Maranhão

Flávio Dino anuncia corte de R$100 milhões e fusão de secretarias

O corte afetará principalmente contratos firmados entre empresas terceirizadas e prestadoras de serviço e governo.

1_37a26ca2_2195_44c8_865c_84c7dc6d178b-203700

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou, na manhã desta segunda-feira (18), em entrevista coletiva, realizada no Palácio dos Leões, um corte de R$ 100 milhões no orçamento do estado para que seja garantido o equilíbrio fiscal. Essa medida faz parte da reestruturação da Casa.

O corte afetará principalmente contratos firmados entre empresas terceirizadas e prestadoras de serviço e governo. Além disse, afirmou que ocorrerá mudanças no secretariado.

De acordo com Dino as áreas da saúde e educação não serão afetadas com os cortes e que efetuará contigenciamento de 30% no orçamento do custeio da máquina administrativa.

O governador destacou, ainda, como avanços na área social os programas Mais IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), Escola Digna e Bolsa Escola, os trabalhos de infraestrutura desenvolvidos em sua gestão por meio do programa Mais Asfalto. No campo econômico, Flávio Dino apontou o aprimoramento do Simples os investimentos na agricultura familiar.

Durante a entrevista coletiva, o gestor estadual afirmou que serão intensificadas ações na área da Segurança Pública com a incorporação de mais policiais e novas viaturas.

Na ocasião, o governador confirmou que as secretarias de Estado do Turismo e da Cultura serão uma só e quem comandará a pasta será o atual adjunto da Secma, Diego Galdino.

Quanto a atuação de facções criminosas em presídios, o governador rebate o boato apontando avanços na área. Sobre ações mais efetivas na área de Segurança, Dino aponta medidas repressivas e preventivas para reduzir o crime. Também fez destaque às operações de combate a agiotagem no estado, tais quais asseguram que todos casos serão investigados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários