Maranhão

OAB-MA pede demissão de comandante que agrediu PM e advogado

Do Imirante

O conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB-MA), Charles Dias, repudiou, em entrevista à Rádio Mirante AM, na manhã deste domingo (10), a atitude agressiva do tenente-coronel Miguel Gomes Neto, comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, em Bacabal.

Um vídeo mostra o tenente-coronel agredindo e ameaçando, com uma pistola, o cabo Ney Fernandes Bandeira e o advogado dele. “Quando você põe uma arma na cara de um advogado, você põe a arma na cara do cidadão, da sociedade”,
comparou o conselheiro federal. Ele explicou que a Ordem vai pedir a demissão do comandante e a reparação dos danos causados ao advogado que, segundo Dias, está abalado psicologicamente. “Não nos contentaremos com nada menos do que a demissão”, declarou Dias.

Transferência Miguel Neto foi afastado do cargo e transferido para São Luís na madrugada desse sábado (9), para prestar esclarecimentos ao Comando Geral da instituição. Em nota de esclarecimento, divulgada antes da transferência, o tenente-coronel alegou que empunhou a pistola porque o cabo Bandeira fez menção de pegar a sua arma.

O Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão informou que já está tomando todas as medidas disciplinares, além da apuração dos fatos. O comando interino do 15º Batalhão será do major Cristiano.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários