Maranhão

Trabalhadores rurais fazem protesto em Coroatá

Centenas de trabalhadores rurais de Coroatá estão neste momento interditando a ponte sob o rio Itapecurú que corta a cidade.

Os trabalhadores reivindicam por parte da prefeitura a reabertura de postos de saúde e algumas escolas da zona rural do município que permanecem fechados desde janeiro deste ano, além do melhoramento das estradas vicinais e outras reivindicações que serão entregues a um representante da prefeita Teresa Murad, que até o momento não se manifestou sobre o protesto.

Foto: Reprodução// Facebook

Foto: Reprodução// Facebook


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Geral

Gasolina passará a custar R$ 2,88 no Maranhão

20130130103827aumentocombustivelO Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (26) a lista com o preço médio ponderado ao consumidor final dos principais combustíveis utilizados pelo setor de transporte no país. Segundo o Confaz, os valores deverão ser adotados a partir de 1º de setembro nos estados e no Distrito Federal.

No caso da gasolina, o litro mais caro é o cobrado no Acre, R$ 3,25. Em seguida, vêm Rondônia (R$ 3,05), Amazonas e Tocantins (R$ 3,03). Os valores mais baratos são os registrado no Piauí (R$ 2,78), Paraíba (R$ 2,80) e Pernambuco (R$ 2,81), no Maranhão (R$ 2,88). Não foram divulgados os preços na Bahia nem no Rio Grande do Sul.

Sobre o diesel, o valor mais caro também é o registrado no Acre, R$ 2,72. Completam o topo da lista os estados de Roraima (R$ 2,56), Mato Grosso (R$ 2,57) e Rondônia (R$ 2,51). Já os motoristas do Mato Grosso do Sul (R$ 2,20), Ceará (R$ 2,25), Maranhão e Rio Grande do Norte (R$ 2,26) são os que mais economizam na hora de abastecer com esse combustível.

Em relação ao álcool, Acre (R$ 2,63), Roraima (R$ 2,55), Alagoas e Paraíba (R$ 2,47) registram o valor mais elevado, no Maranhão (R$ 2,39) . Os preços mais em conta são os de Goiás (R$ 1,92), Mato Grosso (R$ 1,96), Mato Grosso do Sul (R$ 1,97) e Paraná (R$ 1,99).

A tabela do Confaz traz os preços de referência para gás liquefeito de petróleo (GLP), querosene de aviação (QAV), gás natural veicular ( GNV), gás natural industrial (GNI) e óleo combustível. Os preços servem de base para calcular o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do produto. Com informações da Agência CNT de Notícias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Luzico da Itamaraty morre baleado

luzico-246x310Luzico Produções do grupo Itamaraty, como era mais conhecido o regueiro, faleceu ontem depois de ser baleado no povoado Providência, na cidade de Rosário, às 3h30 da madrugada de segunda-feira, dia 26 deste.

Uma moto se aproximou do veículo de Luzico e o homem da garupa efetuou os disparos, sendo que um atingiu a perna do motorista e dois se alojaram no tórax do regueiro. Um fato chamou a atenção: não levaram nenhum pertence dele, o que levanta a suspeita de crime de encomenda.

Ele ainda chegou a ser levado para o Socorrão I e às 21h não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito. Com informações do Blog do Luis Cardoso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Aluísio Mendes é alvo de críticas na Câmara

Durante a sua fala na tribuna da Câmara Municipal de São Luís, na
segunda-feira, dia 26, o vereador Ricardo Diniz (PHS), criticou fortemente a situação caótica da violência na capital maranhense.

Segundo o vereador, na última década houve uma grande falta de compromisso das pessoas que assumiram a pasta de segurança no Estado. Segundo Ricardo Diniz, o quadro apresentado pelo atual secretário de Segurança do Estado do Maranhão, Aluísio Mendes, não condiz com a realidade da cidade. “Aqui mesmo na Câmara temos vários casos de vereadores que foram assaltados, quase uma bancada inteira”, ressaltou Ricardo Diniz.

De acordo com o vereador, com base nas pesquisas divulgadas pelo estudo
Mapa da Violência 2013 – Homicídios e Juventudes no Brasil, no Maranhão
houve um aumento do índice de mortes causadas por armas de fogo na ordem de 344,6%. Sendo que as estatísticas dos jovens que morrem por arma de fogo no Estado é ainda maior, chegando a 414%.

Para vereador Ricardo Diniz é necessário que sejam exigidas respostas do secretario Aluísio Mendes para que ele mostre ações concretas e urgentes que devolvam ao cidadão maranhense a sensação de segurança. “Em entrevista dada em uma rádio local, o secretário tratou de forma pejorativa o Estatuto da Criança e do Adolescente. O que podemos esperar de um gestor público desses? Se não houver mudanças, continuaremos nas mãos dos criminosos vendo ser ceifada a vida dos nossos entes queridos”, finalizou o vereador.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ordem desunida

Por Abdon Marinho

Hoje acordei lembrando do que li sobre ordens unidas fui ao Google e achei essa definição: “A ordem unida é uma das atividades militares, onde são treinadas as marchas militares e desfiles cívicos. Ao conjunto harmonioso, cadenciado e equilibrado dos movimentos de marcha, dá-se o nome de ordem unida.

Além de praticado pelas forças militares, também é praticado por organizações jovens como o escotismo e o clube de Desbravadores.”
Pois bem, se as corporações militares, escotismo e outras organizações mundiais possuem uma “ordem unida”, acredito que pela tradição, pelo freqüente e regularidade poderíamos dizer que esse grupo de pessoas que costumam se dizer de oposição no Maranhão, constituem uma verdadeira “ordem desunida”.

Uma ordem unida é composta por diversos corpos que atuam como se fosse só um. Já a ordem desunida representada pela oposição maranhense é assim: todos dizem ser oposição mas são incapazes de formarem um único corpo de combate, é cada um puxando para um lado. Corrijo, cada um puxando para o seu lado. Rsrsrs.

Vejam o que dizem: sou oposição mas posso virar situação se a vaga de vice não for do meu partido; sou oposição desde que a vaga de senador seja minha; sou oposição mas meu partido quer tantas secretarias; sou oposição mas quero um emprego para o desocupado do meu primo, cunhado ou qualquer outro parente, e por ai vai.

Não me lembro dessa ordem desunida ter encontrado uma situação tão favorável para ganhar uma eleição como a que se avizinha. Quem conhece o Maranhão e entende um pouquinho de política sabe o que estou falando. Não foi assim em 1994, não foi assim nas eleições seguintes.

Até nos grotões mais atrasados, devido o acesso aos meios de comunicação, o sentimento pela mudança se faz sentir. Muitos nem sabem porque querem mudar, se a mudança é para melhor ou para pior, mas querem mudar. Municípios pequenos onde o governo sempre ganhou com 80, 90% de vantagem o quadro é quase inverso. Parece “enxurrada ladeira abaixo” como dizia meu pai. Por incrível que pareça a descrença se faz sentir mais nos setores médios, onde se tem uma leitura mais crítica dos fatos.

Existem alguns fatores conduzindo a eleição de 2014 para esse favorecimento da nossa “ordem desunida”, dentre os quais merece destaque o sentimento inegável de mudança por parte da sociedade, a falta de comando do governo (diferente do que sempre fizeram, há grupos dentro do governo competindo por espaços, poder, etc.), o sentimento de fim de festa em vários órgãos do governo com muitos já dizendo, sem segredos, que quer separar o seu antes que acabe. O sentimento de mudança aliada a esses outros fatos e situações tem desmotivado os aliados nos municípios que embora se dizendo fiéis não tem se esforçado muito para mudar o quadro político, sem contar que não possuem o apoio efetivo (leia-se, recursos e obras) do governo para isso. Chegará o momento que com todo apoio que venham a receber não bastará. Quando muito, igualarão o jogo, jamais chegarão a ter os percentuais que tiveram em eleições anteriores. Passando aos setores mais urbanizados a decisão do pleito.

Os municípios estão com enormes dificuldades, inclusive para pagar suas folhas de pessoal, essa situação enfraquece a liderança local sem o apoio do governo, que não tem chegado, as lideranças locais não terão como fazer muita coisa em favor dos candidatos governistas.

O que se tem de certo é que muita água ainda rolará por baixo da ponte, e política, como dizia aquele antigo político mineiro muda como as nuvens e que a situação de hoje pode não ser a mesma de amanhã. Hoje o quadro é francamente favorável a oposição, não quer dizer continuará assim até as eleições.

Um quadro fácil de ser equacionado mas que a ordem desunida torna complexo e uma incógnita. Quantas candidatura de oposição teremos? Vão lançar cinco candidatos ao governo e ao Senado como têm feito nos últimos anos? Quando responderem a essas perguntas talvez tenhamos a possibilidade de fazer um prognóstico mais correto. Algumas coisas entretanto, é possível dizer desde já, os grandes centros urbanos terão um papel importante e com isso não bastará dizer sou oposição, vote em mim, sem união o jogo que parece fácil ganhará ares de pesadelo.

Abdon Marinho é advogado eleitoral.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fábio Braga destaca Festejo do Menino Jesus em Fortaleza dos Nogueiras

O deputado Fábio Braga (PMDB) participou recentemente, acompanhado do vereador Eduardo Sá de Chapadinha do Festejo do Menino Jesus em Fortaleza dos Nogueiras, realizado anualmente no período de 28 de julho a 06 de agosto.

O parlamentar destacou que o Festejo do Menino Jesus é uma das festas religiosas mais bonitas do município de Fortaleza dos Nogueiras e da próspera região Sul do Maranhão. Pelos cálculos dos organizadores do evento, esse ano o Festejo atraiu cerca de 10 mil pessoas de toda a região do Centro Sul do Maranhão.

Para Fábio Braga, o ponto máximo do Festejo do Menino Jesus foi marcado pela tradicional Missa do Vaqueiro – organizada pela Igreja e comunidade católica – e a belíssima cavalgada pelas ruas da cidade. “Foi gratificante ver o quanto religiosidade e a tradição unem e fortalecem os laços de amizade do povo de Fortaleza dos Nogueiras”, comentou.

Durante o festejo, Fábio Braga foi recepcionado por Ana Patricia Sá, Neto Sá, pelo ex vereador Chico Sá e Toinho do Gás, e conversou com várias lideranças, entre elas o prefeito Nogueira, que acompanhava o deputado Rigo Teles, o vice Túlio, vereadores Gesmar, Branca e o presidente da Câmara Grandão.

PEDIDOS DA COMUNIDADE

Os representantes políticos e membros da comunidade ressaltaram o trabalho da governadora na recuperação das estradas. Todos esperam que em breve as estradas que cortam Fortaleza dos Nogueiras, principalmente a que liga Grajaú ao Entroncamento, e Fortaleza dos Nogueiras a São Pedro dos Crentes, também sejam recuperadas e asfaltadas.

Na oportunidade, o deputado Fábio Braga reconheceu que essas solicitações das lideranças e da comunidade são legitimas, e anunciou que em um curto espaço de tempo, o governo com certeza irá interligar as cidades, diminuindo e economizando tempo e gastos, e oferecendo conforto e segurança para a população da região.

CAVALGADA E HOMENAGENS

A grande cavalgada contou com a presença de aproximadamente quinhentos cavaleiros de Fortaleza dos Nogueiras, de cidades vizinhas e de diversos outros municípios das regiões Sul, Centro Sul e Tocantina, que se agruparam em diversas comitivas, com o objetivo de prestigiar o evento que se consolidou como o maior acontecimento da região Sul do Estado.

Durante a festa, a multidão concentrou-se na Praça Israel Nogueira, num evento semelhante a um carnaval de rua, com muita dança, diversão entrosamento e amizade, animada pelo som de Mulequinho e Banda e Amado Edilson. As comitivas vestidas de camisetas, a caráter, homenagearam os pecuaristas da cidade e da região.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Saiba quem são os acusados da morte do jornalista Décio Sá que irão a júri popular

Jornalista Décio Sá foi morto aos 42 anos

Jornalista Décio Sá foi morto aos 42 anos

Os onze acusados do assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá serão levados a júri popular. A decisão foi dada nesta segunda-feira (26), pelo juiz titular da 1ª Vara do tribunal do Júri de São Luís, Osmar Gomes dos Santos. O jornalista foi morto a tiros, no 23 de abril de 2012, em um bar na Avenida Litorânea, em São Luís.

Serão levados a júri popular os acusados de crime de homicídio e formação de quadrilha: Shirliano Graciano de Oliveira; Jhonathan de Sousa Silva (executor); Marcos Bruno Silva de Oliveira; José Raimundo Sales Chaves júnior, o “Júnior Bolinha”; os policiais Alcides Nunes da Silva e Joel Durans Medeiros; Elker Farias Veloso; o capitão da PM, Fábio Aurélio Saraiva Silva, o “Fábio Capita”; Fábio Aurélio do Lago e Silva, o “Bochecha”; os empresários Gláucio Alencar Pontes Carvalho e José de Alencar Miranda Carvalho (pai de Gláucio).

Agora o acusados têm 5 dias para recorrer a decisão de pronúncia.

12º acusado – foram denunciados pelo Ministério Público 12 acusados da morte do jornalista. O advogado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro, 31 anos, um dos 12 denunciados, teve seu processo desmembrado dos demais acusados. Audiência de instrução do processo do advogado será realizado no próximo dia 9 de setembro, às 8h, no salão de sessões da 1ª Vara do Tribunal do Júri, localizado no 1º andar do Fórum Des. Sarney Costa, no Calhau. A audiência, marcada para o último dia 8 de agosto, fora suspensa por uma liminar concedida pelo desembargador José Luiz Oliveira de Almeida.

Tramitação – a denúncia contra os 12 acusados da morte do jornalista e blogueiro Décio Sá foi recebida pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís em 28 de agosto de 2012, sendo iniciada a instrução no dia 28.01.2013, com a presença das testemunhas e de oito dos 12 acusados, sendo suspensa em virtude da medida liminar concedida em habeas corpus, posteriormente confirmada, garantindo à defesa do acusado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro aditar a resposta à acusação.

As audiências foram redesignadas para o mês de maio de 2013. No primeiro dia (06) o juiz Márcio Castro Brandão, que respondia na época pela 1ª Vara do Tribunal do Júri, e que presidiu a audiência, decidiu pelo desmembramento do processo em relação ao acusado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro. De 06 a 17 de maio foram ouvidas as testemunhas de defesa e de acusação dos outros 11 acusados. De 03 a 07 de junho, interrogados os acusados, exceto Shirliano Graciano de Oliveira (réu foragido) e Ronaldo Henrique Santos Ribeiro (responde a processo separado dos demais acusados).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Ao lado de Dutra, Marina Silva pede criação da Rede no TSE

Nesta segunda-feira o deputado federal do Maranhão, Domingos Dutra acompanhou a ex-senadora Marina Silva até o  Tribunal Superior Eleitoral, onde foi feito o pedido de criação da legenda Rede Sustentabilidade, mesmo sem ter todas as assinaturas de apoio validadas, ou seja, certificadas pelos cartórios eleitorais.

Até o momento, a Rede conseguiu validar junto aos cartórios 304 mil assinaturas. Para que a Rede de Marina se torne partido, a ambientalista precisa apresentar ao TSE cerca de 490 mil assinaturas de apoio validadas pela Justiça Eleitoral dos estados brasileiros. Todos estes processos precisam ser concluídos até o dia 05 de outubro, caso contrario, Marina não poderá ser candidata em 2014, pelo partido que pretende criar.

Domingos Dutra que já declarou abertamente que irá sair do PT, está confiante na criação da Rede para que ele possa ingressar no novo partido de Marina sem perder o seu mandato de Deputado Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Parceria em Bacabal…

O deputado estadual Roberto Costa, esteve em audiência com a governadora Roseana Sarney, juntamente com o senador João Alberto, o deputado federal Alberto Filho, o prefeito de Bacabal, Zé Alberto Veloso e o secretário municipal de Saúde de Bacabal, Dr Antônio Hidalgo, para discutir sobre parceria prefeitura e governo. Na ocasião, Roseana garantiu grandes investimentos na Saúde daquele município.

Uma cidade de extrema importância para todo o Médio Mearim, Bacabal vem atender uma demanda não somente daquele município, como também para toda a região, possibilitando e incentivando, inclusive, o crescimento de todas as cidades do Médio Mearim.

Outra observação importante foi o apoio do senador João Alberto, que tem sido incansável na luta pelas melhorias de Bacabal, como um dos principais intermediadores para que ocorresse a parceria.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Aluísio Mendes é determinado a não excluir gratificações de policiais civis

As Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) determinaram ao secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, que se abstenha de excluir gratificações e vantagens da remuneração dos servidores integrantes do Grupo Operacional de Atividade da Polícia Civil do Maranhão, que se encontrem com processo de aposentadoria em tramitação.

A decisão unânime também inclui o restabelecimento imediato do pagamento aos que já foram atingidos pela medida, em respeito ao artigo 22, parágrafo 6º da Constituição Estadual, que garante o afastamento de servidores com pedido de aposentadoria após 60 dias da data do protocolo, independente de formalidade e sem prejuízo da remuneração.

O órgão colegiado do TJMA concordou com o pedido feito em mandado de segurança pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol/MA), Associação dos Servidores (ASPCEMA) e Associação dos Delegados (Adepol/MA) contra ato do secretário.

As instituições representantes das categorias alegaram que os servidores nessa condição tiveram seus vencimentos reduzidos em razão da retirada de vantagens que compõem a remuneração.

Relataram ter tentado solucionar a controvérsia administrativamente junto à autoridade, sem qualquer êxito, e procuraram a via judicial.

O Estado do Maranhão contestou os argumentos, suscitando preliminar de decadência. Afirmou que o ato foi conhecido pelos impetrantes em meados de 2012, sendo que a ação foi ajuizada em dezembro do mesmo ano, depois de transcorridos os 120 dias previstos na Lei nº 12.016/2009. No mérito, defendeu a ausência de direito líquido e certo dos impetrantes.

O desembargador Marcelo Carvalho Silva (relator), que já havia deferido liminar, citou precedentes do STJ, segundo os quais, nas relações jurídicas de trato sucessivo, como é o caso de pagamento de dotações remuneratórias a servidores públicos, o ato impugnado renova-se mês a mês. Rejeitou a preliminar, acompanhado pelos demais membros.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.