Maranhão / Poder

Márcio Jerry deixa grupos de WhatsApp para não ser criticado por aluguel de imóvel

poderpolitico3-ligacaodiretaagosto-marciojerry

O Maranhão mais uma vez está protagonizando cenas lamentáveis. Na manhã desta sexta-feira (06), o estado foi destaque no Bom Dia Brasil, após o governo Flávio Dino alugar um imóvel para abrigar menores infratores, no bairro da Aurora, em São Luís. O prédio é de Jean Carlos Oliveira, filiado do PCdoB, partido do governador.

Diante da grande repercussão, o secretário de Comunicação e Articulação Política (Secap) e presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, adotou uma postura que não condiz com a de um gestor público.

Para não ser alvo de críticas e acuado, Jerry saiu de todos os grupos de WhatsApp, que tem como propostas discutir problemas do Maranhão.

img-20170106-wa0041

img-20170106-wa0043

E apesar de todos os fatos já expostos pela mídia, o secretário de Comunicação continua afirmando em seu Twitter que não sabia que o imóvel era de um membro do PCdoB.

Desse modo, o Maranhão continuará servindo de chacota nacional.

Postura lamentável!

flavio1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Governo do Maranhão fez acordo com facções criminosas de Pedrinhas

pedrinhasupeloradohr

A chacina no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, que resultou na morte de 56 detentos, chamou, mais uma vez, a atenção do país para a crise no sistema prisional brasileiro. A situação do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, por exemplo, foi destacada pelo site UOL, que ressaltou o fato de o número de mortes em Pedrinhas ser resultado da divisão de presos nas celas de acordo com as facções criminosas ao qual pertencem, medida criticada pela Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH).

Segundo a reportagem, a medida adotada pelo Governo do Estado para reduzir o número de mortes dentro do presídio até poderia ter sido adotada em caráter emergencial, mas, no caso de Pedrinhas, já está durando muito tempo. “A Lei de Execuções Penais prevê que a divisão dos presos deva ser feita por regime de cumprimento de pena, e não por facções.

Sendo assim, o não obedecer esse preceito acaba por gerar uma violação das finalidades e objetivos dos regimes de cumprimento de pena e da Lei, atentando que também são misturados os presos provisórios”, explicou Josiane Gamba, diretora da Sociedade Maranhense dos Direitos Humanos, em entrevista ao repórter Carlos Madeiro.

Ainda segundo a reportagem, a redução no número de mortes dentro do presídio já vinha ocorrendo antes da gestão do governador Flávio Dino. “De modo geral, o novo governo tem intensificado a preocupação com a disciplina, inclusive na questão do controle de entrada e saída de pessoas e objetos. Mas as condições das celas continuam indignas e imundas, na maior parte das unidades prisionais”, afirmou o advogado Luís Antônio Pedrosa, que integra a SMDH e a Comissão de Direitos Humanos da seccional Maranhão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA).

Fonte: O Estado do Maranhão.

Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão / Poder

Fabricante do VLT alega que não vai custear sua manutenção

vandalo-vlt

A empresa cearense Bom Sinal Indústria e Comércio, responsável pela fabricação e fornecimento do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) – adquirido pela Prefeitura de São Luís em 2012-, informou que não custeará a manutenção do meio de transporte. A direção da empresa informou ainda que não foi notificada de nenhuma decisão judicial que a obrigue a arcar com as despesas de veículo. E garantiu que, se for, recorrerá do parecer.

Ainda de acordo com a gestão do empreendimento, a Bom Sinal “cumpriu integralmente o contrato de fornecimento do VLT”. Segundo a empresa, o contrato entre ela e o Município não contemplava serviço de manutenção e, tampouco, de operação, guarda ou qualquer ação além do próprio fornecimento.

A empresa informou ainda que – após a entrega – a responsabilidade pela guarda do VLT passou a ser da Prefeitura de São Luís de forma integral. A manutenção do veículo era feita pela atual gestão municipal desde 2013, quando alugou um galpão situado na BR-135 (principal rodovia que corta o estado e via de acesso à capital maranhense) para guardar o VLT. Foram gastos mais de R$ 400 mil para a manutenção do contrato de aluguel.

Após bancar o galpão por mais de três anos, sem neste período executar nenhum projeto de reaproveitamento do VLT, a Prefeitura de São Luís adquiriu (em agosto do ano passado) na Justiça – por meio de decisão expedida pelo juiz titular da 4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís, Cícero Dias de Sousa Filho – o direito de que a empresa Bom Sinal Indústria e Comércio “arque com todos os custos de manutenção e conservação do citado veículo, obrigando-se, em especial, ao pagamento da locação do galpão”.

No despacho favorável ao Município, o juiz titular da 4ª Vara da Fazenda Pública alegou que a empresa Bom Sinal “foi conivente, com os graves indícios de ilicitudes alegadas na representação”. Por fim, o magistrado informou ainda que, caso a empresa não cumprisse com a determinação, arcaria com uma multa diária no valor de R$ 1 mil.

Fonte: O Estado do Maranhão.

Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Tremor no Maranhão já foi sentido em pelo menos 17 municípios

1483458976-331366431

Até o início da tarde desta terça-feira (3), tremores registrados no Maranhão foram relatados em pelo menos 17 municípios. O levantamento do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) é feito com ajuda de internautas.

Registros já foram feitos em São Luís, Timon, Chapadinha, Urbano Santos, Presidente Vargas, Itapecuru Mirim, Pinheiro, Rosário, Icatu, Caxias, Codó, Bacabal, Grajaú, Miranda do Norte, Vargem Grande, São José de Ribamar e Belágua.

“Estava no local de trabalho e senti a mesa do computador balançando um pouco. A cadeira em que eu estava também”, contou o morador Saymon Lisboa, de Pinheiro. O mesmo ocorreu com o internauta Luís Fernando Lopes, de Rosário. “Eu estava sentado jogando no meu computador quando senti a cadeira e o monitor balançarem um pouco”, disse. Em Urbano Santos, o internauta Mateus Evangelista disse que estava dormindo quando acordou com a cama balançando. “Fiquei em pânico. Coisa de filme”, afirmou.

As causas do terremoto que atingiu o Maranhão nesta terça-feira (3) ainda não foram totalmente explicadas. Mas, segundo o geólogo Sebastião Correia, uma das possíveis causas do tremor no Estado foi um terremoto registrado no Chile, de magnitude 8.4, que foi muito forte e de grande profundidade.
Depois das ocorrências, o Corpo de Bombeiros do Maranhão e a Defesa Civil afirmaram que já enviaram equipes para o interior do estado

Fonte: O Estado do Maranhão

Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Bombeiros são deslocados para Belágua, uma das cidades mais atingidas pelo terremoto

15781494_1157967644322192_4022336482117635605_n

O Corpo de Bombeiros deslocou diversas equipes para o município de Belágua, localizado a 280 km de São Luís, nesta terça-feira (3), após o terremoto que atingiu o Estado. De acordo com o Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), a cidade de Belágua foi o centro do abalo sísmico.

De acordo com nota do governo do Estado, os Bombeiros foram deslocados para ficarem à disposição da população e orientá-la sobre como agir em caso de novos abalos sísmicos.

O terremoto causou pânico em moradores de São Luís. Um vídeo obtido pelo Blog do Neto Ferreira mostrou a correria de um grupo de servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O terremoto fez o prédio tremer, causando pânico nas pessoas. Veja clicando aqui.

— Leia também

Terremoto na costa do Chile pode ter causado o tremor de terra no MA

São Luís poderá ser atingida por novos tremores, diz professor da UEMA

USP e UNB divergem sobre terremoto no Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade / Geral / Maranhão

Após terremoto, ‘São Luís’ vira um dos assuntos mais comentados no Twitter

‘São Luís’ virou um dos assuntos mais comentados do Twitter após o terremoto que atingiu o Maranhão na manhã desta terça-feira (3), por volta das 9h45, e que foi sentido até no Piauí.

No ranking de assuntos mais comentados pelos usuários da rede social, incluindo os de outros países, ‘São Luís’ figurou em sétimo lugar. Número que impressiona. Veja:

terremoto2

O terremoto causou pânico em moradores de São Luís. Um vídeo obtido pelo Blog do Neto Ferreira mostrou a correria de um grupo de servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O terremoto fez o prédio tremer, causando pânico nas pessoas. Veja clicando aqui.

— Leia também

São Luís poderá ser atingida por novos tremores, diz professor da UEMA

USP e UNB divergem sobre terremoto no Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

AMABLOG cobra do secretário de Segurança elucidação de crime contra blogueiro

Representantes da Executiva da Associação Maranhense de Blogueiros (AMABLOG) se reuniram com o secretário estadual de Segurança Pública, delegado Jefferson Portela, e o delegado-geral da Polícia Civil, Lawrence Melo, nesta quinta-feira 24, para tratar de assuntos de interesse da categoria referentes à liberdade de expressão, imprensa e de informação.

O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) do Maranhão, em São Luís. Representaram a AMABLOG o presidente da entidade, Luís Cardoso, e o diretor de Políticas Institucionais, Filipe Mota. A reunião foi acompanhada, ainda, pelo diretor de Comunicação da associação, Yuri Almeida.

Na reunião, foi denunciado ao secretário e ao delegado-geral ameaças e intimidações veladas feitas à blogueira Ana Kelly da Silva Queiroz, de Imperatriz, pelo Major Janilson Cordeiro Lindoso e pelo senhor Paulo Marcelo Torres Araújo, por meio de um aplicativo de mensagem instantânea. Segundo Jefferson Portela e Lawrence Melo, o caso será apurado e, comprovada a denúncia, serão tomadas as medidas necessárias contra os dois denunciados.

Outro ponto importante abordado foi a respeito das investigações que apuram a execução do blogueiro Ítalo Eduardo Diniz Barros, de Governador Nunes Freire. Os titulares da SSP-MA e da Delegacia-Geral garantiram que as investigações estão em andamento e que os responsáveis não ficaram impunes.
Além de denunciar o caso ocorrido com a blogueira diretamente à SSP-MA, a AMABLOG também emitiu, mais cedo, uma nota em que presta solidariedade à profissional de imprensa e manifesta total repúdio contra os denunciados. Abaixo, a íntegra da nota.

NOTA DE REPÚDIO

A Associação Maranhense de Blogueiros (AMABLOG) vem a público externar repúdio à forma violenta com que a blogueira Ana Kelly da Silva Queiroz foi tratada pelo Major Janilson Cordeiro Lindoso e pelo senhor Paulo Marcelo Torres Araújo, inclusive com ameaças e intimidações veladas e abuso de autoridade, diante da posição adotada pela profissional quanto ao caso em que o militar teve prisão decretada, durante as eleições municipais de 2016. A entidade presta total solidariedade à profissional.

Este tipo de conduta prejudica a liberdade de expressão e contribui para o enfraquecimento da democracia, razão pela qual tem o nosso total repúdio. A liberdade do exercício profissional é direito inalienável e repudiamos essa forma de violência à blogueira e à liberdade de expressão.
É inaceitável, para uma sociedade que busca fortalecer sua democracia, que profissionais de imprensa sejam sujeitados a este tipo de situação. É inaceitável que blogueiros e/ou blogueiras sejam coagidos por agentes do Estado.

Luís Cardoso
Presidente da Associação Maranhense de Blogueiros


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Cidades maranhenses receberão R$ 237 milhões de repatriação

perder_dinheiro-327047

Um estudo técnico conduzido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) sugere que a primeira fase do programa de regularização de ativos no exterior, conduzido pela Receita Federal do Brasil, renderá aos municípios maranhenses um aporte de R$237 milhões. A primeira fase do programa, que foi concluída no dia 31 de outubro, permitiu a repatriação de R$169,9 bilhões. Desse total, R$ 46,8 bilhões foram arrecadados.

Os valores são referentes ao desconto de Imposto de Renda e a multa sobre os valores repatriados. No Maranhão, todas as cidades deverão receber parte dos recursos, segundo a lista divulgada pela CNM. São Luís é a cidade que deverá receber o maior montante, superior a R$30 milhões. Na sequência, Imperatriz, Timon, Caxias e São José de Ribamar, que faturarão R$5.561.873,67 milhões cada, completam a lista dos maiores repasses.

A lista completa dos municípios está disponível no site da Confederação Nacional dos Municípios

Divisão dos recursos Segundo a legislação que legalizou a repatriação, a União terá que dividir parte do valor arrecadado com os estados e com os municípios.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Geral / Maranhão / Saúde

Mãe inicia campanha para salvar a vida do filho de dois meses

caparavi

A família do pequeno Ravi, de apenas dois meses, iniciou uma campanha nas redes sociais para conseguir doadores de medula óssea. Ravi sofre da Síndrome da Imunodeficiência Combinada Grave, que o deixa extremamente vulnerável a infecções. Para ser mais claro: uma simples gripe tem consequências muito mais graves em Ravi, podendo levar à morte.

A síndrome é rara, e atinge apenas uma a cada cem mil pessoas. O único outro caso da síndrome registrado no Maranhão foi o do irmão de Ravi — que, infelizmente, morreu antes de completar dois anos de idade.

Apesar da gravidade, a síndrome pode ser tratada. Para isso, o paciente precisa de transplante de medula óssea. E foi para conseguir doadores para o filho que Lucemir Pontes, mãe de Ravi, iniciou a campanha “Todos por Ravi” nas redes sociais.

O que é preciso para doar

A doação é simples, sem maiores riscos, e pode salvar muitas vidas. Para doar,a pessoa precisa:

– Ter entre 18 e 55 anos de idade

– Estar em bom estado geral de saúde

– Não ter doença infecciosa ou incapacitante

 

Ficou interessado em ajudar? Entre em contato com a mãe do Ravi

Lucemir Pontes
Whatsapp: (98) 99116.3513
Tim: (98) 98191.8839
Email: lucynhapontes@msn.com

Você também pode curtir a página da campanha no Facebook e no Instagram. 

todosporravi


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão / Política

Futuro político de Edivaldo Júnior vai depender dos próximos 4 anos

thumbnail_caminhada-de-edivaldo-no-lira-146

No último domingo (30), Edivaldo Holanda Júnior (PTD) saiu vitorioso das urnas no 2º turno em São Luís.

No entanto, a diferença entre o prefeito reeleito e o adversário, Eduardo Braide (PMN), foi de apenas 41.651 votos (7,88%). Esses números dizem muito sobre como a população está vendo o governo do pedetista na capital maranhense, e devem servir como uma reflexão a Edivaldo Júnior.

Os dados revelam que os cidadãos ludovicenses estão mais atentos e se informando cada vez mais acerca das ações de Holandinha enquanto gestor público. Portanto, está na hora de parar e refletir os reais motivos que levaram 46,06% do eleitorado de São Luís a votar no candidato Eduardo Braide para governar a cidade.

É necessário que o prefeito faça uma análise de todo o seu mandato anterior e reveja os erros e acertos, afinal os próximos quatro anos servirão de “vitrine” para que cada cidadão possa observar os passos do prefeito. Desse modo, permitir que ele alce voos mais altos na política maranhense.

Caso, cometa os mesmos erros da gestão passada, Edivaldo poderá encerrar a sua carreira política ao final de 2020. Portanto, terá que honrar os 285.242 mil votos que recebeu e cumprir o seu comprimisso com 100% da população de São Luís dando equidade às ações e investindo muito no bem‐estar da população.

Para sobreviver politicamente, precisará mais de aplausos do que de vaias pelos próximos quatro anos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.