Poder

Ingestão de álcool reduz a consciência do perigo para pedestres e ciclistas

Por Milton Corrêa da Costa

O ciclista Wanderson Pereira, vítima fatal do acidente que envolveu recentemente, na BR -040, em Xérem, no Rio de Janeiro, Thor Batista, filho do empresário Eike Batista, tinha em sua corrente sanguínea, conforme detectado em exame post mortem, a dosagem de 15,5 decigramas de álcool por litro de sangue. Tal concentração de álcool, comparada ao caso de motorista de veículo automotor, é quase oito vezes acima da dosagem tolerada , onde a tolerância é de até 2 decigramas de álcool por litro de sangue, sendo tal regra estabelecida pelo Decreto Federal 6488/08 que regulamentou a Lei Seca (Lei 11.705/08), no caso simplesmente da configuração infração administrativa ao Artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A Lei Seca, que alterou dispositivos do CTB, entrou em vigor em território nacional a partir de 20 de junho de 2008 . Para a configuração do crime de direção alcoolizada, a redação do Artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro, prevê a concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue, o equivalente, matematicamente, a 3 mg/l de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, no caso do teste do bafômetro. Ou seja, além da infração administrativa, o ciclista Wanderson Pereira, se na condução de veículo automotor, poderia também ser autuado por crime de direção alcoolizada.

Conforme estudos científicos de alcoologia, a concentração entre 10 e 20 decigramas de álcool, encontrada no organismo humano, provoca descoordenação motora e desorientação espacial, além de comprometimento na fala, andar trópego e agressividade ou passividade. O legista aposentado e psiquiatra forense Talvane de Moraes, ao ser consultado sobre o acidente de Thor Batista, disse que a reação à bebida alcoólica depende de alguns fatores, desde a massa corporal até a alimentação. Ressaltou, porém, que 15,5 é uma taxa bastante elevada que em geral configura estado de embriaguez.

Para o Doutor José Mauro Braz Lima, médico e professor da UFRJ, em sua obra científica ( ano de 2003) “Alcoologia- uma visão sistêmica dos problemas relacionados ao uso do álcool”, oa presença de álcool na corrente sanguínea exige maior tempo para avaliar as situações de risco no trânsito, mesmo as mais corriqueiras, tornando-se difícil sair de situações que dependam de reações rápidas e precisas, tendo-sea percepção de um menor número de fatos que se desenvolvem na via. No caso da direção veicular, o estudioso informa que o risco de acidentes pode aumentarem até 20 vezes em razão da quantidade de 15,5 de álcool por litro de sangue, conforme a detectada no organismo do ciclista Wanderson Pereira. Ressalte-se que Thor Batista, em depoimento em Delegacia Policial, afirmou que logo depois de atropelamento encontrou uma lata de cerveja sobre o parabrisa de seu carro, sustentando que a lata estava em poder da vítima fatal, conforme matéria da última edição de uma revista semanal de grande circulação no país.

Fica comprovado, portanto, que a ingestão de bebida alcoólica também põe em risco, além de motoristas e motociclistas, o deslocamento seguro de pedestres e ciclistas em rodovias e vias urbanas. Uma pessoa embriagada não é capaz de se auto determinar, caminhando obviamente com dificuldade, quiçá conduzir com segurança um veiculo automotor ou mesmo uma bicicleta em rodovias, locais onde a velocidade de deslocamento dos carros é maior. Ao encontrarem-se sob o efeito do álcool, mormente no período noturno, onde a visibilidade, avaliação segura de distância e o cálculo da velocidade de deslocamento dos carros são mais difíceis, muitos pedestres e ciclistas, ao se deslocarem ou atravessarem tais vias, têm sido vítimas de graves acidentes por pura imprudência, basta observar o número de acidentes fatais em rodovias envolvendo ciclistas e pedestres. Segundo a Polícia Rodoviária Federal a cada dois dias uma pessoa morreu por atropelamento ou vítima de colisão com bicicleta (387 no total), na área de competência das oito rodovias federais que cortam o Estado do Rio de Janeiro, no período compreendido entre o inicio do ano de 2010 e 22 de março deste ano.

O uso de bebida alcoólica no trânsito continua, pois, a ceifar preciosas vidas e as estatísticas, apesar do advento da Lei Seca, são de números de uma violenta e infindável guerra. A violência no trânsito, num permanente cenário de vítimas ensanguentadas, veículos retorcidos, dor e sofrimento, prossegue. Até quando? Certamente até quando todos , devidamente educados, entenderem que trânsito é meio de vida, não de tragédias e perdas humanas. Educar para o trânsito é educar para a vida. Entenda-se.

Milton Corrêa da Costa é coronel da reserva da Polícia Militar do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PT elege hoje os delegados que definirão quem será o candidato a prefeito em SL

O Estado do Maranhão

Cerca de 2,9 mil filiados do Partido dos Trabalhadores (PT) vão hoje às urnas para eleger os 220 delegados que irão escolher entre o vice-governador Washington Oliveira e o deputado estadual Bira do Pindaré quem será o candidato do partido a prefeito de São Luís. A eleição ocorrerá em quatro pontos da capital e a previsão é que ainda hoje os votos sejam todos totalizados.

Dos 3.328 filiados considerados aptos a votar pela direção municipal e encaminhados para análise da direção nacional, 2.945 foram confirmados a participar da eleição de hoje. Cerca de 380 filiados foram retirados da lista por não terem um ano de filiação, critério previsto do estatuto da sigla para participação de eleições internas, ou por não fazerem mais parte da legenda.

De acordo com o presidente municipal do PT, Fernando Silva, a redução no número de aptos a votar é normal. “Sempre tem diminuição e não há nada de anormal nisso. O importante é que a lista vem da direção nacional, que é responsável por cruzar as informações para evitar erros”, disse Silva.

Os aptos a votar terão das 9h às 17h para participar da eleição que acontecerá em quatro bairros de são Luís: Cidade Operária, Anil, Anjo da Guarda e Centro. A apuração terá início logo após a votação. A totalização será feita no Sindicato dos Bancários (Rua do Sol, Centro), e a previsão é que à noite o resultado seja divulgado.

Disputa – Seis chapas estão na disputa pelas 220 vagas de delegados para o encontro do dia 15 de abril. São 1.031 candidatos (35% dos militantes aptos a votar), e 554 compõem as chapas Construindo uma nova São Luís, Renovar é preciso e Novo PT e a Vanguarda juntos pelo povo de São Luís, que apoiam a candidatura de Washington Oliveira.

Os outros 447 candidatos fazem parte das chapas Bira prefeito: resistência petista, Mensagem ao partido: Bira prefeito e Sou mais Lula que Dilma, que são da base de apoio de Bira do Pindaré.

De acordo com Washington Oliveira, a expectativa é que na eleição de hoje se repita o que ocorreu na votação para escolha para realização de prévias ou encontro de delegados, ou seja, que dois terços dos aptos a votar elejam a maioria dos delegados de apoio a Oliveira.

“Temos maioria na direção municipal e a expectativa é que vamos repetir o que ocorreu na escolha entre prévias e encontro de delegados’, afirmou o vice-governador.

O pré-candidato Bira do Pindaré garante que na última semana de campanha houve muitas adesões a sua candidatura e que, mesmo com uma disputa equilibrada, acredita fazer a maioria dos delegados.

“Estamos otimistas quanto a uma vitória neste domingo, já que na última semana foi um momento de muitas adesões a nossa candidatura”, afirmou Pindaré.

A sonhada maioria dos delegados por parte dos dois pré-candidatos se dá pela possibilidade de garantir antes do dia 15 de abril a vitória na eleição indireta petista, ou seja, o candidato que tiver mais delegados a seu favor – em tese – já entra praticamente eleito no dia do encontro dos delegados.

Mais

O PT de São Luís tem 4.600 filiados. Desses, a direção municipal disse que 3.328 poderiam participar da eleição, ou seja, 72,3% dos militantes poderiam eleger os 220 delegados. Quando a lista chegou à direção nacional, esse número reduziu-se para 2.495. No fim, apenas 64% dos petistas de São Luís estão aptos a participar do processo eleitoral interno. Isso significa que os demais estão com problemas de quitação dos compromissos partidários ou não tem um ano de filiação ou ainda já deixaram a legenda.

Números

Chapas a favor de Washington Oliveira

220 candidatos na chapa Construindo uma nova São Luís

220 candidatos na chapa Renovar é preciso

114 candidatos na chapa Novo PT e Vanguarda juntos pelo povo de São Luís

Chapas a favor de Bira do Pindaré

220 candidatos na chapa Bira prefeito: resistência petista

137 candidatos na chapa

Mensagem ao partido: Bira prefeito

120 candidatos na chapa

Sou mais Lula que Dilma


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mega-Sena acumula em R$ 15 milhões

O prêmio da Mega Sena sorteado ontem, 24, em Caçador (SC), pelo concurso 1.374, acumulou onde ficou previsto para o próximo sorteio, na quarta-feira (28).

O valor que será sorteado na próxima semana, segundo a Caixa Econômica Federal, poderá chegar em R$ 15 milhões.

Com isso, os amantes da jogatina poderão efetuar a compra dos bilhetes nas casas loterias mais próximas de suas residências.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flamengo bate o Volta Redonda por 4 a 2

Só a raça não seria suficiente. Só o oportunismo de Vagner Love não bastaria. O Flamengo precisou unir os dois elementos para, com um jogador a menos em boa parte do jogo, vencer o Volta Redonda por 4 a 2, de virada, no Raulino de Oliveira. O time de Joel Santana alcançou o resultado – fundamental na luta pela classificação – no segundo tempo, disputado todo sem Luiz Antonio, que recebeu o cartão vermelho ainda na etapa inicial.

Love foi decisivo ao fazer dois gols, um deles de letra. Ele agora tem seis no Campeonato Carioca, três a menos do que o artilheiro Alecsandro, do Vasco. Os outros foram marcados por David Braz e Léo Moura, e Rafael Granja e Leílton anotaram para o Voltaço.

O resultado permite que o Flamengo respire na Taça Rio. Faltando três rodadas para o término da fase de classificação, o time chega a 12 pontos no Grupo A, na terceira colocação, atrás do Macaé (que enfrenta o Americano neste domingo) por causa do critério de saldo de gols. O próximo compromisso no estadual é contra o Bangu, no domingo, em Macaé. Antes, na quarta-feira, tem Libertadores: duelo com o Olimpia no Paraguai.

O Volta Redonda perdeu para o Fluminense o seu lugar na zona de classificação e agora ocupa o terceiro lugar no Grupo B, com seis pontos. No próximo sábado, visita o Nova Iguaçu. (Do Globo Esporte)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Nayrinha deverá sair do presídio na madrugada, aguarda advogado

Jovem presa é amiga de Marcos Caldas

Jovem presa é amiga de Marcos Caldas

A estudante Nayra Veloso, 23 anos, deve ser solta nas próximas horas. Ela foi presa através de solicitação da Polícia Federal e autorização pelo juiz Antônio Noleto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina.

O advogado Ernesto Lopes que faz a sua defesa, tentará retirá-la durante a madrugada e pretende levá-la para Valença onde ficam os familiares da jovem, pois não há restrição no mandado de prisão quanto à sua saída da cidade.

Nayrinha era amiga da estudante Fernanda Lages, encontrada morta no dia 25 de agosto de 2011 na obra do MPF na avenida João XXIII na zona leste de Teresina, e foi a última pessoa vista com a vítima antes da morte.

Com informações do Meio Norte


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Corte de verba na Esplanada atinge aliados e poupa o PT

Da Folha de S. Paulo

O endurecimento do controle de gastos na administração de Dilma Rousseff pesa mais sobre os ministérios entregues aos sócios minoritários da coalizão governista, o que ajuda a explicar a crise na base de sustentação parlamentar do Planalto.

Uma análise do recente bloqueio de R$ 55 bilhões em despesas previstas no Orçamento deste ano mostra que as dez pastas entregues a PMDB, PSB, PR, PP, PDT, PC do B e PRB perderam quase um quarto das verbas de livre aplicação –exatos 23,9%.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Matadouro público interditado em Vitorino Freire

Parte interna do matadouro

Parte interna do matadouro

Desde o ano de 2009 a Rede de Defesa dos Direitos da Cidade de Vitorino Freire, vem realizando um trabalho de organização popular em defesa dos direitos da população. Dentre estas ações destaca-se a questão das péssimas condições em que se encontra o matadouro publico municipal.

Ainda no ano de 2009, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), realizou vistoria no matadouro publico a requerimento do Ministério Publico Estadual.

No relatório da referida vistoria, constatou-se que o matadouro não estava dentro das normas higiênicas estabelecidas por lei.

Dentre as várias irregularidades, cita-se: 1) estrutura física inadequada; 2) falta de aparelhos para o abate dos animais; 3) falta de capacitação técnica e sanitária; 4) adoção de medidas de higiene pessoal e dos instrumentos de proteção, regras necessárias para que a população possa consumir um produto de boa qualidade.

Mesmo sabendo de tudo isso, o poder público municipal nunca solucionou esta grave violação de direito, expondo toda a população a contrair doenças, já que a presença de urubus, ratos, baratas e outros insetos é constante no matadouro.

Diante destas denúncias, feitas pela Rede de Defesa dos Direitos da Cidadania de Vitorino Freire, o Poder Judiciário determinou a interdição do matadouro municipal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino viu o filho morrer de asma dentro de um hospital privado de Brasília

Flávio Dino sugere que o SUS e a Anvisa fiscalizem os hospitais privados (Foto: Igo Estrela/ÉPOCA)

Flávio Dino sugere que o SUS e a Anvisa fiscalizem os hospitais privados (Foto: Igo Estrela/ÉPOCA)

Da Época – Na manhã de 14 de fevereiro, uma terça-feira, pouco depois das 6 horas, o ex-deputado federal Flávio Dino (PCdoB-MA), de 43 anos e pai de dois filhos, recebeu uma ligação da mulher, Deane Maria. Ela falava do Hospital Santa Lúcia, um dos maiores de Brasília, para informar que Marcelo, o caçula, sofria uma nova crise de asma depois de 16 horas de internação. Dino pegou o carro e, por ruas ainda vazias, chegou ao hospital em poucos minutos. No trajeto, o ex-deputado se manteve calmo. Previu que Marcelo passaria por uma sessão de nebulização e logo estaria bom de novo.

Ao entrar na unidade de tratamento intensivo (UTI), deparou com uma cena bem diferente da que imaginara. Marcelo ocupava uma das cinco camas, cercado por três médicos – uma mulher e dois homens –, visivelmente tensos. O filho estava inconsciente, com o rosto roxo, e parecia não respirar. “Adrenalina”, disse um dos médicos, enquanto fazia massagens cardí-acas. Poucos minutos depois, viram os dois médicos deixar a sala. A médica ficou inerte em frente a Marcelo por alguns ins-tantes. Em seguida, dirigiu-se ao casal: “O Marcelo não resistiu”.

O destino de Marcelo gera consternação porque, apenas dois dias antes, era um adolescente ativo. No domingo, Dino e Marcelo pedalaram 10 quilômetros pelo Eixão, principal avenida de Brasília. Na segunda-feira, de volta à rotina, Dino viajou a trabalho para São Paulo. Desde junho do ano passado, preside a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). Marcelo foi para o colégio, onde cursava o 9o ano do ensino fundamental. No final da manhã, o flamenguista Marcelo teve uma crise aguda de asma durante uma partida de futebol de salão. Sentiu falta de ar, vomitou e desmaiou. Foi socorrido e levado para o Santa Lúcia. Por volta das 14 horas, foi internado na UTI adulta do hospital e, mais tarde, transferido para a pediátrica. O prontuário médico registrou que seu quadro exigia monitoramento e que o menino necessitava de oxigenação. A mãe, Deane, fazia com-panhia.

No início daquela noite, quem assumiu o plantão do Santa Lúcia foi a médica Izaura Emídio. Aos 39 anos, especializada em pediatria e terapia intensiva, ela já vinha de uma jornada de 12 horas de plantão no Hospital Regional de Taguatinga. Ao che-gar, foi informada sobre as condições de saúde dos três pacientes da UTI: dois bebês e Marcelo. “Ele estava conversando nor-malmente. Estava ansioso. Não estava cansado”, disse Izaura à polícia. A situação parecia tão tranquila que Deane aconselhou o marido, que pousava em Brasília de volta de São Paulo, a nem seguir para o hospital. Marcelo dormia em paz e, possivelmente, teria alta no dia seguinte, logo cedo. Durante a madrugada, a médica Izaura visitou a UTI pediátrica duas vezes. Avaliou que Marcelo e os demais pacientes apresentavam “saúde estável”.

O filho de Dino morreu depois de 17 horas de internação na UTI pediátrica do Hospital Santa Lúcia (Foto: Monique Renne/CB/D.A Press)

O filho de Dino morreu depois de 17 horas de internação na UTI pediátrica do Hospital Santa Lúcia (Foto: Monique Renne/CB/D.A Press)

Tudo seguia bem até as 4 horas, quando o menino deveria receber dois remédios para asma. Isso não aconteceu. Aí começa-ram as complicações. Às 5h30, a médica Izaura foi chamada para ajudar num parto no centro obstétrico, ao lado da UTI pediá-trica. Marcelo só foi tomar o remédio às 6 horas. Em seguida, começou a passar mal. A mãe, Deane, pediu à auxiliar de enfermagem que chamasse a médica. Izaura não chegou. Depois de terminar o parto, ela foi trocar o uniforme. Enquanto isso, a crise de Marcelo se agravou. “Ele disse que não estava conseguindo respirar”, afirmou Deane. Segundo a mãe, os lábios já estavam roxos. A médica, finalmente, chegou e pediu equipamento para colocar um tubo de oxigênio no menino. O material veio, segundo o hospital, mas o procedimento não foi executado naquele momento. A médica pediu à auxiliar de enfermagem que chamasse o anestesista, que trabalha com entuba-ção. Ele estava no centro cirúrgico, em outra área do hospital. A essa altura, já alertado pela mulher, Dino corria para o Santa Lúcia. O anestesista chegou à UTI pediátrica às 6h20. Pouco depois, pediu à equipe de enfermagem que substituísse o equipa-mento de entubação. Às 7 horas, Marcelo foi considerado morto.

Procurada por ÉPOCA, Izaura afirmou que qualquer informação sobre o caso compete à direção do hospital. “O paciente re-cebeu todo o atendimento que a situação exigia e no tempo adequado”, diz o médico Cícero Dantas Neto, diretor técnico do Santa Lúcia. Segundo ele, havia uma situação de risco. “A asma é uma doença extremamente grave.” Mas, segundo especialistas, casos fatais são incomuns. “Com os medicamentos e tratamentos modernos, esses eventos (mortes em hospitais por asma) são muito raros”, afirma o médico Adalberto Sperb Rubin, diretor de Comunicação da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisio-logia (SBPT) e pneumologista da Santa Casa de Porto Alegre.

O menino foi enterrado no dia seguinte em Brasília. No velório, passaram o vice-presidente da República, Michel Temer, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, o governador de Brasília, Agnelo Queiroz, e o ex-presidente José Sarney (PMDB), principal adversário político de Dino no Maranhão. No dia 19 de março, acompanhado de Deane, Dino recebeu É-POCA num hotel de Brasília e deu a primeira entrevista com detalhes sobre a morte do filho. Desde a tragédia, está licenciado da Embratur. Com experiência de juiz federal aposentado, Dino é comedido quando fala do inquérito policial que apura o caso, sob a responsabilidade do delegado Anderson Espíndola. Só então decidirá o que fazer para que a morte prematura de Marcelo ajude a mostrar as falhas do sistema de saúde brasileiro. Apesar da tristeza, Flávio Dino falou com firmeza por mais de uma hora. No final, cedeu à emoção e sucumbiu ao choro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Maranhenses são destaques em Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

As estudantes do Colégio Militar Tiradentes, de Imperatriz, Sara Nascimento Reis e Laryssa de Sousa Camelo, orientadas pelo professor Gesivaldo dos Santos Silva, receberam o certificado de reconhecimento internacional do curso de inglês International Business Machines (IBM) e conquistaram o prêmio de destaque na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace).

As alunas do colégio da rede estadual de ensino defenderam o projeto Desenvolvimento de recursos computacionais para análise e interpretação parabólica das funções quadráticas utilizando o Maple visando melhorias no processo ensino-aprendizagem, apresentado na Febrace, realizada na Universidade de São Paulo (USP).

Inscritas na feira de ciências, as estudantes Sara Nascimento e Laryssa de Sousa foram escolhidas entre mais de mil participantes de todo o país e classificadas como finalistas com o projeto numerado EXA39. A feira aconteceu na semana passada na Escola Politécnica da USP.

Foram dois dias de premiações. No primeiro, conquistaram o certificado de reconhecimento internacional e curso de inglês pela International Business Machines (IBM). No segundo dia, ganharam o prêmio de Destaque Febrace – 2012 e ficaram em 3º lugar no geral na área de exatas e ciências da terra. As alunas receberam da Petrobrás uma lanterna USB e um HD externo de 500 Gb como prêmio para escola.

O diretor do Colégio Militar Tiradentes de Imperatriz, capitão Alan Camelo Ferreira, destacou a importância intelectual e emocional da participação de Sara Nascimento e Laryssa de Sousa, orientadas pelo professor Gesivaldo dos Santos.

Concorremos com instituições de ensino médio das redes privada, públicas federais e estaduais de todo o Brasil e conquistamos uma importante posição. A comunidade escolar e a sociedade imperatrizense estão felizes por mais uma participação positiva do Colégio Militar Tiradentes engrandecendo também o nome do Maranhão e em especial da cidade de Imperatriz, afirmou Alan Camelo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Dilma ‘empurra’ Lobão para cadeira de Sarney no Senado

Blog do Josias

O ministro Edison Lobão (Minas e Energia) procurou o pesidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO). Disse-lhe que Márcio Zimmermann, o técnico que ocupa a secretaria-executiva de sua pasta, deseja filiar-se ao partido.

Lobão se torna um forte candidato a substituir Sarney no Senado

Lobão se torna um forte candidato a substituir Sarney no Senado

Informada sobre a movimentação de Lobão, a caciquia do PMDB ficou tonta. Olhos arregalados, os figurões da tribo enxergaram nas costas do ministro as asas da mosca azul. Mais atrás, a sombra de Dilma Rousseff.

Sem estrondos, Dilma submete o PMDB a um jogo bruto. Deixa tontos os mandachuvas da legenda. Ela pega pesado no Senado, palco da derrota que acendeu o pavio de sua revolta tardia contra as “velhas práticas” da política.

Dilma executa dois lances: empurra Lobão para a poltrona de presidente do Senado e prepara a entrega da cadeira de ministro de Minas e Energia para Zimmermann, o segundo da pasta, personagem de sua irrestrita confiança.

A presidente visa três resultados: no comando do Senado, um político que lhe é dócil. Na chefia do ministério, um gestor do bolso do seu colete. De quebra, almeja inocular nas relações entre José Sarney e Renan Calheiros o vírus da discórdia.

A conversa de Lobão com Raupp tonteou os pajés porque eles perceberam que a perplexidade encontra amparo na realidade. Membro honorário do grupo de Sarney, o ministro não dá um passo sem combinar antes com o guia de seus movimentos.

Ficou entendido que as asas da mosca foram plantadas no dorso de Lobão por Dilma. Mas subentendeu-se que Sarney, após conversa que teve com Lula há 15 dias, autorizou o vôo. Algo que deixa Renan, por assim dizer, sem chão.

A manobra de Dilma espanta pela audácia. A troca de guarda do Senado só vai ocorrer no começo de fevereiro de 2013. A presidente desce ao pano verde com uma antecedência de dez meses.

Pelo regimento, cabe ao PMDB, dono da maior bancada, indicar o nome do substituto de Sarney. Renan vinha se equipando para obter a indicação. Em privado, Dilma sugeriu que talvez devesse se concentrar no governo de Alagoas.

Do ponto de vista político, a sugestão é tola. Retornando ao comando do Senado em 2013, Renan se ofereceria ao eleitorado alagoano mais bem posto em 2014. Sob a ótica da divisão de poderes, o conselho é impertinente.

Dilma mete sua colher de chefe do Executivo na sucessão do Poder vizinho. Ao comandante do Senado cabe presidir também o Congresso. No mais, uma presidente filiada ao PT remexe num caldeirão que, em tese, pertence ao PMDB.

Crispado, Renan olha para o Planalto de esguelha. Dilma dá de ombros. Vê no outrora todo-poderoso uma força decadente. Há sobre a mesa do PMDB do Senado 18 fichas. Na conta de Dilma, Renan não arrasta mais do que oito. Continue lendo aqui


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.