Maranhão

Adepol afirma que vai apurar morte do ex-delegado de Coroatá

image-11

Na noite do último domingo (10), a Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Maranhão – ADEPOL/MA, divulgou uma nota se solidarizando com familiares do delegado Alex Aragão Melo, que cometeu suicídio com um tiro na boca e foi encontrado já em estado de decomposição, no dia 10, em um apartamento na cidade de Teresina-PI.

No pronunciamento, a Adepol afirma que o Presidente e Diretor financeiro estão se deslocando imediatamente para prestar assistência e apoio aos seus familiares, bem como para acompanhar a apuração deste fato trágico.

Veja a nota na íntegra:

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Maranhão – ADEPOL/MA, com grande tristeza e consternação, manifesta sua solidariedade e pêsames aos familiares do Excelentíssimo Delegado de Polícia Civil, ALEX ARAGÃO MELO,encontrado falecido na noite de hoje, 10.01.2016 (†), no interior de sua residência em Teresina, para onde o Presidente e Diretor financeiro estão se deslocando imediatamente para prestar assistência e apoio aos seus familiares, bem como para acompanhar a apuração deste fato trágico. O Dr ALEX ARAGÃO MELO. tomou posse no cargo de Delegado de Polícia Civil do Maranhão aos 23.04.2015.

O falecimento deste jovem e promissor profissional em muito comove os Delegados de Polícia Civil do Estado do Maranhão, seus irmãos de fé e profissão, que neste momento de comoção prestam homenagem a sua memória e rogam para que Deus o tenha sob a luz de sua face, e que abençoe seus familiares na esperança da vida eterna, lhes dando o conforto necessário neste momento de provação e dor.

São Luís/MA, 10 de janeiro de 2016
MARCONI CHAVES LIMA
PRESIDENTE DA ADEPOL /MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários