Maranhão

Polícia Federal prende suspeitos de fraudarem benefícios do INSS no Maranhão

Quadrilha é acusada de desviar aproximadamente R$ 950 mil em crimes previdenciários

Operação Fim de Linha

Operação Fim de Linha

A Polícia Federal cumpriu dez Mandados Judiciais, sendo dois de prisão preventiva, cinco de busca e apreensão e três de condução coercitiva na manhã desta terça-feira (04), com a Operação Fim de Linha, que deflagrou crimes previdenciários nas cidades de São Luis/MA, Paço do Lumiar/MA e São José de Ribamar/MA.

A ação foi realizada com a Força-Tarefa Previdenciária, integrada pelo Departamento de Polícia Federal, Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal. A operação foi resultado de investigações a um grupo criminoso que atuava desde 2006 e contava, ainda, com a participação de uma servidora do INSS, já investigada em outra Operação da Força-Tarefa Previdenciária (Operação Duas Caras), deflagrada em setembro de 2011.

O esquema criminoso agia com falsificação de documentos públicos para fins de concessão de benefícios de Amparo Social ao Idoso e de Pensão por Morte. Muitos dos titulares e instituidores eram pessoas criadas virtualmente.

O prejuízo, ao que tudo indica, foi de R$ 950.000,00, enquanto que o prejuízo evitado com a consequente suspensão desses benefícios, levando-se em consideração a expectativa de vida média da população brasileira, aproxima-se de R$ 4.780.000,00. Também foram apreendidos no valor total de quase R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), incompatíveis com os rendimentos do principal operador do esquema.

Além da quebra do sigilo bancário e fiscal, do sequestro de valores, da suspensão e bloqueio do pagamento de alguns benefícios e a determinação da realização de imediata auditoria pelo INSS em outros, bem como, com relação a servidora do INSS, a determinação do imediato afastamento das funções públicas e proibição de frequentar o ambiente de trabalho pelo prazo de 90 dias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Polícia Federal prende suspeitos de fraudarem benefícios do INSS no Maranhão”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. carrinho

    So queria saber porque voces nao mostraram fotos, nem imagens, nem nomes das pessoas? Resposta: Porque na policia federal voces nao tem acesso a nada, não é igual a policia civil que deu maior espetaculo quando fez prisoes dos prefeitos e ex-prefeitos, alem do mais repassaram a voces um monte de informações falsas, bem que a policia civil do maranhao poderia fazer um curso com a policia federal para aprender trabalhar, ao inves de querer mostrar uma coisa que não sabe fazer.

  2. netoferreira

    Por motivos que você mesmo descreveu. Não de trara de acessos à Polícia Federal, apenas de uma informação que a sociedade precisa estar ciente. Federal e Civil atuam de forma diferente. Não podemos falar até que ponto o sigilo é importante para ambas. Contudo, cumprimos com o nosso dever de informar.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários