Maranhão

UFMA pode fechar as portas por falta de recursos

Reitor na universidade, Natalino Salgado, anunciou crise durante reunião com deputados

Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Os sinais de que a crise do governo Dilma Rousseff está longe do fim não param de aparecer. Apesar de não deixar claro quais setores estão sendo mais afetados com as mazelas de uma má administração, o país perde forças onde deveria está ganhando.

A exemplo da educação. O governo Federal prevê cortes para as instituições de ensino superior em todo país e com isso, a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), pode fechar as portas no segundo semestre de 2015. A declaração foi dada pelo reitor, Natalino Salgado, durante uma reunião com deputados federais.

Em contra partida, R$ 5 bilhões foram investidos no programa do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), para novos contratos. E apesar disso, as mudanças para quem esperava contar com o programa, deixou muita gente fora das salas de aula.

Cada vez o governo se distância de um bom mandato. A educação que deveria ser prioridade no país com 13 de milhões de analfabetos, agora vive em estado de completo abandono.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários