proposta pelo Ministério Público Estadual, na qual denuncia a falta de estrutura para o bom desempenho do conselho, o que, segundo o autor da ação, “vem trazendo prejuízos à plena defesa dos direitos das crianças e adolescentes”.

Taipa – Também em atendimento à Ação Civil Pública (essa de Obrigação de Fazer com Pedido Liminar, interposta pelo MPE) em junho último decisão assinada pela juíza determinou ao município de Timbiras que promovesse, em caráter de prioridade, a imediata transferência dos alunos do Povoado Morro Branco para a escola do Povoado Lagoa Grande.

Segundo a ação, a transferência dos alunos, confirmada pelo gestor público (sob a alegação de polarização das escolas da zona rural) em resposta a ofício expedido pelo Ministério Público, tornou ainda mais deficiente a prestação do serviço público de educação na zona rural.

Ainda segundo a ação, os alunos teriam sido transferidos para escola sem banheiro e bebedouro, nem mesmo local apropriado para ser preparada e servida a merenda escolar. O transporte dos alunos, em carros irregulares, conhecidos como “pau de arara”, também foi ressaltado na ação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O destino de Eliziane em um parágrafo…

Deputada estadual Eliziane Gama.

Deputada estadual Eliziane Gama.

Os deputados federais e estaduais do PSDB vão se reunir agora a tarde com a pré-candidata ao Governo do Maranhão, Eliziane Gama. O encontro acontecerá no restaurante Cabana do Sol da Ponta do Farol. Depois do encontro, Eliziane Gama deve definir seu destino político…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.